Mensagens de Luz  
 
 
  Textos Espíritas  
 
 
  Mural de Recados  
 
 
  Guia de Centros Espíritas  
 
 
  Ouça Mensagens  
 
 
Página Inicial - O Espiritismo
 Home
 A Doutrina
  O que é?
  Conheça Allan Kardec
  Biografias
  Galeria de Imagens
  Quem Somos
  Fale Conosco
  Links Indicados
  Sugestão de Livros
  Obras Básicas
 O Espiritismo e Você
  Mensagens de Luz
  Textos Espíritas
  Mural de Recados
  Guia de Endereços
  de Centros Espíritas
  Ouça Mensagens
 
 
>> MURAL DE RECADOS
 
Mural
De: Paulo renato
Para: Os espiritas
E-mail: paulorenatoalvesdasilva@ig.com
Data: 01/09/14 13:16

UMA CASA ONDE AS PESSOAS VIVEM SEMPRE DOENTES, E SE DESINTENDENDO, E MOSCAS, VARIAS, VOANDO EM CIRCULO MUM AMBIENTE DA CASA, APESAR DA CASA ESTAR LIMPA, E PRA GENTE PROCURAR AJUDA ESPIRITUAL?


De: Victor Hugo
Para: Todos
E-mail: vhgdebem@gmail.com
Data: 01/09/14 10:58

ESPIRITISMO ESTUDADO

Impostergável, nos cometimentos diários, o dever de estudar e aplicar as nobres lições do Espiritismo, no atual estágio da evolução do pensamento.
À medida que as luzes da Doutrina Espírita clarificam o entendimento humano, mais imperioso se torna o cultivo das informações que ressumam da Revelação, a fim de que a ignorância em torno dos problemas do espírito seja em definitivo combatida.

A responsabilidade dos que travaram contato com a Mensagem de Jesus, desvelada e atualizada pelos Espíritos, é muito grande, pois que àquele que usufrui a bênção do esclarecimento não se pode conceder a indulgência da leviandade, nem tampouco a reprochável conduta da indiferença em face das magnas questões que se agigantam em todo lugar.

Até hoje o egoísmo tem exercido sobre o espírito humano um soberano comando, O Espiritismo, preconizando o amor que liberta e a fraternidade que socorre, é o mais severo adversário desse sicário destruidor.

Todavia, para que o adepto do Espiritismo se integre realmente no espírito da Doutrina, exige-se-lhe aprofundamento intelectual no conteúdo da informação espírita, de modo a poder corporificá-la conscientemente no comportamento moral e social, na jornada diária.


Nesse sentido, há que fazer justa quão indispensável diferença entre o Espiritismo e o Movimento Espírita.


Vigem, em muitos setores da prática espiritista, normas e diretrizes ultrajantes à Mensagem de que Allan Kardec foi instrumento do Alto, seja por negligência de muitos dos seus membros, seja pela crassa ignorância daqueles que assumem responsabilidades definidas, ante os dispositivos abraçados, sem os necessários recursos culturais indispensáveis. Por exemplo, é equivocado dizer Espiritismo Kardecista, pois, o próprio Kardec rejeitou a denominação kardecista, pois, só há um Espiritismo. Ocorre que, por falta de conhecimento, muitas pessoas confundem a Doutrina Espírita com outras crenças e práticas, como candomblé, umbanda, etc. O Espiritismo não tem nada a ver com essas crenças e práticas.


Ante a grandeza da Revelação, por estarem acostumados às limitações típicas das seitas do passado, ou porque ainda vinculados às superstições nefandas dos dias recuados, muitos pseudo-espiritas pretendem reduzir a grandeza imensurável do Espiritismo à estreiteza de uma nova seita, em cujo organismo grassem os erros derivados da incompetência e do abastardamento, de que o desconhecimento da Codificação se faz motivação poderosa.

O Movimento Espírita é o resultado do labor dos homens, enquanto o Espiritismo é a Doutrina dos Espíritos dirigida aos homens.

O Espiritismo, pois, não cessemos de repetir, é ciência de observação e investigação incessante. Tateamos agora as primeiras constatações, ante o infinito das realidades que ele busca, devassa e esclarece. Há, ainda e continuamente, infindo campo de informação a perquirir e constatar no eloqüente continente da vida espiritual.

Estudado, o Espiritismo dealba a antemanhã luminosa da humanidade do futuro, desde agora.
Como Filosofia, a sua escola de indagação não se limita às linhas clássicas da discussão, nem se empareda na estreiteza dos conceitos ultramontanos ou do debate limitado, porquanto estas não são as primeiras nem as últimas palavras das elucidações que faculta, nem dos esclarecimentos que oferta.



Religião da ciência, como ciência da filosofia, é, ao mesmo tempo, a filosofia da religião, e sua ética não se estratifica na moralidade das convenções transitórias, nem se resume a dogmas atentatórios à razão.


Com fundamentos na Revelação Moisaica, através do insubstituível código do Decálogo, sempre oportuno e novo em toda a sua elaboração — segurança para cada homem e arbítrio para todas as nações — abranda, com a excelsa beleza do Evangelho do Cristo, a aspereza severa das antigas leis de Talião, dando cumprimento às promessas dos Profetas e de Jesus.

Doutrina que acompanha o progresso do Conhecimento e estimula novas formas de averiguação e pesquisa, não se detém nas conquistas conseguidas, antes projeta para o mundo das causas as suas alocuções filosóficas, facultando empreendimentos mais audaciosos e profundos, tendo em vista o investimento homem — esse objetivo essencial da sua obstinada busca transcendental.


Convertê-lo em resíduo seitista é desfigurá-lo danosamente, ceifando os elevados objetivos a que se propõe. Mantê-lo em círculo de mediunismo desregrado, significa desconsiderá-lo no aspecto superior das suas realizações: o da pesquisa científica, por cujos roteiros a ciência e a fé se unirão na romagem para a vida e para Deus.

É verdade que se alastram formas primitivas de mediunismo em toda parte, merecendo esta questão mais cuidadoso exame, para melhor serem debeladas as nefastas conseqüências de tal fenômeno. E, por essa razão, maior deve ser o nosso empenho na sadia divulgação dos postulados espíritas, lavrados no estudo sistemático e constante do contexto doutrinário, para que o medicamento com que pretendemos amenizar ou erradicar os males morais da sociedade hodierna, não venha a produzir maiores danos, como resultado da sua má dosagem e aplicação.

A princípio, o Cristianismo foi eficiente remédio aplicado sobre as feridas do Paganismo. A indiscriminada e irracional utilização da Doutrina do Cristo, deformada nos seus pontos básicos, sobre as chagas sociais da época, produziu cânceres mais virulentos do que aqueles que visava a combater e de cujos danos ainda sofrem as comunidades modernas...


Fenômeno consentâneo pode ocorrer nestes dias com o Espiritismo... Sem dúvida, a Doutrina é irreversível e sadia. Todavia, a Boa Nova também o é. . .

Dilatam-se as referências espíritas no organismo social do momento; multiplicam-se as Casas Espíritas; há adesões em massa ao Espiritismo; surgem os primeiros sintomas de cultos espíritas; aparecem fartas concessões ao Espiritismo. . . Respeitando e considerando todas as formas de divulgação, não nos podemos furtar à conclusão de que a quantidade tem recebido maior valorização do que a qualidade, que deve manter o caráter específico de pureza que não podemos subestimar.

O movimento espírita cresce e se propaga, mas a Doutrina Espírita permanece ignorada, quando não adulterada em muitos dos seus postulados, ressalvadas as excelentes e incontáveis exceções.

O que se possa lucrar pela quantidade pode redundar em prejuízo na qualidade.

No que diz respeito ao capítulo das obsessões, aventureiros inescrupulosos se intrometem, inspirados por mentes desencarnadas afeiçoadas à lavoura da perturbação, fazendo que promovam espetáculos lamentáveis, nos quais a mediunidade se transforma em chaga espiritual, por cuja purulência exsudam as misérias pretéritas...


Alardeiam perseguições, esses malfazejos diretores de trabalhos, e, em nome do esclarecimento, apavoram os neófitos, fazendo que, pelo medo e através do desconhecimento do Espiritismo, se vinculem aos seus desafetos desencarnados, mediante a fixação mental ou ao pavor que os dominam, após as incursões inconscientes em misteres de tal monta.

O Espiritismo é doutrina de otimismo, de educação integral, de higiene mental e moral. É o retorno do Cristo ao atormentado homem do século ciclópico da Tecnologia, através dos seus emissários, renovando a Terra e multiplicando a esperança e a paz nas mentes e nos corações que Lhe permaneçam fiéis.

Nos redutos em que o estudo da Doutrina Espírita é considerado desnecessário, afirma-se que êle se faz adversário da cultura e, a pretexto de auxílio aos que sofrem, atenta-se contra a ciência médica, principalmente, reduzindo-o a superstição danosa e inconseqüente.



Destinado aos infelizes, estes não são apenas os que sofrem as dificuldades econômicas e são conhecidos como constituintes das classes humildes. A dor não se limita a questões de circunstância, tempo e lugar. Dessa maneira, não prescreve a ignorância, mas proscreve-a.

lmpostergável, portanto, o compromisso que temos, todos nós, desencarnados e encarnados, de estudar e divulgar o Espiritismo nas bases nobres com que no-lo apresentou Allan Kardec, a fim de que o Consolador, de que se faz instrumento, não apenas enxugue em nós os suores e as lágrimas, mas faça estancar, nas fontes do sofrimento, as causas de todas as aflições que produzem as lágrimas e os suores.

Nesta aferição de valores, para o elevado mister da divulgação espírita, oremos e vigiemos, conforme a recomendação do Mestre, para que nos desincumbamos a contento do cometimento aceito, dando conta da nossa responsabilidade, com o espírito tranqüilo e a mente pacificada.


Autor: Vianna de Carvalho (espírito)
Psicografia de Divaldo Franco. Livro: Sementeira da Fraternidade.

De: Victor Hugo
Para: Todos
E-mail: vhgdebem@gmail.com
Data: 01/09/14 08:07


ONZE TÓPICOS DE CAMILO CÂNDIDO BOTELHO

1 - É o homem um composto de tríplice natureza: - humana, astral e espiritual, isto
é - matéria, fluido e essência. Esse composto poderá também ser traduzido em expressão
mais concreta e popular, assimilável ao primeiro grau de observação: - corpo carnal,
corpo fluídico ou perispírito, e alma ou Espírito, sendo que do último é que se irradiam
Vida, Inteligência, Sentimento, etc., etc. - centelha onde se verifica a essência divina e
que no homem assinala a hereditariedade celeste! Desses três corpos, o primeiro é
temporário, obedecendo apenas à necessidade das circunstâncias inalienáveis que
contornam o seu possuidor, fadado à desorganização total por sua própria natureza putrescível, oriunda do limo primitivo: - é o de carne. O segundo é imortal e tende a
progredir, desenvolver-se, aperfeiçoar-se através dos trabalhos incessantes nas lutas dos
milênios: - é o fluídico; ao passo que o Espírito, eterno como a Origem da qual provém,
luz imperecível que tende a rebrilhar sempre mais aformoseada até retratar em grau
relativo o Fulgor Supremo que lhe forneceu a Vida, para glória do seu mesmo Criador - é
a essência divina, imagem e semelhança - (que o será um dia) - do Todo-Poderoso Deus!
2 - Vivendo na Terra, esse ser inteligente, que deverá evolver pela Eternidade,
denomina-se Homem! sendo, portanto, o homem um Espírito encarcerado num corpo de
carne ou encarnado.
3 - Um Espírito volta várias vezes a tomar novo corpo carnal sobre a Terra, nasce
várias vezes a fim de tornar a conviver nas sociedades terrenas, como Homem,
exatamente como este é levado a trocar de roupa muitas vezes...
4 - O suicida é um Espírito criminoso, falido nos compromissos que tinha para com
as Leis sábias, justas e imutáveis estabelecidas pelo Criador, e que se vê obrigado a
repetir a experiência na Terra, tomando corpo novo, uma vez que destruiu aquele que a
Lei lhe confiara para instrumento de auxílio na conquista do próprio aperfeiçoamento -
depósito sagrado que ele antes deveria estimar e respeitar do que destruir, visto que lhe
não assistiam direitos de faltar aos grandes compromissos da vida planetária, tomados
antes do nascimento em presença da própria consciência e ante a Paternidade Divina,
que lhe fornecera Vida e meios para tanto.
5 - O Espírito de um suicida voltará a novo corpo terreno em condições muito
penosas de sofrimento, agravadas pelas resultantes do grande desequilíbrio que o
desesperado gesto provocou no seu corpo astral, isto é, no perispírito.
6 - A volta de um suicida a um novo corpo carnal é a lei. É lei inevitável,
irrevogável! É expiação irremediável, à qual terá de se submeter voluntariamente ou não,
porque a seu próprio benefício outro recurso não haverá senão a repetição do programa
terreno que deixou de executar.
7- Sucumbindo ao suicídio o homem rejeita e destrói ensejo sagrado; facultado por
lei, para a conquista de situações honrosas e dignificantes para a própria consciência,
pois os sofrimentos, quando heroicamente suportados, dominados pela vontade soberana
de vencer, são como esponja mágica a expungir da consciência culposa a caligem
infamante, muitas vezes, de um passado criminoso, em anteriores etapas terrenas. Mas,
se, em vez do heroísmo salvador, preferir o homem a fuga às labutas promissoras,
valendo-se de um auto-atentado que bem revelará a vasa de inferioridade que lhe
infelicita o caráter, retardará o momento almejado para a satisfação dos mais caros
desejos, visto que jamais se poderá destruir porque a fonte de sua Vida reside em seu
Espírito e este é indestrutível e eterno como o Foco Sagrado de que descendeu!
8 - Na Espiritualidade raramente o suicida permanecerá durante muito tempo.
Descerá à reencarnação prestamente, tal seja o acervo das danosas conseqüências
acarretadas; ou adiará o cumprimento daquela inalienável necessidade caso as
circunstâncias atenuantes forneçam capacidade para o ingresso em cursos de
aprendizado edificante, que facilitarão as pelejas futuras a prol de sua mesma
reabilitação.
9 - O suicida é como que um clandestino da Espiritualidade. As leis que regulam a
harmonia do mundo invisível são contrariadas com sua presença em seus páramos antes da época determinada e legal; e tolerados são e amparados e convenientemente
encaminhados porque a excelência das mesmas, derramada do seio amoroso do Pai
Altíssimo, estabeleceu que a todos os pecadores sejam incessantemente renovadas as
oportunidades de corrigenda e reabilitação!
10 - Renascendo em novo corpo carnal, remontará o suicida à programação de
trabalhos e prélios diversos aos quais imaginou erradamente poder escapar pelos atalhos
do suicídio; experimentará novamente tarefas, provações semelhantes ou absolutamente
idênticas às que pretendera arredar; passará inevitavelmente pela tentação do mesmo
suicídio, porque ele mesmo se colocou nessa difícil circunstância carreando para a
reencarnação expiatória as amargas seqüências do passado delituoso! A tal tentação,
porém, poderá resistir, visto que na Espiritualidade foi devidamente esclarecido,
preparado para essa resistência. Se contudo vier a falir por uma segunda vez - o que será
improvável -, multiplicar-se-á sua responsabilidade, multiplicando-se, por isso mesmo,
desastrosamente, as séries de sofrimentos e pelejas reabilitadoras, visto que é imortal!
11 - O estado indefinível, de angústia inconsolável, de inquietação aflitiva e
tristeza e insatisfações permanentes; as situações anormais que se decalcam e sucedem
na alma, na mente e na vida de um suicida reencarnado, indescritíveis à compreensão
humana e só assimiláveis por ele mesmo, somente lhe permitirão o retorno à normalidade
ao findar das causas que as provocaram, após existências expiatórias, testemunhos
severos onde seus valores morais serão duramente comprovados, acompanhando-se de
lágrimas ininterruptas, realizações nobilitantes, renúncias dolorosas de que se não poderá
isentar... podendo tão dificultoso labor dele exigir a perseverança de um século de lutas,
de dois séculos... talvez mais... tais sejam o grau dos próprios deméritos e as disposições
para as refregas justas e inalienáveis!

Camilo Cândido Botelho (espírito), obra recebida pela mediunidade de Yvonne A. Pereira.
Livro: Memórias de um Suicida


SUICÍDIO DE JOVENS

Integrando a repesa falange, muitos haviam patenteando o fruto nefasto da
escassa educação moral obtida nos lares destituídos da verdadeira iluminação cristã!
Jovens que, apenas saídos da adolescência, haviam tombado inermes ao primeiro
choque com as contrariedades comuns à existência terrena, preferindo a aventura do
suicídio, completamente faltos de ideal, de senso, de respeito a si mesmo, à Família e a Deus! As desgraças por eles encontradas, além do suicídio, eram como o terrível
atestado, o pavoroso libelo contra a irresponsabilidade dos pais ou responsáveis por eles
à face de Deus, a prova infamante da desatenção com que se portaram deixando de
diligenciar sólida edificação moral em torno deles! Para tais casos, soubemos que severas
contas deveriam prestar futuramente às Soberanas Leis os descautelosos pais que
permitiram asas às perniciosas inclinações dos filhos, sem tentar corrigi-las, favorecendo
assim ocasiões aos desequilíbrios desesperados de que o suicídio foi o lógico resultado!

Camilo Cândido Botelho (espírito), obra recebida pela mediunidade de Yvonne A. Pereira.
Livro: Memórias de um Suicida

Só muito vagarosamente Espíritos vulgares ou muito humanizados conseguem desfazer-se dessas pequenas frivolidades das rotinas terrestres tais como uso de roupas convencionais, joias e fórmulas sociais infrutíferas.

Camilo Cândido Botelho (espírito), obra recebida pela mediunidade de Yvonne A. Pereira.
Livro: Memórias de um Suicida

De: Wilson
Para: Os Estudiosos
E-mail: wilsonmoreno67@gmail.com
Data: 29/08/14 22:09

O Livre arbítrio

O Livre arbítrio é a liberdade moral que o ser humano tem para praticar o bem ou o mal, não existem fatalidades morais na vida do Espírito.
Nenhum espírito se reencarna no mundo terra ou plano material, para ser fraco, covarde,derrotado,viciado,malandro, picareta, corrupto, bandido.
Não existe predestinação para o mal.
O Espírito se reencarna no plano terreno é para VENCER as suas imperfeições morais e Evoluir, pela sua luta e esforço pessoal.
O mal não é obra de Deus e nem fatalidade cega do Destino.
O mal é obra do próprio homem, que usa seu livre arbítrio de forma errada, a pessoa se entrega as suas imperfeições morais e as influencias negativas da matéria, e passa a cometer erros, vícios e faltas.
O nosso DEVER é lutar contra as nossas imperfeições morais e contra as influencias negativas da matéria, para podermos crescer espiritualmente e Evoluir.

Ninguém está PREDESTINADO para o fracasso, para a derrota, para os vícios, para os crimes, para a corrupção, estamos no mundo Terra é para lutar e Vencer, é para Brilhar a nossa Luz.
A Evolução é Obra nossa, temos que Construir essa Evolução mediante o nosso aprimoramento Moral e Intelectual. O mesmo tempo e energia que gastamos para fazer o mal, podemos usar para fazer o Bem, é uma questão de livre arbítrio e não de Destino traçado.
Repetimos, não existe predestinação para o fracasso moral.
Nenhum Espírito se reencarna no mundo terra para ser um derrotado na vida moral e material.
Nós somos DONOS da nossa mente, do nosso pensamento, do nosso sentimento e da nossa atitude, portanto, somos DONOS do nosso destino e da nossa Evolução.
Livre arbítrio é a liberdade que eu tenho para pensar, sentir e agir.
Portanto o Bem ou o mal quem Constrói sou eu e não o Destino, a vitoria ou a derrota quem Constrói sou eu, a Virtude ou o Vicio que constrói sou eu, Luz ou a escuridão quem escolhe sou eu, ser forte ou ser fraco quem escolhe sou eu, subir ou cair quem escolhe sou eu, um Destino de paz ou de sofrimento, quem constrói sou eu.
Eu sou DONO de mim mesmo, isso é Livre ábitrio, liberdade para eu Construir ou destruir ou se destruir.
Deus não criou nenhum Espirito fraco, derrotado, covarde, doente, picareta, viciado, malandro, bandido, corrupto.
Deus não criou o mal, nem a miséria, nem as guerras, nem os crimes, nem o sofrimento, nem as enfermidades, nem as favelas, nem a exploração, nem o racismo, tudo isso é obra das enfermidades morais do homem, ou seja, o mal uso do Livre arbítrio, o cenário social e político do mundo é Obra dos homens, nós plantamos e depois colhemos.
Quem planta pimenta vai colher pimenta.
Quem planta morangos vai colher morangos.
Essa é a Lei, não para punir, mais para reajustar ou disciplinar os espíritos faltosos.
Tudo isso se resume no uso do Livre arbítrio.


Wilson Moreno

Sou de São Gonçalo perto de Niteroi Rio de Janeiro, estou procurando um centro espírita bom e serio perto de mim e também estou tentando publicar meus textos.


De: Victor Hugo
Para: ALEX
E-mail: vhgdebem@gmail.com
Data: 26/08/14 00:35

Caro irmão ALEX,

Bom dia! Desejo que cada segundo seu seja repleto de luz, harmonia, saúde, paz e infinita alegria!

Que a Paz do Amado Mestre Jesus lhe envolva hoje e sempre.

Por favor, guarde esses três ensinamentos contra o toc:

1. Esse pensamento não me interessa
2. Vou seguir em frente
3. Perseverança

Dito, devo frisar que O Espiritismo é o Consolador prometido por Jesus, que veio, no devido tempo, recordar e complementar o que Ele ensinou, \"restabelecendo todas as coisas no seu verdadeiro sentido\", trazendo, assim, à Humanidade, as bases reais para sua espiritualização. É de grande relevância recordarmos que Jesus, em sua primeira e única encarnação na Terra, despediu-se dos discípulos com um discurso. Assim, o Mestre – o espírito mais perfeito que já passou pela Terra, o nosso Governador Espiritual, o nosso único Guia e Modelo – afirmou:
\"Se vós me amais, guardai meus mandamentos; e eu pedirei a meu Pai e ele vos enviará outro Consolador, a fim de que fique eternamente convosco: - O Espírito de Verdade, que o mundo não pode receber, porque não o vê e não o conhece. Mas, quanto a vós, conhecê-lo-eis porque permanecerá convosco e estará em vós. - Porém, o Consolador, que meu Pai enviará em meu nome, vos ensinará todas as coisas e vos fará recordar tudo o que vos tenho dito. Ademais, eu não posso dizer tudo agora.\" (João, cap. XIV, v. 15 a 17 e 26).


Sendo assim, é a Doutrina de Jesus, é a Doutrina Filosófica, Científica, e Religiosa Codificada pelo missionário Allan Kardec, sendo que há cinco obras básicas:
O Livro dos Espíritos, O Livro dos Médiuns, O Evangelho Segundo o Espiritismo, O Céu e o Inferno, e A Gênese.


Todas as religiões dizem que DEUS é justo: o Espiritismo prova com a reencarnação, tal como disse Jesus \"Para adentrar ao Reino dos Céus é necessário nascer de novo\". Todas as religiões dizem que a alma é imortal, o Espiritismo demonstra pela comunicação dos Espíritos. Somente a Doutrina Espírita elucida os meandros da Lei de causa e efeito, o porque da dor, do sofrimento e da aflição, como Jesus disse (Mateus, cap. 16, vers. 27): \"A cada um será dado segundo as suas obras\". Apenas a Doutrina Espírita apresenta argumentos irrefutáveis acerca da pluralidade dos mundos habitados, tal como estabelceu Jesus (João, cap. 14, vers. 1 a 3): \"Há muitas moradas na Casa de meu Pai\". Finalmente, para não tomarmos muito o seu tempo, só o Espiritismo explica como ocorre o intercâmbio entre os dois planos da vida, o mundo espiritual e o material. E assim por diante.

Posto isso, deve-se fazer o auto-encontro, o auto-descobrimento, e trabalhar para Jesus. Na questão 919 de O Livro dos Espíritos, Allan Kardec perguntou:

\"Qual é o meio prático mais eficaz para evoluir na Terra sem se deixar levar pelas más tendências?\" É o mesmo que perguntar: como chegar à felicidade possível na Terra?

E os espíritos superiores responderam: \"Um sábio da antiguidade já disse: conhece-te a ti mesmo\".

Posto isso, a Terra configura-se como sendo uma escola de bençãos em que nós aprendemos bastante; mas também a Terra é uma oficina de Luz na qual, se nos empenhamos no Evangelho de Jesus, nós trabalhamos muito, pois o Evangelho é muito claro: todos temos uma tarefa na Terra.

Se você recorrer ao maior tratado de psicoterapia já escrito na Terra, O Evangelho Segundo o Espiritismo, irá perceber que, no capítulo 3 Allan Kardec classifica a Terra como um mundo de expiação e provas. Se for ao capítulo 5, irá encontrar os ítens Causas Atuais das Aflições e causas Anteriores das Aflições. É aí que entra o TOC. O mal uso da inteligência provocou a consciência de culpa e, ao reencarnar, o perispírito inseriu no código genético o débito.....por isso você tem o toc. Existem vários níveis, mas a essência é essa. Leia o livro de Joanna de Ângelis (espírito), psicografado por Divaldo Franco: Triunfo Pessoal. Vá ao capítulo acerca do toc.

Cabe lembrar que DEUS nos concedeu o livre-arbítrio, a liberdade de pensar e agir como quisermos e, assim, somos os responsáveis pelos nossos atos nesta reencarnação e nas outras e arcamos com as conseqüências sejam boas ou não, da mesma forma que somos os construtores do nosso futuro tendo como base as nossas ações nos dias atuais. Daí a máxima do Mestre já citada: \"A cada um será dado segundo as suas obras\". (Mateus, cap. 16, vers. 27) Consulte a questão 115 de O Livro dos Espíritos, e perceberá que todos fomos cridos espíritos simples e ignorantes; por conseguinte, ao longo das várias reencarnação, mediante o uso do livre-arbítrio, construímos a nossa própria personalidade. Desse modo, por exemplo, não está previsto que alguém reencarne na Terra, use cigarro, e tenha câncer no pulmão: está previsto que a pessoa supere, se liberte da má tendência do vício. Como? Pelo bom uso do livre-arbítrio.


Sugerimos que vá à Casa Espírita e ouça as palestras. Inicie o Estudo Sistematizado da Doutrina Espírita.

Leia os seguintes livros: O Evangelho Segundo o Espiritismo (de Allan Kardec); O Livro dos Espíritos (de Allan Kardec) e O Livro dos Médiuns (Allan Kardec). Siga em frente com perseverança.

Comece por O Evangelho Segundo o Espiritismo e O Livro dos Espíritos.


A partir daí, indico-lhe os seguintes:


Manoel Philomeno de Miranda (espírito), escreveu 16 livros até o momento por Divaldo Franco. É o maior especialista em mediunidade e obsessão que se comunica com a Terra. Sugiro que leia Entre os Dois Mundos e Nas Fronteiras da Loucura.


Emmanuel (espírito), guia de Chico Xavier, sempre retrata a questão moral, como nos livros Fonte Viva, Vinha de Luz, e Caminho, Verdade e Vida. Também há os romances.....leia Paulo e Estevão.


André Luiz é um repórter do mundo espiritual. Escreveu por Chico Xavier também. Sugiro que leia E a Vida Continua e No Mundo Maior.


Victor Hugo (espírito), é aquele que foi romancista francês. Escreve por Divaldo Franco e é, simplesmente, muito bom. Sugiro Os Diamantes Fatídicos e Quedas e Ascensão. São romances verídicos que abordam as Leis Divinas de maneira veemente.


Amélia Rodrigues (espírito). Poetisa notável que escreve sobre a época de Jesus e os eventos em que o Mestre ensinou. São 12 livros psicografados por Divaldo Franco. Sugiro Até o Fim dos Tempos e Há Flores no Caminho.

Joanna de Ângelis é a mentora espiritual de Divaldo Franco. Sugerimos Vida Feliz, Episódios Diários, Iluminação Interior, Nascente de Bênçãos e Entrega-te a DEUS. Além disso, indicamos a série psicológica de 16 livros da benfeitora espiritual:

01 - Jesus e Atualidade
02 - O Homem Integral
03 - Plenitude
04 - Momentos de Saúde
05 - O Ser Consciente
06 - Autodescobrimento
07 - Desperte e Seja Feliz
08 - Vida: Desafios e Soluções
09 - Amor, Imbatível Amor
10 - O Despertar do Espírito
11 - Jesus e o Evangelho à Luz da Psicologia Profunda
12 - Triunfo Pessoal
13 - Conflitos Existenciais
14 - Encontro com a Paz e a Saúde
15 - Em Busca da Verdade
16 - Psicologia da Gratidão




E assim vai.....

Faça, também, o evangelho no lar. (instruções abaixo)

Colocamos abaixo mensagens de Luz para você

Muita Paz

Fique com DEUS

\"Bem-aventurados os mansos e pacíficos, pois herdarão a Terra\". JESUS (Mateus, cap. 5, vers. 5)

\"Buscai a Verdade; a Verdade vos libertará\". JESUS (João, cap. 8, vers. 32)

\"Fora da caridade não há salvação\" ALLAN KARDEC

\"Fé inabalável é somente aquela que pode encarar a razão, face a face, em todas as épocas da Humanidade\". ALLAN KARDEC

\"Todos os Espíritos estão destinados à perfeição, e Deus lhes fornece as maneiras de alcançá-la por meio da reencarnação\". ALLAN KARDEC


\"Pensamento otimista e sadio, palavra esclarecedora, sem a pimenta da
malícia ou da censura e atitudes bem definidas no compromisso superior
aceito, ser-te-ão abençoadas forças mentais e escoras morais
impedindo-te que erres ou que caias. Abre, desse modo, os teus braços, submete- te cruz redentora e avança. Pára a ouvir um pouco as vozes do passado
que ensinam experiências e não temas: sê fiel a Jesus até o fim!\"
Joanna de Ângelis (espírito) / Divaldo Franco


Nosso espírito residirá onde projetarmos nossos pensamentos, alicerces
vivos do bem e do mal. Por isto mesmo, dizia Paulo, sabiamente: -
\"Pensai na coisas que são de cima.\"
Emmanuel (espírito) / psicografia de Francisco Cândido Xavier.

Cada criatura constrói na própria mente e no próprio coração o paraíso
que a erguerá ao nível sublime da perfeita alegria, ou o inferno que a
rebaixará aos mais escuros antros de sofrimento. Emmanuel (espírito) / psicografia de Francisco Cândido Xavier.

Acalma a mente e harmoniza o mundo interior.
A paz legítima emerge do coração feliz e da mente que compreende, age
e confia. Joanna de Ângelis (espírito) / psicografia de Divaldo Franco

Não sobrecarregues os teus dias com preocupações desnecessárias, a fim
de que não percas a oportunidade de viver com alegria. André Luiz (espírito) / psicografia de Francisco Cândido Xavier.


ALEGRIA

A vida é benção, e deve ser mantida saudável, alegre, promissora, mesmo quando sob a injunção libertadora de provas e expiações.Tornando tua vida agradável, serão frutíferos e ensolarados todos os teus dias. Sempre pense de modo saudável, por mais que sintas o coração doer ou sensações ruins. Eleva-te sempre, não dês atenção à perturbação. Seguindo esta conduta alegre você irá, com o passar do tempo, ficar bem e desfrutar de paz interior.

Vives consoante pensas e almejas, consciente ou inconscientemente.

Conforme dirijas a mente, recolherás os resultados. Possuis todos os recursos ao alcance da vontade. Canalizando-a para o bem ou para o mal, fruirás saúde ou doença. Tem em mente, no entanto, que o teu destino é programado pela tua mente e pelos teus atos, dependendo de ti a direção que lhe concedas.

Autor: Joanna de Ângelis (espírito)
Psicografia de Divaldo Franco


PERSEVERANÇA

Sempre que aflições te visitem na forma de enfermidade ou tristeza, humilhação ou penúria, perseguição ou tentação, prejuízo ou desastre, não te rendas às sugestões de rebeldia ou desalento. Trabalha e espera, entre o prazer de servir e a felicidade de confiar, recordando que, se procuras pelo socorro de Deus, o socorro de Deus também te procura. E se a tranqüilidade parece tardar, porque privações e provações se multipliquem, persevera com o trabalho e com a esperança, lembrando-te de que a lei do bem opera sempre e de que o amparo de Deus está oculto ou vem vindo.

Emmanuel (espírito) / psicografia de Chico Xavier



ELES ESTÃO VIVOS

Ainda quando não reconheças, de pronto, semelhante verdade, eles te vêem e te escutam!
Quando possível, seguem-te os passos compartilhando-te problemas e aflições.

Compadece-te dos que te precederam na Grande Renovação!
Aqueles que viste partir de mãos desfalecentes nas tuas, doando os derradeiros pensamentos terrestres através dos olhos fitos nos teus, não estão mortos. Entraram em novas dimensões de existência, mas prosseguem de coração vinculado ao teu coração.
Assinalam-te o afeto e agradecem-te a lembrança, no entanto, quase sempre se escoram em tua fé, buscando em ti a fôrça precisa para restauração espiritual que demandam.

Muitos deles, ainda inadaptados a vida diferente que são compelidos a facear, pedem serenidade em tua coragem e apoio em teu amor...
Outros, muitos, jazem mergulhados na bruma da saudade, detidos na sede de reencontro, ante as requisições continuadas dos teus pensamentos de angústia.

Outros muitos, seguem-te ainda. Aqueles que se despediram de ti, depois de longa existência, abençoando-te a vida... Os que amaste, indicando-lhes o caminho para as esferas superiores ... Os que lenantas-te para a luz da esperança e aqueles outros que socorreste um dia com o ósculo da amizade e da beneficiência. Todos te agradecem, estendendo-te os braços no sentido de te auxiliar a transpor as estradas que ainda te cabem percorrer.
Auxilia aos entes queridos na espiritualidade a fim de que te possam auxiliar!

Se lhes recorda a presença e o carinho, preenche o vazioque te impuseram à Alma, abraçando o trabalho que terão deixado de fazer. Sê a voz que lhes reconforte os seres amados ainda na Terra, a força que lhes execute o serviço de paz e amor que não terminaram, a luz para aqueles que lhes lastimam a aus~encia em recantos de sombra ou o amparo em favor daqueles que desejariam continuar sustentando no mundo!

Compadece-te dos entes queridos que te antecederam na Grande Libertação!

Chora, porque a dor é forte e, é fonte de energias renovadoras por dentro do coração, mas chora trabalhando e servindo, auxiliando e amando sempre!
E deixa que os corações amados, hoje no mais Além, te enxuguem as lágrimas, inspirando-te ação e renovação, porque, no futuro, tê-lo-ás a todos positivamente contigo nas alegrias do Novo despertar.


Autor: Emmanuel (espírito)
Psicografia de Chico Xavier


SEMPRE COM DEUS

Lembra-te de Deus para que saibas agradecer os talentos da vida.
Se te encontras cansado, pensa Nele, o eterno Pai que jamais descansa. Como nos ensinou o próprio Jesus, o Pai trabalha constantemente.
Se te encontras triste, eleva a Deus os teus sentimentos, meditando na alegria solar com que, todas as manhãs, a infinita bondade do Pai dissolve as trevas, anunciando um dia novo de oportunidades.
Se estás doente pensa em como Deus, na sua compaixão e equilíbrio, reajusta os quadros da natureza. Pensa em como após a tempestade que arranca árvores centenárias e destrói montanhas, tudo se asserena.
Se te sentes incompreendido, ainda assim volta-te para Deus. Ele, o eterno doador de todas as bênçãos, quantas vezes é incompreendido pelas criaturas que criou e sustenta. Mesmo assim, a sua paciência inesgotável não desanima, aguardando que nos decidamos por abandonar nossas imperfeições.
Se te sentes humilhado, entrega a Deus as dores da tua sensibilidade ferida ou do orgulho menosprezado, refletindo no anonimato com que ele esconde a sua imensa grandeza, servindo-nos todos os dias.
Se te sentes sozinho, busca a companhia sublime de Deus na pessoa daqueles que seguem na retaguarda, cambaleantes de sofrimento. Os mais solitários que tu mesmo, que se encontram em provações mais difíceis que as tuas. Procura aqueles que a miséria encara todas as horas e necessitam da tua ajuda para matar a fome, a sede, acalmar a dor.
Sai de ti mesmo e procura-os. Eles se encontram nas favelas, nas praças, nos hospitais, nos asilos, nas prisões. Talvez, ao teu lado, nos familiares que te esperam um gesto de carinho, uma palavra amiga, um pouco de atenção.
Se estás aflito, confia a Deus as tuas ansiedades. Fala-lhe de tudo aquilo que te vai na intimidade e Nele, que é o amor, todas as tuas tormentas haverão de se acalmar.
Enfim, seja qual for a dificuldade, recorda o todo misericordioso que não nos esquece.
Na oração haverás de encontrar a força a fim de te ergueres e superares os problemas, pequenos ou grandes que te estejam a supliciar.
Na oração, que é rota de luz, não haverá de te faltar o ânimo para enfrentar mais este dia, com coragem, bom ânimo e alegria, porque, afinal de contas, dia como este nunca houve e nem haverá igual.
***
Na vida, auxilia quanto puderes. Faze o bem sem olhar a quem.
Imagina que és o lavrador e o teu próximo é o campo. Tu plantas e o outro produz. Tu és o celeiro, o outro é o cliente.
Se desejas seguir para Deus, pensa que entre Deus e tu mesmo, o próximo é a ponte.
O Criador atende às criaturas através das criaturas.
Por isso mesmo, é preciso viver e servir.
(Equipe de Redação do Momento Espírita, baseado nos caps. 13 e 19 do livro \"O Espírito da Verdade, ed. FEB)


ESPIRITISMO

O Espiritismo estabelece com base em fatos, provas, evidências que:


. DEUS é o Pai Criador, a Inteligência Suprema e Causa Primeira de todas as coisas.

. Jesus é um espírito puro, tendo atingido o grau máximo de perfeição a que um espírito pode chegar. É o Governador Espiritual da terra, é o Incomparável Mestre, o nosso único Guia e Modelo.

. O Espírito é imortal.

. Todos reencarnamos várias vezes, seja na Terra ou em outro mundo, pois, conforme Jesus disse “Há muitas moradas na casa de Meu Pai”.

. Todos temos o livre-arbítrio (liberdade de pensar e agir) e arcamos com as conseqüências dos nossos atos, sejam boas ou não. A isso dá-se o nome de Lei de Causa e Efeito, conforme Jesus estabeleceu “A cada um será dado segundo as suas obras”.


Princípios da Doutrina Espírita (pontos fundamentais):

DEUS: O Pai Criador, a Inteligência Suprema, a Causa Primeira de Todas as Coisas.
JESUS: O Guia e Modelo, O Amado Mestre, O Espírito Mais Perfeito que já passou pela Terra, o Governador Espiritual do Planto Terrestre.
KARDEC: A Base Fundamental.

. Deus é a inteligência suprema e causa primária de todas as coisas. É eterno, imutável, imaterial, único, onipotente, soberanamente justo e bom.
. O Universo é criação de Deus. Abrange todos os seres racionais e irracionais, animados e inanimados, materiais e imateriais.
. Além do mundo corporal, habitação dos Espíritos encarnados (Homens), existe o mundo espiritual, habitação dos Espíritos desencarnados.
. No Universo há outros mundos habitados, com seres de diferentes graus de evolução: iguais, mais evoluídos e menos evoluídos que os homens.
. Todas as leis da Natureza são leis divinas, pois que Deus é o seu autor. Abrangem tanto as leis físicas como as leis morais.
. O homem é um Espírito encarnado em um corpo material. O perispírito é o corpo semi-material que une o Espírito ao corpo material.
. Os Espíritos são os seres inteligentes da criação. Constituem o mundo dos Espíritos, que preexiste e sobrevive a tudo.
. Os Espíritos são criados simples e ignorantes, evoluem intelectual e moralmente, passando de uma ordem inferior para outra mais elevada, até a perfeição, onde gozam de inalterável felicidade.
. Os Espíritos preservam sua individualidade, antes, durante e depois de cada encarnação.
. Os Espíritos reencarnam tantas vezes quantas forem necessárias ao seu próprio aprimoramento.
. Os Espíritos evoluem sempre. Em suas múltiplas existências corpóreas podem estacionar, mas nunca regridem. A rapidez do seu progresso, intelectual e moral, depende dos esforços que faça para chegar à perfeição.
. Os Espíritos pertencem a diferentes ordens, conforme o grau de perfeição a que tenham alcançado: Espíritos Puros, que atingiram a perfeição máxima; Bons Espíritos, nos quais o desejo do bem é o que predomina; Espíritos imperfeitos, caracterizados pela ignorância, pelo desejo do mal e pelas paixões inferiores.
. As relações dos Espíritos com os homens são constantes, e sempre existiram. Os bons Espíritos nos atraem para o bem, nos sustentam nas provas da vida e nos ajudam a suportá-las com coragem e resignação. Os imperfeitos nos induzem ao erro.
. Jesus é o guia e modelo para toda a Humanidade. E a Doutrina que ensinou e exemplificou é a expressão mais pura da Lei de Deus.
. A moral do Cristo, contida no Evangelho, é o roteiro para a evolução segura de todos os homens, e a sua prática é a solução para todos os problemas humanos e o objetivo a ser atingido pela Humanidade.
. O homem tem o livre-arbítrio para agir, mas responde pelas conseqüências de suas ações.
. A vida futura reserva aos homens penas e gozos compatíveis com o procedimento de respeito ou não à Lei de Deus.
. A prece é um ato de adoração a Deus. Está na lei natural, e é o resultado de um sentimento inato do homem, assim como é inata a idéia da existência do Criador.
. A prece torna melhor o homem. Aquele que ora com fervor e confiança se faz mais forte contra as tentações do mal e Deus lhe envia bons Espíritos para assisti-lo. É este um socorro que jamais se lhe recusa, quando pedido com sinceridade.


Prática Espírita

. Toda a prática espírita é gratuita, dentro do princípio do Evangelho: \"Dai de graça o que de graça recebestes\". Assim, todos os trabalhadores espíritas (oradores, passistas, dirigentes, médiuns de toda ordem, etc) trabalham sem recebimento financeiro algum.
. A prática espírita é realizada sem nenhum culto exterior, dentro do princípio cristão de que Deus deve ser adorado em espírito e verdade.
. O Espiritismo não tem sacerdotes e não adota e nem usa em suas reuniões e em suas práticas: altares, imagens, andores, velas, procissões, sacramentos, concessões de indulgência, paramentos, bebidas alcoólicas ou alucinógenas, incenso, fumo, talismãs, amuletos, horóscopos, cartomancia, pirâmides, cristais, búzios ou quaisquer outros objetos, rituais ou formas de culto exterior.
. O Espiritismo não impõe os seus princípios. Convida os interessados em conhecê-lo a submeter os seus ensinos ao crivo da razão antes de aceitá-los.
. A mediunidade, que permite a comunicação dos Espíritos com os homens, é uma faculdade que muitas pessoas trazem consigo ao nascer, independentemente da religião ou da diretriz doutrinária de vida que adote.
. Prática mediúnica espírita só é aquela que é exercida com base nos princípios da Doutrina Espírita e dentro da moral cristã.
. O Espiritismo respeita todas as religiões e doutrinas, valoriza todos os esforços para a prática do bem e trabalha pela confraternização e pela paz entre todos os povos e entre todos os homens, independentemente de sua raça, cor, nacionalidade, crença, nível cultural ou social. Reconhece, ainda, que \"o verdadeiro homem de bem é o que cumpre a lei de justiça, de amor e de caridade, na sua maior pureza\".
O estudo das obras de Allan Kardec é fundamental para o correto conhecimento da Doutrina Espírita.


O Centro Espírita

É escola de formação espiritual e moral, baseada no Espiritismo, ou seja, nos ensinamentos de Jesus. É posto de atendimento fraternal a todos os que o procuram com o propósito de obter orientação, esclarecimento, ajuda ou consolação. É núcleo de estudo, de fraternidade, de oração e de trabalho, com base no Evangelho de Jesus, à luz da Doutrina Espírita.

É casa onde as crianças, os jovens, os adultos e os idosos tenham oportunidade de conviver, estudar e trabalhar, dentro dos princípios espíritas.
É oficina de trabalho que proporciona aos seus freqüentadores oportunidade de exercitar o aprimoramento íntimo, pela vivência do Evangelho em suas atividades. É recanto de paz construtiva, propiciando a união de seus freqüentadores na vivência da recomendação de Jesus: \"Amai-vos uns aos outros\".

Caracteriza-se pela simplicidade própria das primeiras Casas do Cristianismo nascente na prática da caridade, na total ausência de imagens, paramentos, símbolos, rituais, sacramentos ou outras quaisquer manifestações exteriores.
É a unidade fundamental do Movimento Espírita.


Seus Objetivos

Promover o Estudo, a Difusão e a Prática da Doutrina Espírita atendendo e ajudando às pessoas:
- que buscam orientação e amparo para seus problemas espirituais e materiais;
- que querem conhecer e estudar a Doutrina Espírita;
- que querem exercitar e praticar a Doutrina Espírita, em todas as suas áreas de ação.

Suas Atividades Básicas

1. Divulgação da Doutrina Espírita (por todas as formas e meios compatíveis com os princípios doutrinários): palestras, aulas, grupos de estudos, livros, etc.

2. Assistência espiritual (orientação e ajuda às pessoas com necessidades espirituais): atendimento fraterno, exposição de temas espíritas, estudo do evangelho à luz da Doutrina Espírita, passes e atividade mediúnica.

4. Assistência e promoção social (orientação e ajuda às pessoas com necessidades materiais): assistência através da distribuição de alimento, roupa e remédio, e promoção através de cursos de orientação, ensino e formação profissional.


O EVANGELHO NO LAR


ROTEIRO PARA A REALIZAÇÃO \"O EVANGELHO NO LAR\": deixe o seu lar em Paz

1º) Escolher um dia e uma hora da semana em que seja possível a presença de todos os elementos da família, ou da maior parte deles. Observar, rigorosamente, esse dia e essa hora da reunião, para facilitar a assistência espiritual. Nunca mudar o horário, pois os bons espíritos estarão no horário agendado. É possível fazer individualmente se for preciso.

2º) Iniciar a reunião com uma prece, simples e espontânea, em que, mais que as palavras, tenham valor os sentimentos, não devendo, portanto, ser decoradas.

3º) Fazer a leitura, metódica e seqüente, de \"O Evangelho Segundo o Espiritismo\".

4º) Fazer comentários breves sobre o trecho lido, buscando sempre a essência dos sentimentos de Jesus, para a sua aplicação na vida diária. A reunião poderá ser dirigida pelo chefe da casa, ou pela pessoa que tiver maiores conhecimentos doutrinários, a qual deverá incentivar a participação de todos os presentes, colocando as lições ao alcance dos de menor compreensão.

5º) Fazer vibrações pelo lar onde o Evangelho está sendo estudado, para os presentes, seus parentes e amigos.

6º) Relembrar sempre que é dever de todos os que procuram viver o Evangelho, concorrer, sem esmorecimento:

para a Paz da terra;
para a implantação e a vivencia do Evangelho em todos os lares;
para o entendimento fraternal entre todas as Religiões;
para a cura ou melhoria de todos os enfermos, do corpo ou da alma, minimizando seus sofrimentos e suas vicissitudes;
para o incentivo dos trabalhadores do bem e da Verdade;
7º) Fazer a prece de encerramento.

8) Colocar copos de água e solicitar aos espíritos, quando da prece inicial, que fluidifiquem as águas.

9) Podem ser usados livros psicografados por Chico Xavier e Divaldo Franco

\"Dilate a confiança em favor de você mesmo, esperando em Jesus. A idéia é poderosa força em criação ininterrupta. Cada pensamento infeliz é como um ser à parte, destruindo sua alegria. Cada idéia deprimente é semelhante a vírus sutil aniquilando sua saúde.
Liberte-se das influências inferiores, cultivando a serenidade e desenvolvendo a esperança.
Surpreenda o mal, sem lhe dar maior importância, e aniquile-o na grura onde se acolhe. Levante as próprias energias e lute.
Toda luz que você acender no mundo, nascida em seu íntimo, transformar-se-á em lâmpada luminosa no caminho de todos, porquanto nenhum vendaval poderá, jamais, apagar uma única luz alimentada pela energia a derramar-se do Pai, que nos inspira e guia através de sua Leis naturais e imutáveis\".

Marco Prisco (espírito) / psicografia de Divaldo Franco

De: Victor Hugo
Para: BIA
E-mail: vhgdebem@gmail.com
Data: 26/08/14 00:29

Querida BIA,

Procure uma Casa que seja, de fato, Espírita.

Seara Espírita Joanna de Ângelis (SEJA)
Rua Dr. João Keating, 107 - Jardim Novo Botafogo - Campinas/SP

Fique com DEUS

De: Wilson
Para: Os Estudiosos
E-mail: wilsonmoreno67@gmail.com
Data: 25/08/14 20:44

Como afastar os espíritos embusteiros e mistificadores do plano astral???

1)Todas as comunicações mediúnicas, mensagens e ensinamentos que venha dos espíritos desencarnados têm que passar PELO CRIVO SEVERO DA LÓGICA E DA RAZÃO PARA PODER SER ACEITO.
Qualquer ofensa a Razão a lógica e a sã Moral deve ser rigorosamente rejeitado.
Essas orientações vem dos Mestres Allan Kardec, Leon Denis e Luis de Mattos.
Devemos analisar tudo que venha dos espíritos desencarnados com o Maximo rigor, os maus espíritos não suportam o exame racional das suas mensagens e comunicações, é por isso que a fé tem que ser RACIOCINADA.
Vejamos um exemplo, um espírito se manifesta numa reunião mediúnica pedindo, farofa, cigarros, despachos, cachaça, charutos e sacrifícios de animais.
Vocês acham que um Espírito de Luz ou seja um Espírito Elevado vai pedir essas coisas???
Procurem raciocinar.
Outro exemplo, um espírito se manifesta numa reunião mediúnica usando uma Linguagem pesada, vulgar, grosseira, agressiva, dando ordens e se impondo.
Perguntamos, um Espírito Elevado vai usar esse tipo de Linguagem???

Como podemos avaliar o estado evolutivo dos espíritos desencarnados que se comunicam nas reuniões mediúnicas???
Como podemos saber se um Espirito é Bom ou mal???
Como podemos saber se um Espirito é elevado ou atrasado???

A Linguagem e os ensinamentos é o ponto chave.

Os Espiritos Superiores e os Bons Espiritos possuem sempre uma Linguagem pura, elevada, digna, nobre, lógica, e seus ensinamentos visam sempre a melhoria Moral e espiritual das pessoas, eles pregam o Amor, as Virtudes, a Justiça, a elevação moral, a disciplina, a ordem, a dignidade, a fraternidade e o respeito.
Os Espiritos elevados são Virtuosos em seus ensinamentos eles procuram iluminar as pessoas.
Os espíritos apegados a matéria e aos vícios terrenos possuem sempre uma Linguagem que reflete as paixões humanas, eles possuem uma linguagem pesada, agressiva, grosseira, vulgar, ímpia, sem lógica, sem elevação moral, na linguagem desses espíritos impuros se reflete sentimentos de ódio, raiva, medo, angustias, dores, sofrimentos, arrependimentos, desejos de vingança, desejos viciosos de beber, fumar etc...
Portanto basta analisar o teor moral da Linguagem que os espíritos desencarnados usam em suas comunicações ou mensagens.
Um Espirito Elevado jamais vai usar um Linguagem vulgar, grosseira, pesada, sem lógica, sem elevação moral.
A linguagem e os ensinamentos que os espíritos desencarnados usam é o ponto chave que temos que avaliar com muito cuidado e critério.

2)O Mestre Allan Kardec fala em seus livros, que só devemos aceitar os ensinamentos dos espíritos desencarnados, quando eles forem Racionais e tiverem um nível Moral elevado.
Ensinamentos que venha do plano espiritual sem elevação Racional e Moral deve ser rejeitado.
Existe muitos espíritos desencarnados no mundo espiritual que são maliciosos, mentirosos, astutos, hipócritas, sedutores e mistificadores.
Devemos sempre estar alertas nesses assuntos.
Não podemos acreditar cegamente nas coisas que os espíritos desencarnados falam em suas comunicações mediúnicas, tudo deve ser analisado com muito cuidado, Allan Kardec fala, que devemos PASSAR PELO CRIVO SEVERO DA RAZÃO E DA LÓGICA todas as mensagens e comunicações que venha dos espíritos desencarnados, os maus espíritos não suportam o exame racional das suas mensagens, eles querem ser aceitos sem nenhum tipo de exame.
Uma outra questão importante.
Os espíritos mistificadores e atrasados gostam de se impor, dar ordens, falam com uma certa arrogância ou grosseria.
Os Espíritos de Luz dão conselhos e orientações, nunca se impõe e não dão ordens absolutas, eles dão ensinamentos que visam a nossa melhoria Moral e espiritual, os Espiritos de Luz são Virtuosos em seus ensinamentos, sua Linguagem é sempre moralizadora pregando o Bem, o amor, a fraternidade, o respeito, a disciplina, a ordem, a educação, os espíritos de Luz tentam colocar Luz na mente das pessoas.
Esses espíritos que se apresentam em certas reuniões mediúnicas usando uma Linguagem pesada, grosseira, vulgar, dando ordens, se impondo, pedindo charutos, cigarros, cachaça, despachos, velas, e sacrifícios de pobres animais são espíritos inferiores apegados aos desejos e vícios terrenos, e muito desses espíritos podem ser maldosos e obsessores, tome cuidado nesses assuntos.


3)Todos os ensinamentos e mensagens que venha dos espíritos desencarnados, tem que ser analisados com muito cuidado e critério, por que, existe no mundo espiritual ou plano astral, muitos espíritos mentirosos, hipócritas, embusteiros, sedutores e mistificadores, que usam nomes falsos, pomposos e importantes para enganar as pessoas, eles também usam uma LINGUAGEM melosa, suave e doce para seduzir e mistificar, eles falam macio, são lobos em pele de ovelhas, temos que ter muito cuidado. O Mestre Jesus disse, cuidado com os falsos profetas, esses falsos profetas também existem no plano astral, são os mistificadores desencarnados, tudo fazem para iludir, enganar as pessoas.
Como evitar isso?
Não devemos aceitar nada cegamente e passivamente, todos os ensinamentos e mensagens que venha dos espíritos desencarnados têm que passar pelo crivo severo da Razão e da Lógica, para poder ser aceiro, qualquer ofensa a Razão, a lógica e a Moral, denuncia um espírito embusteiro e mal intencionado. Portanto, a regra é essa, passar tudo pelo crivo rigoroso da razão e da lógica, a nossa fé tem que ser raciocinada e não cega. Os maus espíritos não suportam o exame rigoroso e racional das suas mensagens e comunicações, é por isso, que eles evitam a critica, e tentam colocar na mente das pessoas que criticar é algo ruim, eles querem levar as pessoas para um estado de aceitação passiva, ninguém critica, ninguém analisa, ninguém raciocina, ninguém questiona, ninguém pensa, somos robôs em suas mãos.
Os espíritos mistificadores e obsessores, usam nomes falsos e pomposos e também usam uma LINGUAGEM melosa, suave, doce, para seduzir e enganar as pessoas, tudo isso ocorre, por que, as pessoas não usam o crivo severo da Razão e da lógica, para analisar as comunicações mediúnicas.
Esses espíritos desencarnados que se apresentam nesses centros de macumbas, pedindo, charutos, cachaça, sacrifícios de animais e despachos, são espíritos apegados a matéria e aos vícios terrenos, muitos deles são maldosos, vingativos, embusteiros, sedutores e obsessores, são os espíritos imundos relatados nos Evangelhos, que as religiões chamam de demônios. Devemos evitar esses ambientes de baixa espiritualidade, são lugares perigosos.

4)Sobre a Obsessão.

São as nossas imperfeições morais que atraem os maus espíritos, essas imperfeições morais são basicamente os maus pensamentos, vícios, maus desejos, maus hábitos, atitudes negativas, a desonestidade, a falsidade, o ódio, a raiva, os desejos de vingança, o egoísmo etc...

As causas básicas das Obsessões foram colocadas por Emmanuel e Cheila na psicografia de Chico Xavier, são:
a) a cabeça e mãos desocupadas
b) a palavra irreverente
c) a boca maledicente
d) a conversa inútil e fútil prolongada
e) a atitude hipócrita
f) o gesto impaciente
g) a inclinação pessimista
h)o apego demasiado a coisas e pessoas
i) o comodismo exagerado
j) a solidariedade ausente
m) considerar nosso trabalho excessivo
n) o desejo de apreço e reconhecimento
o) o impulso de exigir dos outros mais do que de nós mesmos
p) fugir para o álcool ou drogas estupefacientes

São essas imperfeições morais que atraem pela sintonia vibratória dos pensamentos os espíritos inferiores, perturbadores e obsessores do plano astral, a defesa psíquica contra os maus espíritos esta em nossa melhoria Moral e Mental.
O Mestre Allan Kardec, fala em seus livros, que a autoridade que o homem tem sobre os maus espíritos esta no ascendente Moral, enquanto maior este maior é a autoridade, tudo depende do ascendente Moral.
O Mestre Allan Kardec explica, que SÃO AS NOSSAS IMPERFEIÇÕES MORAIS QUE VÃO ATRAIR OS MAUS ESPÍRITOS, DA MESMA FORMA, QUE AS MOSCAS FAREJAM AS CHAGAS DO CORPO, OS MAUS ESPÍRITOS FAREJAM AS CHAGAS MORAIS DA ALMA, PARA EVITAR AS MOSCAS BASTA LIMPAR O CORPO, PARA EVITAR OS MAUS ESPÍRITOS, BASTA LIMPAR NOSSA ALMA DE SUAS IMPUREZAS MORAIS, ESSA LIMPEZA MORAL É MUITO IMPORTANTE PARA PODERMOS REPELIR OS ESPÍRITOS PERTURBADORES E OBSESSORES.

5)Cuidado com seus pensamentos, cultive sempre pensamentos elevados, nobres, positivos é pelo pensamento que eles se aproximam das pessoas, tudo é uma questão de sintonia mental, nenhum objeto material pode afastar os maus espíritos, tudo reside na sua forma de pensar, sentir e agir, evite os centros de macumbas e as superstições, nesses lugares predomina sempre espíritos inferiores sem luz.

Os maus espíritos se aproveitam das nossas fraquezas, qualquer vacilo com os pensamentos eles se aproximam pela sintonia vibratória, como disse Jesus, Orar e Vigiar para não cair em tentações.
Vigie seus pensamentos, seus desejos e impulsos.
Nós somos o que pensamos.
Não adianta usar velas, incenso, amuletos, talismã, roupas brancas, palavras sacramentais, sinais cabalísticos, exorcismos, imagens de santos, nada disso funciona e na elevação mental e moral e na pratica do Bem e das virtudes que esta a DEFESA PSÍQUICA contra os maus espíritos.

Wilson Moreno.


De: Paulo
Para: Espiritismo
E-mail: paulo@yahoo.com.br
Data: 25/08/14 13:02

\"Fora da Caridade não há salvação.\" Allan Kardec

De: jaine
Para: Todos e Família
E-mail: jaine22@bol.com.br
Data: 24/08/14 20:33

Sou grata a Deus e todos os bons espíritos que estão junto a toda a humanidade para nos amar e dar sabedoria em todos os aspectos da vida,guarde a todos e nos una com amor,força e harmonia para que fiquemos unidos em emanar apenas paz.luz e vibrações positivas,afastem pessoas que não desejam bondade ao meu coração e dos que moram comigo,mamãe,2 irmãs e meu sobrinho que fica sozinho mas nós fazemos tudo para que ele fique tranquilo e aceite que antes só do que mau acompanhado,diz o ditado que as pessoas que vêem a nossa casa fique com suas maldade com elas proteja-nos,bondade e harmonia sempre

De: Alex
Para: Todos
E-mail: alexidage34@gmail.com
Data: 24/08/14 19:31

Olá! Sou o Alex, tenho 34 anos, e sou muito simpatizante do Espiritismo Kardecista. Dentre as religiões que já conheci, esta para mim é a mais coerente, a que melhor explica tudo o que se refere ao universo e à existência da vida nele. Com o espiritismo, entendi o porquê das dificuldades que passava e passo, entendi que este mundo é assim mesmo, provas, expiações, e que não merecemos outro mundo que não este, devido ao nosso grau de depuração enquanto espíritos encarnados. Sou portador de TOC; se você tiver algo a me falar a respeito do TOC e sua relação com o espiritismo, agradeço desde já.

De: Manoel
Para: Meus irmãos
E-mail: manoelmm@gmail.com
Data: 24/08/14 19:31

Deus nos concede, a cada dia, uma página de vida nova no livro do tempo. O que colocamos nela corre por nossa conta.

Chico Xavier

De: Mauricio de Carvalho
Para: todos
E-mail: bmauricio_carvalho@hotmail.com
Data: 21/08/14 17:40

Estou passando por momento espiritual muito difícil. Estou muito confuso com a religião e gostaria que me ajudassem. Não estou conseguindo progredir financeiramente, minha empresa não vai bem, embora tenho feito meu trabalho com muita dedicação, mas nada que começo da certo. Já procurei ajuda espiritual, mas até o momento não estou tendo sucesso. Peço que alguém que tenha mais força que eu possa me ajudar e orar por mim. Tenho uma família maravilhosa, mas que precisam muito de meu sucesso. Espero conseguir sair desta situação o mais breve possível, com muita honestidade e dignidade. Tenho fé.

 
 
Busca
  
  
  
 
Temas Importantes
- Reencarnação
- Obsessão
- Mediunidade
 
Divulgação
- Indique o Site
- Adicione aos Favoritos
 
Mensagem do dia
“Ninguém susta golpes de ofensa com pancadas de revide, tanto quanto ninguém apaga fogo a jorros de querosene”. Emmanuel
 
Boletim Eletrônico
Cadastre seu e-mail e receba mensagens de Luz, textos e outras informações.
E-mail

Assinar Remover
Copyright© 2004/2014 - O Espiritismo - Araraquara/SP - Todos os direitos reservados

Webmaster