Mensagens de Luz  
 
 
  Textos Espíritas  
 
 
  Mural de Recados  
 
 
  Guia de Centros Espíritas  
 
 
  Ouça Mensagens  
 
 
Página Inicial - O Espiritismo
 Home
 A Doutrina
  O que é?
  Conheça Allan Kardec
  Biografias
  Galeria de Imagens
  Fale Conosco
  Links Indicados
  Sugestão de Livros
  Obras Básicas
 O Espiritismo e Você
  Mensagens de Luz
  Textos Espíritas
  Mural de Recados
  Guia de Endereços
  de Centros Espíritas
  Ouça Mensagens
 
 
>> MURAL DE RECADOS
 
Mural
De: wilson
Para: Os estudiosos
E-mail: wilsonmoreno67@gmail.com
Data: 22/02/16 20:50

COMO AFASTAR OS MAUS ESPÍRITOS EXPLICAÇÕES DE KARDEC.

Explicações Racionais sem misticismo e crendices

Revista Espirita ANO 5 – DEZEMBRO 1862 – Nº. 12 de Kardec

Ora, quando dois homens lutam corpo a corpo, é o de músculos mais fortes que vencerá o outro.
Com um Espírito não se luta corpo a corpo, mas de Espírito a Espírito; e ainda o mais forte será o vencedor.

AQUI A FORÇA ESTÁ NA AUTORIDADE QUE SE PODE EXERCER SOBRE O ESPÍRITO E TAL AUTORIDADE ESTÁ SUBORDINADA À SUPERIORIDADE MORAL. ESTA, COMO O SOL, DISSIPA O NEVOEIRO PELA FORÇA DE SEU RAIOS. É BOM ESFORÇAR-SE, TORNAR-SE MELHOR SE JÁ SE É BOM, PURIFICAR-SE DE SUAS IMPERFEIÇÕES, NUMA PALAVRA, ELEVAR-SE MORALMENTE O MAIS POSSÍVEL.

Tal o meio de adquirir o poder de comandar os Espíritos inferiores, para os afastar. Do contrário zombarão de vossas injunções (Livro dos Médiuns, nº 252 e 279).

Talvez perguntem por que os Espíritos protetores não lhes forçam a retirada. Sem dúvida o podem e, por vezes, o fazem. Mas, permitindo a luta, também deixam o mérito da vitória. Se deixam se debatendo pessoas de mérito a certos respeitos, é para provar sua perseverança e fazer que adquiram mais força no bem. É para eles uma espécie de ginástica moral.


Sem dúvida certas pessoas prefeririam outra receita mais fácil para expulsar os Espíritos: algumas palavras a pronunciar, ou sinais a fazer, por exemplo, o que seria mais cômodo do que corrigir os próprios defeitos.
LAMENTAMOS, MAS NÃO CONHECEMOS PROCESSO MAIS EFICAZ PARA VENCER UM INIMIGO DO QUE SER MAIS FORTE QUE ELE. Quando estamos doentes, temos que nos resignar a tomar remédios, por mais amargos que sejam. Mas, também, quando se teve a coragem de os tomar, como a gente se sente bem e como se fica forte!

TEMOS QUE NOS PERSUADIR DE QUE, PARA ALCANÇAR TAL OBJETIVO, NÃO HÁ PALAVRAS SACRAMENTAIS, NEM FORMULAS, NEM TALISMÃS, NEM SINAIS MATERIAIS QUAISQUER. OS MAUS ESPÍRITOS SE RIEM E, ÀS VEZES, GOSTAM DE INDICAR ALGUNS, QUE DIZEM INFALÍVEIS, PARA MELHOR CAPTAR A CONFIANÇA DAQUELES DE QUEM ABUSAM, PORQUE, ENTÃO, ESTES, CONFIANTES NA VIRTUDE DO PROCESSO, ENTREGAM-SE SEM MEDO.

ANTES DE ESPERAR DOMINAR O MAU ESPÍRITO, É PRECISO DOMINAR-SE A SI MESMO.

De todos os meios para adquirir a força de o conseguir, o mais eficaz é a vontade, secundada pela prece, entendida a prece de coração e não aquelas nas quais a boca participa mais que o pensamento. É necessário pedir a seu anjo de guarda e aos bons Espíritos que nos assistam na luta. Mas não basta lhes pedir que expulsem o mau Espírito: é necessário lembrar-se da máxima: “Ajuda-te, e o céu te ajudará;” e lhes pedir, sobretudo, a força que nos falta para vencer nossas más inclinações, que para nós são piores que os maus Espíritos, pois são essas inclinações que os atraem, como a podridão atrai as aves de rapina. Orando também pelo Espírito obsessor, pagamos com o bem pelo mal, mostramo-nos melhor que ele, o que já é uma superioridade. Com a perseverança a gente acaba, na maioria dos casos, por conduzi-lo a melhores sentimentos, transformando o obsessor em reconhecido.

EM RESUMO, A PRECE FERVOROSA E OS ESFORÇOS SÉRIOS POR SE MELHORAR SÃO OS ÚNICOS MEIOS DE AFASTAR OS MAUS ESPÍRITOS, QUE RECONHECEM COMO SENHORES AQUELES QUE PRATICAM O BEM, AO PASSO QUE AS FÓRMULAS LHES PROVOCAM O RISO. A CÓLERA E A IMPACIÊNCIA OS EXCITAM. É PRECISO CANSÁ-LOS, MOSTRANDO-SE MAIS PACIENTES.

Revista Espirita ANO 5 – DEZEMBRO 1862 – Nº. 12 de Kardec


NENHUM OBJETO, MEDALHA OU TALISMÃ TEM A PROPRIEDADE DE ATRAIR OU DE REPELIR OS ESPÍRITOS. AS COISAS MATERIAIS NÃO TEM NENHUM PODER SOBRE ELES. JAMAIS UM BOM ESPÍRITO ACONSELHA ESSAS PRÁTICAS ABSURDAS. A VIRTUDE DOS TALISMÃS NUNCA EXISTIU, A NÃO SER NA IMAGINAÇÃO DAS PESSOAS CRÉDULAS. (O LIVRO DOS MÉDIUNS, CAP. XXV.)

A crítica malévola representa as comunicações espíritas cercadas de práticas ridículas e supersticiosas da magia e a necromancia.

Se os que falam do Espiritismo sem o conhecer se dessem ao trabalho de o estudar, poupariam muito gasto de imaginação e evitariam alegações que só servem para demonstrar a sua ignorância ou a sua má fé.

PARA ESCLARECIMENTO DAS PESSOAS ESTRANHAS A ESTA CIÊNCIA DIREMOS QUE, PARA SE COMUNICAR COM OS ESPÍRITOS, NÃO HÁ DIAS NEM HORAS, NEM LUGARES MAIS PROPÍCIOS DO QUE OUTROS, PARA EVOCÁ-LOS NÃO HÁ NECESSIDADE DE FÓRMULAS NEM DE PALAVRAS SACRAMENTAIS OU CABALÍSTICAS. NENHUMA PREPARAÇÃO E NENHUMA INICIAÇÃO TAMBÉM SÃO NECESSÁRIAS.

O EMPREGO DE QUALQUER SÍMBOLO OU OBJETO MATERIAL, SEJA PARA OS ATRAIR, SEJA PARA OS REPELIR, NÃO TEM NENHUM EFEITO, BASTANDO PARA ISTO O PENSAMENTO.

Enfim, os médiuns recebem as suas comunicações sem sairem do estado normal, tão simples e naturalmente como se elas fossem ditadas por uma pessoa viva. Só o charlatanismo poderia afetar maneiras excêntricas e acrescentar acessórios ridículos a esses momentos. (O que é o Espiritismo, cap. II, nº 49).

Os maus Espíritos só estão onde podem satisfazer a sua perversidade. Para afastá-los, não basta pedir, nem mesmo ordenar que se retirem: é necessário eliminar em nós aquilo que os atrai. OS ESPÍRITOS MAUS DESCOBREM AS CHAGAS DA ALMA, COMO AS MOSCAS DESCOBREM AS DO CORPO. ASSIM, POIS, COMO LIMPAIS O CORPO PARA EVITAR AS BICHEIRAS, LIMPAI TAMBÉM A ALMA DAS SUAS IMPUREZAS, PARA EVITAR AS OBSESSÕES. Como vivemos num mundo em que os maus Espíritos pululam, as boas qualidades do coração nem sempre nos livram das suas tentativas, mas nos dão a força necessária para resistir-lhes.

Allan Kardec


As orientações importantíssimas de Kardec sobre as superstições e crendices.

Vejamos essas orientações de Kardec.

OS ESPÍRITOS SÃO ATRAÍDOS OU REPELIDOS PELO PENSAMENTO, E NÃO POR OBJETOS MATERIAIS QUE NÃO TÊM NENHUM PODER SOBRE ELES.

OS ESPÍRITOS SUPERIORES, EM TODOS OS TEMPOS, CONDENARAM O EMPREGO DE SINAIS E DE FORMAS CABALÍSTICAS, E TODO ESPÍRITO QUE LHES ATRIBUI UMA VIRTUDE QUALQUER, OU QUE PRETENDA DAR TALISMÃS QUE APARENTEM A MAGIA, REVELA, COM ISSO, SUA INFERIORIDADE, esteja agindo de boa fé ou por ignorância, em conseqüência de antigos preconceitos terrestres dos quais estejam imbuídos, seja porque queira conscientemente divertir-se com a credulidade, como Espírito zombeteiro.

OS SINAIS CABALÍSTICOS, QUANDO NÃO SÃO PURA FANTASIA, SÃO SÍMBOLOS QUE LEMBRAM AS CRENÇAS SUPERSTICIOSAS quanto à virtude de certas coisas, como os números, os planetas, e sua concordância com os metais, crenças nascidas nos tempos da ignorância, e que repousam sobre erros manifestos, dos quais a ciência fez justiça mostrando o que eram os pretensos sete planetas, sete metais, etc.

A forma mística e ininteligível desses emblemas tinha por objetivo impor ao vulgo ver o maravilhoso naquilo que não compreendia. Quem estudou a natureza dos Espíritos, não pode admitir racionalmente, sobre eles, a influência de formas convencionais, nem de substâncias misturadas em certas proporções; ISSO SERIA RENOVAR AS PRÁTICAS DA CALDEIRA DOS FEITICEIROS, DE GATO PRETO, DE GALINHA PRETA E OUTROS FEITIÇOS.

Não ocorre o mesmo com um objeto magnetizado que, como se sabe, tem o poder de provocar o sonambulismo ou certos fenômenos nervosos sobre a economia; mas, então, a virtude desse objeto reside unicamente no fluido do qual está momentaneamente impregnado e que se transmite, assim, por via mediata, e não em sua forma, em sua cor, nem sobretudo nos sinais com os quais pode estar sobrecarregado.

Um Espírito pode dizer: Traçai tal sinal, e a esse sinal reconhecerei que chamais e virei; mas nesse caso o sinal traçado não é senão a expressão do pensamento; é uma evocação traduzida de um modo material; ora, os Espíritos, qualquer que seja sua natureza, não têm necessidade de semelhantes meios para se comunicarem; os Espíritos superiores não os empregam nunca; os Espíritos inferiores podem fazê-lo tendo em vista fascinar a imaginação de pessoas crédulas, que querem ter sob sua dependência.

REGRA GERAL: TODO ESPÍRITO QUE LIGA MAIS IMPORTÂNCIA À FORMA DO QUE AO FUNDO É INFERIOR, E NÃO MERECE NENHUMA CONFIANÇA, AINDA MESMO SE, DE TEMPO EM TEMPO, DISSER ALGUMAS COISAS BOAS; PORQUE ESSAS BOAS COISAS PODEM SER UM MEIO DE SEDUÇÃO.

Tal era o nosso pensamento a respeito dos talismãs em geral, como meio de relações com os Espíritos. Vale dizer que ele se aplica igualmente àqueles que a superstição emprega como preservativos de doenças ou de acidentes.

Allan Kardec

Revista Espirita ANO 1 - SETEMBRO 1858 - Nº. 9

Wilson Moreno na busca da verdade


De: wilson
Para: Os estudiosos
E-mail: wilsonmoreno67@gmail.com
Data: 22/02/16 07:42

JESUS ENCARNOU OU SE MATERIALIZOU?????

Revista espírita — Ano V — Abril de 1862 de Kardec o espírito Erasto confirma que Jesus se encarnou, vejamos.

Os casos de demonomania que agora ocorrem na Saboia também já ocorreram em muitos outros países, notadamente na Alemanha, mas principalmente no Oriente. Esse fato anormal é mais característico do que pensais.

Com efeito, ao observador atento revela uma situação análoga à que se manifestou nos derradeiros anos do paganismo.

NINGUÉM IGNORA QUE QUANDO O CRISTO, NOSSO MUITO AMADO MESTRE, ENCARNOU-SE NA JUDEIA, SOB OS TRAÇOS DO CARPINTEIRO JESUS, aquela região havia sido invadida por legiões de Espíritos malévolos que, como hoje, se apoderaram, pela possessão, das classes sociais mais ignorantes, dos Espíritos encarnados mais fracos e menos adiantados, numa palavra, dos indivíduos que guardavam os rebanhos ou vagavam nas ocupações da vida rural.

Vejamos o termo usado por Erasto

NINGUÉM IGNORA QUE QUANDO O CRISTO, NOSSO MUITO AMADO MESTRE, ENCARNOU-SE NA JUDEIA, SOB OS TRAÇOS DO CARPINTEIRO JESUS.

ENCARNOU-SE NA JUDEIA.

Revista espírita — Ano V — Abril de 1862

“O Cristo veio, pois, falar ao coração da humanidade. MAS, SABEIS, O PRÓPRIO CRISTO DISSE QUE TINHA VINDO EM CARNE no meio do paganismo e prometeu vir no meio do cristianismo.

Lamennais

Revista espirita fevereiro de 1862 de kardec

“COMO HOMEM – ESPÍRITO ENCARNADO – JESUS TINHA A ORGANIZAÇÃO DOS SERES CARNAIS; MAS, COMO ESPÍRITO PURO, DESTACADO DA MATÉRIA, DEVIA VIVER NA VIDA ESPIRITUAL, MAIS QUE NA VIDA CORPORAL.

Allan Kardec

Para os falsos espíritas que falam que Jesus não se reencarnou na terra que ele se materializou e que seu corpo era fluídico materializado como revela as obras de Rostang e a Feb segue essa furada e divulga isso.

Isso é obra de espiritos mistificadores.

Se Jesus tivesse um corpo fluídico materializado ele não poderia sofrer materialmente, seu sofrimento seria falso, Jesus teria simulado sua dor e sofrimento, coisa sem lógica e sem racionalidade.

Vejamos uma prova.

Jesus quando estava na cruz um soldado romano pega uma lança e fere Jesus no lado e SAIA AGUA E SANGUE, isso confirma que o corpo de Jesus era carnal, igual o nosso.

Se saiu AGUA E SANGUE é por seu corpo era de carne.

E Jesus evolui como os outros espíritos através de varias reencarnações, ele foi criado igual aos outros espíritos, ele foi criado simples e ignorante e foi evoluindo através de varias reencarnações, ate se torna um espírito puro e altamente evoluído.

Jesus evolui como os outros espíritos através de varias reencarnações, sem favores e sem privilégios, ele já foi um espírito inferior e atrasado e seu corpo era carnal igual ao nosso.

E Erasto um dos principais mentores de Kardec confirma isso.

E ele deixa um alerta sobre os espíritos mistificadores.

\"Os falsos profetas não existem apenas entre os encarnados, mas também, e muito mais numerosos, entre os Espíritos orgulhosos que, fingindo amor e caridade, semeiam a desunião e retardam o trabalho de emancipação da Humanidade, impingindo-lhe os seus sistemas absurdos, através dos médiuns que os servem. Esses falsos profetas, para melhor fascinar os que desejam enganar, e para dar maior importâncias às suas teorias, disfarçam-se inescrupulosamente com nomes que os homens só pronunciam com respeito.\" (ERASTO, Paris, 1862)

(...)Não sabeis também que certos Espíritos gostam de manter os homens na ignorância e tomam para a isso ares de instrutores, aproveitando-se da facilidade com que aceitam as suas palavras? Eles podem seduzir os que não examinam as coisas, mas quando os apertamos no círculo do raciocínio não sustentam o seu papel por muito tempo.(LM, Item 301, 8°)

\"Desconfiai dos FALSOS PROFETAS. Esta recomendação é útil em todos os tempos, mas sobretudo nos momentos de transição, em que, como neste, se elabora uma transformação da Humanidade. Porque, nesses momentos, uma multidão de AMBICIOSOS e FARSANTES se arvoram em REFORMADORES e MESSIAS. É contra esses impostores que se deve estar em guarda e o DEVER DE TODO HOMEM HONESTO É DESMASCARÁ-LOS (...). Já se viram desses impostores apresentarem-se como apóstolos do Cristo (...) e para vergonha da Humanidade, ENCONTRAM-SE PESSOAS BASTANTE CRÉDULAS para aceitarem as suas IMPOSTURAS.(ESE,Cap.XXI)

Cuidado com os espiritos mistificadores são eles que divulgam essas idéias místicas sem racionalidade e bom senso.

Estudem as obras de Kardec

AS ORIENTAÇÕES DE KARDEC SOBRE A NATUREZA DO CORPO DE JESUS DA OBRA A GENESE

“Jesus foi um Espírito superior da ordem mais elevada, colocado por suas virtudes bem acima da humanidade terrestre. Sua missão, pelos inúmeros resultados que produziu, foi daquelas que somente são confiadas aos mensageiros diretos da Divindade. Jesus não foi o próprio Deus, foi um enviado de Deus; foi um Messias divino.

“COMO HOMEM – ESPÍRITO ENCARNADO – JESUS TINHA A ORGANIZAÇÃO DOS SERES CARNAIS; MAS, COMO ESPÍRITO PURO, DESTACADO DA MATÉRIA, DEVIA VIVER NA VIDA ESPIRITUAL, MAIS QUE NA VIDA CORPORAL.

A superioridade de Jesus sobre os homens não era relativa às qualidades particulares de seu corpo, mas às de seu Espírito, que dominava a matéria de maneira absoluta e também ao seu perispírito, alimentado que era pela parte mais quintessenciada dos fluidos terrestres. Sim, porque os Espíritos superiores podem vir aos mundos inferiores e mesmo aí se encarnar, para desempenhar uma divina missão. A alma (Espírito encarnado) de Jesus estava ligada ao corpo por laços estritamente indispensáveis. Constantemente separada do corpo, ela lhe dava uma vista dupla não só permanente como também de penetração excepcional e muito superior à dos homens comuns.

“DE TODAS AS FACULDADES QUE SE REVELARAM EM JESUS NENHUMA ESTAVA FORA DAS CONDIÇÕES DA HUMANIDADE E PODIA SER ENCONTRADA TAMBÉM NO COMUM DOS HOMENS, POIS ESTÃO NA NATUREZA.

Mas, pela superioridade de sua essência moral e de suas qualidades fluídicas, elas atingiam em Jesus proporções acima das do vulgo. São as qualidades que caracterizam o estado dos espíritos puros. Aquilo que Jesus fazia era demasiado simples e não se afastava das leis da natureza.



“Quando Jesus, depois de sua morte, apareceu aos discípulos, estes, ao vê-lo, sentiram logo que não se tratava mais do homem. É que Jesus se mostrava com seu corpo perispiritual, e isto explica o fato de só ter sido visto por aqueles a quem desejava mostrar-se.



“JESUS TEVE, POIS, COMO TODOS, UM CORPO CARNAL E UM CORPO FLUÍDICO, O QUE É CONFIRMADO PELOS FENÔMENOS MATERIAIS E PELOS FENÔMENOS PSÍQUICOS QUE ASSINALARAM SUA VIDA.



“A permanência de Jesus sobre a terra apresenta dois períodos: aquele que precede e aquele que sucede à sua morte. No primeiro, desde o momento da concepção (fruto da união carnal) até o nascimento, tudo se passa com sua mãe, como nas condições normais da vida. Portanto Maria, casada com José, teve relações sexuais com ele e engravidou dele. Após nove meses de gravidez, nasceu Jesus, fruto sagrado dessa união carnal. A partir do nascimento, e até sua morte, tudo, em seus atos, em sua linguagem e nas diversas circunstâncias de sua vida, tudo apresenta os caracteres inequívocos da sua corporeidade.

Os fenômenos de ordem psíquica que se produzem nele são acidentais e nada têm de anormal, pois se explicam pelas propriedades do perispírito e são encontrados também, em diferentes graus, em outros indivíduos. Depois de sua morte, ao contrário, tudo revela nele o ser fluídico, isto é, o Espírito. A diferença entre estes dois estados é tão fundamentalmente traçada que não é possível encontrar semelhanças.



“Depois do suplício, o corpo de Jesus lá ficou, inerte e sem vida; foi sepultado como o são todos os corpos comuns, e todos puderam vê-lo e nele tocar. Depois de sua ressurreição, quando ele quis deixar a Terra, Jesus não morreu de novo; seu corpo se elevou, se desvaneceu e desapareceu sem deixar qualquer sinal ou vestígio. Isto prova, evidentemente, que esse corpo era de outra natureza diferente daquele que morreu na cruz. Forçoso, pois, é concluir que, se Jesus pôde morrer, é porque tinha um corpo carnal. E, se Jesus, antes de dar o último suspiro, sofreu materialmente, chegando mesmo a apelar para Deus que aliviasse o seu sofrimento, o que não se pode duvidar, é porque ele tinha um corpo material, um corpo de carne e osso, de natureza igual a de todos nós, criaturas humanas (homens e mulheres).



“AOS FATOS MATERIAIS SE JUNTAM CONSIDERAÇÕES MORAIS MUITO FORTES.



“SE, DURANTE SUA VIDA, JESUS TIVESSE ESTADO NAS CONDIÇÕES DOS SERES FLUÍDICOS, NÃO TERIA EXPERIMENTADO NEM A DOR, NEM NENHUMA DAS NECESSIDADES DO CORPO; SUPOR QUE ASSIM ERA, OU SEJA, SUPOR QUE JESUS ERA UM CORPO FLUÍDICO, UM AGÊNERE, É O MESMO QUE SE RETIRAR DELE TODO O MÉRITO DA VIDA DE PRIVAÇÕES E DE SOFRIMENTOS QUE, ANTES DE REENCARNAR, HAVIA ESCOLHIDO, COMO EXEMPLO DE RESIGNAÇÃO.

Se tudo nele era só aparência, todos os atos de sua vida, o anúncio reiterado de sua morte, a cena dolorosa do Jardim das Oliveiras, sua oração a Deus, suplicando que afastasse o cálice de seus lábios, sua paixão, sua agonia... tudo enfim, até seu último grito no momento de entregar seu Espírito, não teria sido senão um vão simulacro, para enganar com relação à sua natureza e fazer crer no sacrifício ilusório de sua vida.

ISTO SERIA UMA COMÉDIA INDIGNA DE UM HOMEM HONESTO E SIMPLES, QUANTO MAIS, E, POR MAIS FORTE RAZÃO, DE UM SER SUPERIOR COMO O DELE, JESUS. NUMA PALAVRA, SERIA O MESMO QUE ABUSAR DA BOA FÉ DOS SEUS CONTEMPORÂNEOS E DA POSTERIDADE (GERAÇÕES FUTURAS).

Allan Kardec

Da obra a Genese
Wilson Moreno na busca da verdade.

De: Manoel
Para: irmãos
E-mail: mmonteiro@gmail.com
Data: 21/02/16 21:40

A GÊNESE, ALLAN KARDEC
CAP. 18 SINAIS DOS TEMPOS

A geração nova
27. - Para que na Terra sejam felizes os homens, preciso é que somente a povoem Espíritos bons, encarnados e desencarnados, que somente ao bem se dediquem. Havendo chegado o tempo, grande emigração se verifica dos que a habitam: a dos que praticam o mal pelo mal, ainda não tocados pelo sentimento do bem, os quais, já não sendo dignos do planeta transformado, serão excluídos, porque, senão, lhe ocasionariam de novo perturbação e confusão e constituiriam obstáculo ao progresso. Irão expiar o endurecimento de seus corações, uns em mundos inferiores, outros em raças terrestres ainda atrasadas, equivalentes a mundos daquela ordem, aos quais levarão os conhecimentos que hajam adquirido, tendo por missão fazê-las avançar. Substituí-los-ão Espíritos melhores, que farão reinem em seu seio a justiça, a paz e a fraternidade.
A Terra, no dizer dos Espíritos, não terá de transformar-se por meio de um cataclismo que aniquile de súbito uma geração. A atual desaparecerá gradualmente e a nova lhe sucederá do mesmo modo, sem que haja mudança alguma na ordem natural das coisas.
Tudo, pois, se processará exteriormente, como sói acontecer, com a única, mas capital diferença de que uma parte dos Espíritos que encarnavam na Terra aí não mais tornarão a encarnar. Em cada criança que nascer, em vez de um Espírito atrasado e inclinado ao mal, que antes nela encarnaria, virá um Espírito mais adiantado e propenso ao bem.
Muito menos, pois, se trata de uma nova geração corpórea, do que de uma nova geração de Espíritos. Sem dúvida, neste sentido é que Jesus entendia as coisas, quando declarava: «Digo-vos, em verdade, que esta geração não passará sem que estes fatos tenham ocorrido.» Assim decepcionados ficarão os que contem ver a transformação operar-se por efeitos sobrenaturais e maravilhosos.
28. - A época atual é de transição; confundem-se os elementos das duas gerações. Colocados no ponto intermédio, assistimos à partida de uma e à chegada da outra, já se assinalando cada uma, no mundo, pelos caracteres que lhes são peculiares.
Têm idéias e pontos de vista opostos as duas gerações que se sucedem. Pela natureza das disposições morais, porém sobretudo das disposições intuitivas e inatas, torna-se fácil distinguir a qual das duas pertence cada indivíduo.
Cabendo-lhe fundar a era do progresso moral, a nova geração se distingue por inteligência e razão geralmente precoces, juntas ao sentimento inato do bem e a crenças espiritualistas, o que constitui sinal indubitável de certo grau de adiantamento anterior. Não se comporá exclusivamente de Espíritos eminentemente superiores, mas dos que, já tendo progredido, se acham predispostos a assimilar todas as idéias progressistas e aptos a secundar o movimento de regeneração.
O que, ao contrário, distingue os Espíritos atrasados é, em primeiro lugar, a revolta contra Deus, pelo se negarem a reconhecer qualquer poder superior aos poderes humanos; a propensão instintiva para as paixões degradantes, para os sentimentos antifraternos de egoísmo, de orgulho, de inveja, de ciúme; enfim, o apego a tildo o que é material: a sensualidade, a cupidez, a avareza.
Desses vícios é que a Terra tem de ser expurgada pelo afastamento dos que se obstinam em não emendar-se; porque são incompatíveis com o reinado da fraternidade e porque o contacto com eles constituirá sempre um sofrimento para os homens de bem. Quando a Terra se achar livre deles, os homens caminharão sem óbices para o futuro melhor que lhes está reservado, mesmo neste mundo, por prêmio de seus esforços e de sua perseverança, enquanto esperem que uma depuração mais completa lhes abra o acesso aos mundos superiores.
29. - Não se deve entender que por meio dessa emigração de Espíritos sejam expulsos da Terra e relegados para mundos inferiores todos os Espíritos retardatários. Muitos, ao contrário, aí voltarão, porquanto muitos há que o são porque cederam ao arrastamento das circunstâncias e do exemplo. Nesses, a casca é pior do que o cerne. Uma vez subtraídos à influência da matéria e dos prejuízos do mundo corporal, eles, em sua maioria, verão as coisas de maneira inteiramente diversa daquela por que as viam quando em vida, conforme os múltiplos casos que conhecemos. Para isso, têm a auxiliá-los Espíritos benévolos que por eles se interessam e se dão pressa em esclarecê-los e em lhes mostrar quão falso era o caminho que seguiam. Nós mesmos, pelas nossas preces e exortações, podemos concorrer para que eles se melhorem, visto que entre mortos e vivos há perpétua solidariedade.
É muito simples o modo por que se opera a transformação, sendo, como se vê, todo ele de ordem moral, sem se afastar em nada das leis da Natureza.
30. - Sejam os que componham a nova geração Espíritos melhores, ou Espíritos antigos que se melhoraram, o resultado é o mesmo. Desde que trazem disposições melhores, há sempre uma renovação. Assim, segundo suas disposições naturais, os Espíritos encarnados formam duas categorias: de um lado, os retardatários, que partem; de outro, os progressistas, que chegam. O estado dos costumes e da sociedade estará, portanto, no seio de um povo, de uma raça, ou do mundo inteiro, em relação com aquela das duas categorias que preponderar.
31. - Uma comparação vulgar ainda melhor dará a compreender o que se passa nessa circunstância. Figuremos um regimento composto na sua maioria de homens turbulentos e indisciplinados, os quais ocasionarão nele constantes desordens que a lei penal terá por vezes dificuldades em reprimir. Esses homens são os mais fortes, porque mais numerosos do que os outros. Eles se amparam, animam e estimulam pelo exemplo. Os poucos bons nenhuma influência exercem; seus conselhos são desprezados; sofrem com a companhia dos outros, que os achincalham e maltratam. Não é essa uma imagem da sociedade atual?
Suponhamos que esses homens são retirados um a um, dez a dez, cem a cem, do regimento e substituídos gradativamente por iguais números de bons soldados, mesmo por alguns dos que, já tendo sido expulsos, se corrigiram. Ao cabo de algum tempo, existirá o mesmo regimento, mas transformado. A boa ordem terá sucedido à desordem.
32. - As grandes partidas coletivas, entretanto, não têm por único fim ativar as saídas; têm igualmente o de transformar mais rapidamente o espírito da massa, livrando-a das más influências e o de dar maior ascendente às idéias novas.
Por estarem muitos, apesar de suas imperfeições, maduros para a transformação, é que muitos partem, a fim de apenas se retemperarem em fonte mais pura. Enquanto se conservassem no mesmo meio e sob as mesmas influências, persistiriam nas suas opiniões e nas suas maneiras de apreciar as coisas. Uma estada no mundo dos Espíritos bastará para lhes descerrar os olhos, por isso que aí vêem o que não podiam ver na Terra. O incrédulo, o fanático, o absolutista, poderão, conseguintemente, voltar com idéias inatas de fé, tolerância e liberdade. Ao regressarem, acharão mudadas as coisas e experimentarão a influência do novo meio em que houverem nascido. Longe de se oporem às novas idéias, constituir-se-ão seus auxiliares.
33. - A regeneração da Humanidade, portanto, não exige absolutamente a renovação integral dos Espíritos: basta uma modificação em suas disposições morais. Essa modificação se opera em todos quantos lhe estão predispostos, desde que sejam subtraídos à influência perniciosa do mundo. Assim, nem sempre os que voltam são outros Espíritos; são com freqüência os mesmos Espíritos, mas pensando e sentindo de outra maneira.
Quando insulado e individual, esse melhoramento passa despercebido e nenhuma influência ostensiva alcança sobre o mundo. Muito outro é o efeito, quando a melhora se produz simultaneamente sobre grandes massas, porque, então, conforme as proporções que assuma, numa geração, pode modificar profundamente as idéias de um povo ou de uma raça.
É o que quase sempre se nota depois dos grandes choques que dizimam as populações. Os flagelos destruidores apenas destroem corpos, não atingem o Espírito; ativam o movimento de vaivém entre o mundo corporal e o mundo espiritual e, por conseguinte, o movimento progressivo dos Espíritos encarnados e desencarnados. É de notar-se que em todas as épocas da História, às grandes crises sociais se seguiu uma era de progresso.
34. - Opera-se presentemente um desses movimentos gerais, destinados a realizar uma remodelação da Humanidade. A multiplicidade das causas de destruição constitui sinal característico dos tempos, visto que elas apressarão a eclosão dos novos germens. São as folhas que caem no outono e às quais sucedem outras folhas cheias de vida, porquanto a Humanidade tem suas estações, como os indivíduos têm suas várias idades. As folhas mortas da Humanidade caem batidas pelas rajadas e pelos golpes de vento, porém, para renascerem mais vivazes sob o mesmo sopro de vida, que não se extingue, mas se purifica.
35. - Para o materialista, os flagelos destruidores são calamidades carentes de compensação, sem resultados aproveitáveis, pois que, na opinião deles, os aludidos flagelos aniquilam os seres para sempre. Para aquele, porém, que sabe que a morte unicamente destrói o envoltório, tais flagelos não acarretam as mesmas consequências e não lhe causam o mínimo pavor; ele lhes compreende o objetivo e não ignora que os homens não perdem mais por morrerem juntos, do que por morrerem isolados, dado que, duma forma ou doutra, a isso hão de todos sempre chegar.
Os incrédulos rirão destas coisas e as qualificarão de quiméricas; mas, digam o que disserem, não fugirão à lei comum; cairão a seu turno, como os outros, e, então, que lhes acontecerá? Eles dizem: Nada! Viverão, no entanto, a despeito de si próprios e se verão, um dia, forçados a abrir os olhos.

De: wilson
Para: Meus amigos
E-mail: wilsonmoreno67@gmail.com
Data: 20/02/16 20:37

Como reagir aos maus pensamentos???

Quando vc sentir desanimo, idéias negativas, pensamentos estranhos, pensamentos de vícios, pensamentos de fracasso, vontade de desistir da vida, vontade de beber para esquecer, vontade de usar drogas, quando vc sentir medo e desesperança cuidado esses pensamentos estão sendo intuídos por espiritos obsessores.

Eles procuram intuir ou inspirar em sua mente a desesperança, o desanimo, a apatia, tentam colocar em sua mente pensamentos de derrota e fracassos, tentam te intuir para os vícios.
Reaja a esses pensamentos negativos.
Reaja ao desanimo.
Reaja contra essas idéias de derrota e fraquezas.
Reaja contra essas idéias de beber, fumar ou usar drogas.
Mentalize fortemente em sua mente, eu sou um espírito de luz, eu sou forte, eu sou capaz de superar essas dificuldades, eu posso vencer, eu posso ser feliz, eu sou um espírito puro, eu sou da Luz.
Eu estou no plano material é para evoluir, conquistar e VENCER AS MINHAS IMPERFEIÇÕES MORAIS.

Eu sou da Luz
Eu pertenço a Luz
A minha vida é da luz
Eu tenho Luz
Eu estou vencendo com a luz.

Reaja sempre com força, com coragem, com determinação, não se deixe abater com facilidade seja sempre forte nos pensamentos e na vontade.
Não fique nunca na ociosidade procure coisas positivas e elevadas para fazer.
Combata essas idéias de vícios.
Combata suas fraquezas.
Os maus espiritos se aproximam das pessoas pela sintonia mental, eles querem te colocar no chão e na lama, vão fazer de tudo para colocar pensamentos de fraquezas em sua mente.
Portanto, a batalha contra as forças do mal esta nos pensamentos.

Não existem deuses protetores e nem milagres, a sua proteção psíquica depende somente do seu estado mental, emocional e moral.
Se eleve moralmente sendo uma pessoa positiva, educada, cordial, honesta, correta, seja sempre da luz praticando a luz.

Nunca esqueça essa regra da vida, os fracos na vontade e nos pensamentos vão sempre perder, vão sempre ficar vendo o tempo passar numa tela de TV ou do computador , fuja disso, procure viver intensamente buscando realizações matérias, financeiras, amorosas e espirituais.
Não vire boneco sem personalidade, seja realmente forte nos pensamentos.

Procure sempre tentar, se vc gosta daquela garota chega para ela e fale, se vc levar um fora tudo bem faz parte, mais vc tentou isso o que é importante TENTAR, TENTAR SEMPRE.
Combata a timidez isso vai ter limitar muito na vida, os tímidos estão sempre perdendo chances ficam calados num canto qualquer sem tentarem nada.
Timidez é derrota, combata isso.

É isso meus amigos, eu mesmo tenho dificuldades de realizar essas coisas mais temos que tentar.

Wilson Moreno


De: joana
Para: meus irmãos
E-mail: joanaventure@hotmail.com
Data: 20/02/16 13:16

Conhecer é libertar-se

De: MANTENEDOR O ESPIRITISMO
Para: TODOS
E-mail: oespiritismo@oespiritismo.com
Data: 19/02/16 13:22

ATENÇÃO A TODOS OS IRMÃOS E IRMÃS QUE AQUI COLABORAM COM SUAS MENSAGENS, SEJAM DE ESCLARECIMENTO, SEJAM DE SOLICITAÇÃO.

NÃO SERÁ PERMITIDO \"BATE BOCA\" OU QUALQUER TEOR QUE VIOLE OS PRINCÍPIOS DA VERDADE E DA LÍDIMA CARIDADE.

O WEBMASTER ESTÁ AUTORIZADO A EXCLUIR QUAISQUER MENSAGENS QUE NÃO OBEDEÇAM OS CRITÉRIOS DA FRATERNIDADE E DA VERDADE QUE BUSQUE ORIENTAR, E NÃO OFENDER.

ADEMAIS, FACILMENTE O NOSSO TRABALHADOR PODE IMPEDIR A POSTAGEM DE QUALQUER PESSOA POR MECANISMOS INTERNOS AO SITE. EXORAMOS QUE ISSO NÃO SEJA NECESSÁRIO!

SEJAM ESPÍRITAS!

NOSSO ABRAÇO A TODOS

De: joana
Para: O site
E-mail: joanamonteiro77@gmail.com
Data: 19/02/16 05:38

Concordo totalmente com o administrador do site.
Parabéns

De: Paulo
Para: irmãos
E-mail: paulolimak@hotmail.com
Data: 18/02/16 23:05

Se vai dizer alguma coisa, diga com educação.

De: Victor Hugo
Para: Todos (e Wilson e Roberto)
E-mail: vhgdebem@gmail.com
Data: 18/02/16 17:54

Boa tarde meus irmãos!

Que a Paz de Jesus esteja em todos os corações!

Com toda a fraternidade, concordo plenamente com o irmão Roberto.

Caro irmão Wilson, a Verdade deve ser protegida e divulgada, mas sempre com caridade. Rispidez e exasperação a nada levam de edificante.

“À semelhança de Jesus, utiliza a verdade, a severidade, a honradez docilmente, com amor, porquanto só o amor em qualquer circunstância consegue o milagre da renovação, da esperança e da legítima saúde espiritual”. Joanna de Ângelis

Estudo, análise e crescimento espiritual, mas com a pitada tanto da solidariedade como da serenidade. Ser manso não é compactuar com o equívoco, ao contrário.

Forte abraço

Fiquem com DEUS

De: Roberto
Para: Wilson Moreno
E-mail: rciardi@terra.com.br
Data: 16/02/16 22:58

Boa noite meu amigo.
Seja mais doce e amoroso com suas palavras.
Seus comentários estão ficando cada vez mais ácidos e pesados.
Utilize as palavras com mais amor e docilidade.
Isso também pode ser um começo e caminho para a obsessão
Abraços

De: binho
Para: evandro
E-mail: binhovsilva@hotmail.com
Data: 16/02/16 10:32

Evandro, não sei te responder sobre o alerta dos espíritos. Mas sei que Deus é justo e que toda causa tem um efeito. Não é novidade que vivemos em dias de transição para um globo melhor. A lógica nos diz que esses espíritos estão encarnando para mais uma oportunidade de evolução. Os pais que aceitam esse tipo de missão com certeza serão recompensados. Infelizmente o nosso mundo busca a facilidade e não a vontade de Deus. Querem sanar o efeito quando desconhecem a causa.. O aborto nunca foi solução para nada. Jesus nos disse: O escândalo é necessário.. mas ai daquele que provocá-lo.

De: wilson
Para: Os estudiosos
E-mail: wilsonmoreno67@gmail.com
Data: 13/02/16 18:01

É NO CONHECIMENTO QUE ESTA A PROTEÇÃO PSÍQUICA.

Leon Denis e a Lei das afinidades e atrações.

DEVE TODO ADEPTO SABER QUE A REGRA POR EXCELÊNCIA DAS RELAÇÕES COM O INVISÍVEL É A LEI DAS AFINIDADES E ATRAÇÕES.

Nesse domínio, quem procura baixos objetivos os encontra, e com eles se rebaixa: aquele que aspira às remontadas culminâncias, cedo ou tarde as atinge e delas faz pedestal para novas ascensões. Se desejais manifestações de ordem elevada, fazei esforços por elevar-vos a vós mesmos. O bom êxito da experimentação, no que ela tem de belo e grandioso - a comunhão com o mundo superior - .não o obtém o mais sábio, mas o mais digno, o melhor, aquele que tem mais paciência e consciência e mais moralidade.

NUNCA SERÁ DEMASIADO REPETI-LO: NESSE DOMÍNIO JAMAIS OBTEREMOS EFEITOS QUE NÃO SEJAM. PROPORCIONAIS ÀS NOSSAS CONDIÇÕES. TODA PESSOA QUE, POR SEUS DESEJOS, POR SUAS INVOCAÇÕES, ENTRA EM RELAÇÃO COM O MUNDO INVISÍVEL, ATRAI FATALMENTE SERES EM AFINIDADE COM SEU PRÓPRIO ESTADO MORAL E MENTAL.

O VASTO IMPÉRIO DAS ALMAS ESTÁ POVOADO DE ENTIDADES BENFAZEJAS E MALÉFICAS; ELAS SE DESDOBRAM POR TODOS OS GRAUS DA INFINITA ESCALA, DESDE AS MAIS BAIXAS E GROSSEIRAS, VIZINHAS DA ANIMALIDADE, ATÉ OS NOBRES E PUROS ESPÍRITOS, MENSAGEIROS DE LUZ, QUE A TODA OS CONFINS DO TEMPO E DO ESPAÇO VÃO LEVAR AS IRRADIAÇÕES DO PENSAMENTO DIVINO.

SE NÃO SABEMOS OU NÃO QUEREMOS ORIENTAR NOSSAS ASPIRAÇÕES, NOSSAS VIBRAÇÕES FLUÍDICAS, NA DIREÇÃO DOS SERES SUPERIORES, E CAPTAR SUA ASSISTÊNCIA, FICAMOS A MERCÊ DAS INFLUÊNCIAS MÁS QUE NOS RODEIAM, AS QUAIS, EM MUITOS CASOS, TÊM CONDUZIDO O EXPERIMENTADOR IMPRUDENTE ÀS MAIS CRUÉIS DECEPÇÕES.

Se, ao contrário, pelo poder da vontade, libertando-nos das sugestões inferiores, subtraindo-nos das preocupações pueris, materiais e egoísticas, procuramos no Espiritismo um meio de elevação e aperfeiçoamento moral, poderemos em tal caso entrar em comunhão com as grandes almas, portadoras de verdades; fluidos vivificantes, regeneradores nos penetrarão; alentos poderosos nos elevarão das regiões serenas donde o espírito contempla o espetáculo da vida universal, majestoso harmonia das leis e das esferas planetárias.

LEON DENIS DA OBRA NO INVISÍVEL.



O grande Leon Denis explica muito bem essa questão, a Lei de afinidade moral ou afinidade mental determina que tipo de espíritos desencarnados serão atraídos por nós, nossos pensamentos, sentimentos e atitudes vai criar um campo de atração psíquica.
Deve todo adepto saber que a regra por excelência das relações com o invisível é a lei das afinidades e atrações.
Nesse domínio, quem procura baixos objetivos os encontra, e com eles se rebaixa: aquele que aspira às remontadas culminâncias, cedo ou tarde as atinge e delas faz pedestal para novas ascensões. Se desejais manifestações de ordem elevada, fazei esforços por elevar-vos a vós mesmos.
Temos que nos elevarmos Moralmente, com pensamentos elevados, sentimentos nobres, boas ações, a conduta moral reta, tudo isso vai favorecer nossa Evolução espiritual e atrair os espíritos de luz.
As pessoas boas, corretas, dignas, caridosas, virtuosas atraem os espíritos de luz.
O Bem atraindo o Bem.
As pessoas maldosas, invejosas, mentirosas, viciosas, desonestas, picaretas, vingativas, com pensamentos impuros atraem espíritos sem luz, espíritos desencarnados que estão apegados a matéria, espíritos inferiores, perturbadores e obsessores.
O mal atraindo o mal.


Vejamos outra observação importante de Leon Denis.


Do conjunto dos estudos sobre as vibrações harmônicas dos cérebros uma comprovação resulta: é que, pela orientação e persistência de nossos pensamentos, podemos modificar as influências que nos rodeiam e entrar em relação com inteligências e forças similares. Esse fato não é unicamente exato a respeito dos sensitivos e dos médiuns; também se dá com todo ser pensante.

As influencias do Além podem irradiar sobre nós, sem que haja comunicação consciente com os seres que o povoam. Não é necessário acreditar na existência do mundo dos Espíritos e querer conhecê-lo, para lhe experimentar os efeitos.

A LEI DAS ATRAÇÕES É INELUTÁVEL; TUDO NO HOMEM LHE ESTÁ SUBMETIDO.

Por isso a censura que dirigem aos espíritas, acusando-os de atrair exclusivamente, em virtude de suas práticas, as forças maléficas do Universo, é insubsistente diante dos fatos.

Depende do homem receber as mais diversas inspirações, desde as sublimes às mais grosseiras.

O NOSSO ESTADO MENTAL É COMO UMA BRECHA POR ONDE AMIGOS OU INIMIGOS PODEM PENETRAR EM NÓS. OS SENSUAIS ATRAEM ESPÍRITOS SENSUAIS QUE SE ASSOCIAM A SEUS ATOS E DESEJOS E LHES AUMENTAM A INTENSIDADE; OS CRIMINOSOS ATRAEM VIOLENTOS QUE OS IMPELEM CADA VEZ MAIS LONGE NA PRÁTICA DO MAL.

O inventor é auxiliado por investigadores do Além. O orador tem a percepção de imagens, que fixará em arroubos de eloqüência próprios a emocionar as multidões.

O pensador, o músico, o poeta receberão as vibrações das esferas em que o verdadeiro e o belo constituem um objeto de culto; almas superiores e poderosas lhes transfundirão as opulências da inspiração, o sopro divino que acaricia as frontes sonhadoras e produz as maravilhas do gênio, do talento.

Assim, de um ao outro plano, responde o Espírito às solicitações do Espírito. Todos os planos espirituais se ligam entre si. Os instintos de ódio, de depravação e crueldade atraem os Espíritos do abismo.

A frivolidade atrai os Espíritos levianos; mas a prece do homem de bem, a súplica por ele dirigida aos Espíritos celestes se eleva e repercute nota a nota, na gama ascensional, até às mais elevadas esferas, ao mesmo tempo em que das regiões profundas do Infinito descem sobre ele as ondas vibratórias, os eflúvios do pensamento eterno, que o penetram de uma corrente de vida e de energia. O Universo inteiro vibra sob o pensamento de Deus.

EXATAMENTE COMO OS SONS E A LUZ, OS SENTIMENTOS E OS PENSAMENTOS SE EXPRIMEM POR VIBRAÇÕES, QUE SE PROPAGAM PELO ESPAÇO COM INTENSIDADES DIFERENTES.
OS PENSAMENTOS DE CÓLERA E DE ÓDIO, AS ETERNAS SÚPLICAS DE AMOR, O LAMENTO DO DESGRAÇADO, OS GRITOS DE PAIXÃO, OS IMPULSOS DE ENTUSIASMO, VÃO, PELA IMENSIDADE A FORA, REFERINDO A TODOS A HISTÓRIA DE CADA UM E A HISTÓRIA DA HUMANIDADE. AS VIBRAÇÕES DE CÉREBROS PENSANTES, DE HOMENS OU DE ESPÍRITOS, SE CRUZAM E ENTRECRUZAM AO INFINITO, SEM JAMAIS SE CONFUNDIREM.

Em torno de nós, por toda à parte, na atmosfera, rolam e passam, como torrentes incessantes, fluxos de idéias, ondas de pensamentos, que impressionam os sensitivos e são muitas vezes causa de perturbação e erro nas manifestações.


Essas colocações de Leon Denis são perfeitas, tudo é atração, sintonia e afinidade no mundo espiritual.
Nossos pensamentos se propagem pelo plano espiritual através de ONDAS VIBRATÓRIAS e vai estabelecer sintonia com espíritos desencarnados que possuem os mesmos pensamentos, desejos, sentimentos.
Os semelhantes atraindo os semelhantes, essa é a Lei das atrações psíquicas.
O Bem tem sintonia com o Bem.
O mal tem sintonia com o mal.

Leon Denis explica.

DESSA LEI RESULTA UM FATO: AQUELE QUE, POR MEIO DE EVOCAÇÕES, DE RECLAMOS, ENTRA EM RELAÇÃO COM O MUNDO INVISÍVEL, ATRAI SERES EM AFINIDADE COM O SEU PRÓPRIO ESTADO MENTAL. O MUNDO DOS ESPÍRITOS FERVILHA DE ENTIDADES BENFAZEJAS E MALÉFICAS, E, SE NÃO SOUBERMOS PURIFICAR-NOS, ORIENTAR OS NOSSOS PENSAMENTOS E FORÇAS NO SENTIDO DA VIDA SUPERIOR, PODEREMOS TORNAR-NOS VÍTIMAS DAS POTÊNCIAS MALFAZEJAS QUE EM TORNO DE NÓS SE AGITAM, E TÊM, EM CERTOS CASOS, CONDUZIDO O INDIVÍDUO IMPRUDENTE AO ERRO, À OBCECAÇÃO, A OBSESSÕES VIZINHAS DA LOUCURA.

Mas, se sabeis dominar os sentidos, elevar a alma acima das curiosidades vãs e das preocupações materiais, fazer do Espiritismo um meio de educação e de disciplina moral, entrareis no domínio do verdadeiro conhecimento; influências regeneradoras baixarão sobre vós; uma luz suave e penetrante vos iluminará o caminho, vos preservará das quedas, dos desfalecimentos e de qualquer perigo.

Disso tudo colocado pelo Mestre Leon Denis podemos ver que as pessoas levianas, desonestas, falsas, maldosas, com maus pensamentos, maus desejos e vícios estão dando atração psíquica aos espíritos inferiores, perturbadores e obsessores do plano astral.

OS MÉDIUNS QUE BEBEM E FUMAM VÃO ATRAIR ENTIDADES QUE GOSTAM DA BEBIDA E DO FUMO, ESSAS ENTIDADES QUE ATUAM NESSES CENTROS DE MACUMBAS, QUIMBANDA E CANDOMBLÉ, BEBIDAS ALCOÓLICAS, FUMO, CIGARROS, CHARUTOS, SACRIFÍCIOS DE POBRES ANIMAIS, DESPACHOS SÃO PONTOS DE ATRAÇÃO PSÍQUICA PARA ESPÍRITOS VICIOSOS, ATRASADOS E IGNORANTES DO PLANO ESPIRITUAL.
BUSQUEMOS SEMPRE O BEM, AS VIRTUDES, A ELEVAÇÃO MORAL PARA PODERMOS ATRAIR OS ESPÍRITOS DE LUZ.

Wilson Moreno na busca da verdade.



 
 
Busca
  
  
  
 
Temas Importantes
- Reencarnação
- Obsessão
- Mediunidade
 
Divulgação
- Indique o Site
- Adicione aos Favoritos
 
Mensagem do dia
“No banco da Eternidade, achei um aviso assim: perseverança no Bem dá dividendo sem fim”. Boris Freire
 
Boletim Eletrônico
Cadastre seu e-mail e receba mensagens de Luz, textos e outras informações.
E-mail

Assinar Remover
Copyright© 2004/2016 - O Espiritismo - Araraquara/SP - Todos os direitos reservados

Webmaster