Mensagens de Luz  
 
 
  Textos Espíritas  
 
 
  Mural de Recados  
 
 
  Guia de Centros Espíritas  
 
 
  Ouça Mensagens  
 
 
Página Inicial - O Espiritismo
 Home
 A Doutrina
  O que é?
  Conheça Allan Kardec
  Biografias
  Galeria de Imagens
  Fale Conosco
  Links Indicados
  Sugestão de Livros
  Obras Básicas
 O Espiritismo e Você
  Mensagens de Luz
  Textos Espíritas
  Mural de Recados
  Guia de Endereços
  de Centros Espíritas
  Ouça Mensagens
 
 
>> MURAL DE RECADOS
 
Mural
De: wilson
Para: Todos
E-mail: wilsonmoreno67@gmail.com
Data: 22/09/16 19:44

A cura da obsessão

Você é um ser humano adulto e consciente, responsável pelo seu comportamento. Controle as suas ideias, rejeite os pensamentos inferiores e perturbadores, estimule as suas tendências boas e repila as más. Tome conta de si mesmo. Deus concedeu a jurisdição de si mesmo, é você quem manda em você nos caminhos da vida. Não se faça de criança mimada. Aprenda a se controlar em todos os instantes e em todas as circunstâncias. Experimente o seu poder e verá que ele é maior do que você pensa.
A cura da obsessão é uma autocura.

NINGUÉM PODE LIVRAR VOCÊ DA OBSESSÃO SE VOCÊ NÃO QUISER LIVRAR-SE DELA.
Comece a livrar-se agora, dizendo a você mesmo: sou uma criatura normal, dotada do poder e do dever de dirigir a mim mesmo. Conheço os meus deveres e posso cumpri-los. Deus me ampara.
Repita isso sempre que se sentir perturbado. Repita e faça o que disse. Tome a decisão de se portar como uma criatura normal que realmente é, confiante em Deus e no poder das forças naturais que estão no seu corpo e no seu espírito, à espera do seu comando. Dirija o seu barco.

Reformule o seu conceito de si mesmo. Você não é um pobrezinho abandonado no mundo. Os próprios vermes são protegidos pelas leis naturais. Por que motivo só você não teria proteção? Tire da mente a ideia de pecado e castigo. O que chamam de pecado é o erro, e o erro pode e deve ser corrigido. Corrija-se. Estabeleça pouco a pouco o controle de si mesmo, com paciência e confiança em si mesmo.
Você não depende dos outros, depende da sua mente. Mantenha a mente arejada, abra suas janelas ao mundo, respire com segurança e ande com firmeza. Lembre-se dos cegos, dos mudos e dos surdos, dos aleijados e deficientes que se recuperam confiando em si mesmos. Desenvolva a sua fé. Fé é confiança. Existe a fé divina, que é a confiança em Deus e no Seu poder que controla o Universo. Você, racionalmente, pode duvidar disso? Existe a fé humana, que é a confiança da criatura em si mesma. Você não confia na sua inteligência, no seu bom senso, na sua capacidade de ação? Você se julga um incapaz e se entrega às circunstâncias, deixando-se levar por ideias degradantes a seu respeito? Mude esse modo de pensar, que é falso.

Quando vier às reuniões de desobsessão, venha confiante. Os que o esperam estão dispostos a auxiliá-lo. Seja grato a essas criaturas que se interessam por você e ajude-as com sua boa vontade. Se você fizer isso, a sua obsessão já começou a ser vencida. Não se acovarde, seja corajoso.


ROTEIRO DA DESOBSESSÃO

Ao acordar, diga a si mesmo: Deus me concede mais um dia de experiências e aprendizado. É fazendo que se aprende. Vou aproveitá-lo. Deus me ajuda. (Repita isso várias vezes, procurando manter essas palavras na memória. Repita-as durante o dia.)

COMPREENDA QUE A OBSESSÃO É UM ESTADO DE SINTONIA DA SUA MENTE COM MENTES DESEQUILIBRADAS. CORTE ESSA SINTONIA LIGANDO-SE A PENSAMENTOS BONS E ALEGRES. REPILA AS IDEIAS MÁS. COMPREENDA QUE VOCÊ NASCEU PARA SER BOM E NORMAL. AS MÁS IDEIAS E OS MAUS PENDORES EXISTEM PARA VOCÊ VENCÊ-LOS, NUNCA PARA SE ENTREGAR A ELES.

Mude sua maneira de encarar os semelhantes. Na essência, somos todos iguais. Se ele está irritado, não entre na sua irritação. Ajude-o a se reequilibrar, tratando-o com bondade. A irritação é sintonia de obsessão. Não se deixe envolver pela obsessão do outro. Não o considere agressivo. Certamente ele está sendo agredido e reage erradamente contra os outros. Ajude-o que será também ajudado.

VIGIE OS SEUS SENTIMENTOS, PENSAMENTOS E PALAVRAS NAS RELAÇÕES COM OS OUTROS. O QUE DAMOS, RECEBEMOS DE VOLTA.

Não se considere vítima. Você pode estar sendo algoz sem perceber. Pense nisso constantemente, para melhorar as relações com os outros. Viver é permutar. Examine o que você troca com os outros.

Ao sentir-se abatido, não entre na fossa. É difícil sair dela. Lembre-se de que você está vivo, forte, com saúde, e dê graças a Deus por isso. Seus males são passageiros, mas se você os alimentar eles durarão. É você que sustenta os seus males. Cuidado com isso.

Frequente a instituição espírita com que se sintonize. Não fique pulando de uma para outra. Quem não tem constância nada consegue.

Se você ouve vozes, não lhes dê atenção. Responda simplesmente: Não tenho tempo a perder. Tratem de se melhorar enquanto é tempo. Vocês estão a caminho do abismo. Cuidem-se. E peça aos bons Espíritos, em pensamento, por esses obsessores.

Se você sente toques de dedos ou descargas elétricas, repila esses espíritos brincalhões da mesma maneira e ore mentalmente por eles. Não lhes dê atenção nem se assuste com esses efeitos físicos. Leia diariamente, de manhã ou à noite, ao deitar-se, um trecho de O Evangelho Segundo o Espiritismo e medite sobre o que leu. Abra o livro ao acaso e não pense que a lição é só para você. Geralmente é só para os obsessores, mas você também deve aproveitá-la. No caso de visões a técnica é a mesma. Nunca se amedronte. É isso que eles querem, pois com isso se divertem. Esses pobres espíritos nada podem fazer além disso, a menos que você queira brincar com eles, o que lhe custará seu aumento da obsessão. Corte as ligações que eles querem estabelecer com você, usando o poder da sua vontade. Se fingirem ser um seu parente ou amigo falecido, não se deixe levar por isso. Os amigos e parentes se comunicam em sessões regulares, não querem perturbar.

Leia o livro de Allan Kardec O que é o Espiritismo; mas de Kardec, não outros de autores diversos, que fazem confusões. Trate de estudar a Doutrina nas demais obras de Kardec.

Não se deixe atrair por macumbas e as diversas formas de mistura de religiões africanas com as nossas crendices nacionais. Não pense que alguém lhe pode tirar a obsessão com as mãos. Os passes têm por finalidade a transmissão de fluidos, de energias vitais e espirituais para fortificar a sua resistência. Não confie em passes de gesticulação excessiva e outras fantasias. O passe é simplesmente a imposição das mãos, ensinada por jesus e praticada por ele. É uma doação humilde e não uma encenação, dança ou ginástica. Não carregue amuletos nem patuás ou colares milagrosos. Tudo isso não passa de superstições provindas de religiões das selvas. Você não é selvagem, é uma criatura civilizada capaz de raciocinar e só admitir a fé racional. Estude o espiritismo e não se deixe levar por tolices. Dedique-se ao estudo, mas não queira saltar de aprendiz a mestre, pois o mestrado em espiritismo só se realiza no plano espiritual. Na terra somos todos aprendizes, com maior ou menor grau de conhecimento e experiência.

Da obra Obsessão, o Passe, a Doutrinação.
Herculano Pires.

De: Rita
Para: todos que me aconselharam
E-mail: rita@palminha.com.br
Data: 22/09/16 14:58

muito obrigada a todos que me ouviram e me aconselharam tanto por email como por este mural. Abriram minha mente que estava fechada por raiva e rancor e me mostraram que se eu colocar esta força espiritual em prática vou poder entender melhor a situação e seguir adiante.

De: wilson
Para: Rita
E-mail: wilsonmoreno67@gmail.com
Data: 21/09/16 19:42

Repelir o Mal.

Devemos sempre procurar o caminho da Luz, do bem, das Virtudes, da moralidade, da fraternidade e praticar sempre boas obras e elevar os nossos pensamentos.
Buscar a Luz sempre.
Mais isso não que dizer que vc deva ser explorado, manipulado e usado por pessoas maldosas e negativas, vc deve e pode sempre se defender contra o mal, não deixe ninguém te usar ou te fazer de bobo, seja sempre uma pessoa forte nos pensamentos e na vontade.
Saiba dizer não para essas pessoas negativas.
Praticar o bem e as virtudes não é deixar as pessoas te usarem e abusarem de vc.
Seja sempre correto e honesto e pratique boas ações e procure se elevar moralmente.
Mais procure também não deixar ninguém te usar ou manipular.
Nós somos o que pensamos e fazemos e colhemos o que plantamos, seja sempre forte na vontade e nos pensamentos, procure raciocinar muito antes de fazer algo ou falar alguma coisa, por que, o mal se aproxima de nós quando vacilamos em alguma coisa.
Observe sempre as pessoas com muito cuidado e observe também os ambientes que vc vai, tenha sempre prudência e vigilância em suas atitudes, muitas vezes o mal só que uma chance para te atacar.
Como disse Jesus, orar e vigiar.
Uma pessoa prudente que sabe raciocinar muito e tem força de vontade e pensamentos elevados sempre consegue repelir o mal, por que, a proteção espiritual que faz é a própria pessoa, não existem milagres no Universo, tudo é regulado por leis naturais e imutáveis e uma dessas Leis é a Lei de atrações psíquicas que o ser humano pratica pelos seus pensamentos e vontade.

Wilson Moreno



De: Rita
Para: alguem que possa me aconselhar
E-mail: rita@palminha.com.br
Data: 21/09/16 09:36

o que fazer? quando as pessoas te desprezam , excluem agente e quando precisam vem com a maoir cara de pau pedir ajuda.Estou muito magoada no meu ambiente de trabalho. Não me valorizaram para um tipo de serviço agora que não tem quem faça vieram me procurar.Da vontade de jogar tudo pro alto falar pra eles se viirarem mas, preciso do emprego .A magoa é muito ruim e ta dificil de assimilar isto .

De: Victor Hugo
Para: DENISE
E-mail: vhgdebem@gmail.com
Data: 14/09/16 15:57

Prezada irmã, uma tarde repleta de bom ânimo para você!

Sugiro que seu namorado, em virtude do exposto, procure amparo psicológico, uma vez que, provavelmente, está em vias adentrar aos porões da depressão. Mais abaixo inserimos os livros de Joanna de Ângelis que você pode consultar.

Quanto ao ritual de sua religião, o fato é que inúmeros espíritos, ao longo de décadas e décadas, têm relatado o seu intenso mal estar quando da ocorrência. Sétimo dia, um ano de desencarnação, etc, etc...esses espíritos narram que são atingidos como que por raios invisíveis, choques, que são derivados das vibrações de tristeza, pessimismo, desânimo e, muitas vezes, revolta dos reencarnados. Além disso, o momento propicia que se juntem muitos dos que estiveram no féretro, fazendo recordar com dor o momento passado. Mais saudável e nobre, com todo o respeito, seria a prece diária, simples e sincera, a qual emana vibrações dúlcidas de paz que acalentam e balsamizam os desencarnados. Sugerimos que leia Parábolas e Ensinos de Jesus, de Cairbar Schutel.
Colocamos mensagens abaixo, mas antes, frisamos que:
Manoel Philomeno de Miranda (espírito), escreveu 16 livros até o momento por Divaldo Franco. É o maior especialista em mediunidade e obsessão que se comunica com a Terra. Sugiro que leia Entre os Dois Mundos e Nas Fronteiras da Loucura.


Emmanuel (espírito), guia de Chico Xavier, sempre retrata a questão moral, como nos livros Fonte Viva, Vinha de Luz, e Caminho, Verdade e Vida. Também há os romances.....leia Paulo e Estevão.


André Luiz é um repórter do mundo espiritual. Escreveu por Chico Xavier também. Sugiro que leia E a Vida Continua e No Mundo Maior.


Victor Hugo (espírito), é aquele que foi romancista francês. Escreve por Divaldo Franco e é, simplesmente, muito bom. Sugiro Os Diamantes Fatídicos e Quedas e Ascensão. São romances verídicos que abordam as Leis Divinas de maneira veemente.


Amélia Rodrigues (espírito). Poetisa notável que escreve sobre a época de Jesus e os eventos em que o Mestre ensinou. São 12 livros psicografados por Divaldo Franco. Sugiro Até o Fim dos Tempos e Há Flores no Caminho.

Joanna de Ângelis é a mentora espiritual de Divaldo Franco. Sugerimos Vida Feliz, Episódios Diários, Iluminação Interior, Nascente de Bênçãos e Entrega-te a DEUS. Além disso, indicamos a série psicológica de 16 livros da benfeitora espiritual:

01 - Jesus e Atualidade
02 - O Homem Integral
03 - Plenitude
04 - Momentos de Saúde
05 - O Ser Consciente
06 - Autodescobrimento
07 - Desperte e Seja Feliz
08 - Vida: Desafios e Soluções
09 - Amor, Imbatível Amor
10 - O Despertar do Espírito
11 - Jesus e o Evangelho à Luz da Psicologia Profunda
12 - Triunfo Pessoal
13 - Conflitos Existenciais
14 - Encontro com a Paz e a Saúde
15 - Em Busca da Verdade
16 - Psicologia da Gratidão

Muita Paz

Fique com DEUS

ELES ESTÃO VIVOS

Ainda quando não reconheças, de pronto, semelhante verdade, eles te vêem e te escutam!
Quando possível, seguem-te os passos compartilhando-te problemas e aflições.

Compadece-te dos que te precederam na Grande Renovação!
Aqueles que viste partir de mãos desfalecentes nas tuas, doando os derradeiros pensamentos terrestres através dos olhos fitos nos teus, não estão mortos. Entraram em novas dimensões de existência, mas prosseguem de coração vinculado ao teu coração.
Assinalam-te o afeto e agradecem-te a lembrança, no entanto, quase sempre se escoram em tua fé, buscando em ti a fôrça precisa para restauração espiritual que demandam.

Muitos deles, ainda inadaptados a vida diferente que são compelidos a facear, pedem serenidade em tua coragem e apoio em teu amor...
Outros, muitos, jazem mergulhados na bruma da saudade, detidos na sede de reencontro, ante as requisições continuadas dos teus pensamentos de angústia.

Outros muitos, seguem-te ainda. Aqueles que se despediram de ti, depois de longa existência, abençoando-te a vida... Os que amaste, indicando-lhes o caminho para as esferas superiores ... Os que lenantas-te para a luz da esperança e aqueles outros que socorreste um dia com o ósculo da amizade e da beneficiência. Todos te agradecem, estendendo-te os braços no sentido de te auxiliar a transpor as estradas que ainda te cabem percorrer.
Auxilia aos entes queridos na espiritualidade a fim de que te possam auxiliar!

Se lhes recorda a presença e o carinho, preenche o vazio que te impuseram à Alma, abraçando o trabalho que terão deixado de fazer. Sê a voz que lhes reconforte os seres amados ainda na Terra, a força que lhes execute o serviço de paz e amor que não terminaram, a luz para aqueles que lhes lastimam a ausência em recantos de sombra ou o amparo em favor daqueles que desejariam continuar sustentando no mundo!

Compadece-te dos entes queridos que te antecederam na Grande Libertação!

Chora, porque a dor é forte e, é fonte de energias renovadoras por dentro do coração, mas chora trabalhando e servindo, auxiliando e amando sempre!
E deixa que os corações amados, hoje no mais Além, te enxuguem as lágrimas, inspirando-te ação e renovação, porque, no futuro, tê-lo-ás a todos positivamente contigo nas alegrias do Novo despertar.


Autor: Emmanuel (espírito)
Psicografia de Chico Xavier

“A religião, quando liberta da ignorância, destituída de
fantasias e superstições, caracterizando-se pela lógica e pela razão, é via de
acesso sublime à liberdade plena, pelo que proporciona de lucidez e
esclarecimento, auxiliando o viajor a melhor contribuir em favor do próprio
êxito na jornada imortalista”.

Manoel Philomeno de Miranda (espírito),
psicografia de Divaldo Franco. Livro: Transição Planetária

De: Victor Hugo
Para: MARY
E-mail: vhgdebem@gmail.com
Data: 14/09/16 15:51

Cara irmã, que a Paz de Jesus te envolva hoje e sempre!
Uma linda tarde, cheia de luz, harmonia, tranquilidade, bom ânimo, disposição e serenidade.
Lamento seus sentimentos. sensações e impressões....o fato é que você deveria se sentir leve, suave e disposta. Mas sabe o que ocorre? Tudo isso que você narrou indica que você é médium ostensiva. Equilibrando sua relação com o mundo espiritual, você irá se sentir tão bem como nunca antes. Sugiro que persevere...escolha uma Casa Espírita bem orientada, assista às palestras, receba o passe e inicie o Estudo Sistematizado da Doutrina Espírita. Todas essas sensações desagradáveis irão passar.
Leia O Evangelho Segundo o Espiritismo.
Muita Paz


\"Todo aquele que sente, em um grau qualquer, a influência dos espíritos é, por esse fato, médium. Isso não é privilégio de ninguém. Pode-se, pois, dizer que todos são mais ou menos médiuns; o que se pode discutir é como a mediunidade ocorre em cada um e o nível em que ocorre. Não se trata de dom ou de fardo, mas de uma sublime oportunidade de evoluir auxiliando o próximo\". ALLAN KARDEC, O LIVRO DOS MÉDIUNS, CAP. 14.


“A mente é
portadora das energias que se movimentam através da aparelhagem carnal, e quando
são deletérias produzem efeitos compatíveis. Da mesma forma que uma emoção
forte, em estado de vigília danifica o organismo e provoca distúrbios muito
graves na maquinaria fisiológica, aquelas que têm lugar lugar durante o parcial
desprendimento pelo sono, pelo coma ou situações equivalentes, repercutem nas
células, danificando-as ou harmonizando-as se defluem das alegrias e bênçãos que
vivienciem. Tudo quanto ocorre no soma procede da psique, portanto, do Espírito,
que é o condutor do carro material”

Manoel Philomeno de Miranda
(espírito), psicografia de Divaldo Franco. Livro: Transição


ESPIRITISMO ESTUDADO

Impostergável, nos cometimentos diários, o dever de estudar e aplicar as nobres lições do Espiritismo, no atual estágio da evolução do pensamento.
À medida que as luzes da Doutrina Espírita clarificam o entendimento humano, mais imperioso se torna o cultivo das informações que ressumam da Revelação, a fim de que a ignorância em torno dos problemas do espírito seja em definitivo combatida.

A responsabilidade dos que travaram contato com a Mensagem de Jesus, desvelada e atualizada pelos Espíritos, é muito grande, pois que àquele que usufrui a bênção do esclarecimento não se pode conceder a indulgência da leviandade, nem tampouco a reprochável conduta da indiferença em face das magnas questões que se agigantam em todo lugar.

Até hoje o egoísmo tem exercido sobre o espírito humano um soberano comando, O Espiritismo, preconizando o amor que liberta e a fraternidade que socorre, é o mais severo adversário desse sicário destruidor.

Todavia, para que o adepto do Espiritismo se integre realmente no espírito da Doutrina, exige-se-lhe aprofundamento intelectual no conteúdo da informação espírita, de modo a poder corporificá-la conscientemente no comportamento moral e social, na jornada diária.


Nesse sentido, há que fazer justa quão indispensável diferença entre o Espiritismo e o Movimento Espírita.


Vigem, em muitos setores da prática espiritista, normas e diretrizes ultrajantes à Mensagem de que Allan Kardec foi instrumento do Alto, seja por negligência de muitos dos seus membros, seja pela crassa ignorância daqueles que assumem responsabilidades definidas, ante os dispositivos abraçados, sem os necessários recursos culturais indispensáveis. Por exemplo, é equivocado dizer Espiritismo Kardecista, pois, o próprio Kardec rejeitou a denominação kardecista, pois, só há um Espiritismo. Ocorre que, por falta de conhecimento, muitas pessoas confundem a Doutrina Espírita com outras crenças e práticas, como candomblé, umbanda, etc. O Espiritismo não tem nada a ver com essas crenças e práticas.


Ante a grandeza da Revelação, por estarem acostumados às limitações típicas das seitas do passado, ou porque ainda vinculados às superstições nefandas dos dias recuados, muitos pseudo-espiritas pretendem reduzir a grandeza imensurável do Espiritismo à estreiteza de uma nova seita, em cujo organismo grassem os erros derivados da incompetência e do abastardamento, de que o desconhecimento da Codificação se faz motivação poderosa.

O Movimento Espírita é o resultado do labor dos homens, enquanto o Espiritismo é a Doutrina dos Espíritos dirigida aos homens.

O Espiritismo, pois, não cessemos de repetir, é ciência de observação e investigação incessante. Tateamos agora as primeiras constatações, ante o infinito das realidades que ele busca, devassa e esclarece. Há, ainda e continuamente, infindo campo de informação a perquirir e constatar no eloqüente continente da vida espiritual.

Estudado, o Espiritismo dealba a antemanhã luminosa da humanidade do futuro, desde agora.
Como Filosofia, a sua escola de indagação não se limita às linhas clássicas da discussão, nem se empareda na estreiteza dos conceitos ultramontanos ou do debate limitado, porquanto estas não são as primeiras nem as últimas palavras das elucidações que faculta, nem dos esclarecimentos que oferta.



Religião da ciência, como ciência da filosofia, é, ao mesmo tempo, a filosofia da religião, e sua ética não se estratifica na moralidade das convenções transitórias, nem se resume a dogmas atentatórios à razão.


Com fundamentos na Revelação Moisaica, através do insubstituível código do Decálogo, sempre oportuno e novo em toda a sua elaboração — segurança para cada homem e arbítrio para todas as nações — abranda, com a excelsa beleza do Evangelho do Cristo, a aspereza severa das antigas leis de Talião, dando cumprimento às promessas dos Profetas e de Jesus.

Doutrina que acompanha o progresso do Conhecimento e estimula novas formas de averiguação e pesquisa, não se detém nas conquistas conseguidas, antes projeta para o mundo das causas as suas alocuções filosóficas, facultando empreendimentos mais audaciosos e profundos, tendo em vista o investimento homem — esse objetivo essencial da sua obstinada busca transcendental.


Convertê-lo em resíduo seitista é desfigurá-lo danosamente, ceifando os elevados objetivos a que se propõe. Mantê-lo em círculo de mediunismo desregrado, significa desconsiderá-lo no aspecto superior das suas realizações: o da pesquisa científica, por cujos roteiros a ciência e a fé se unirão na romagem para a vida e para Deus.

É verdade que se alastram formas primitivas de mediunismo em toda parte, merecendo esta questão mais cuidadoso exame, para melhor serem debeladas as nefastas conseqüências de tal fenômeno. E, por essa razão, maior deve ser o nosso empenho na sadia divulgação dos postulados espíritas, lavrados no estudo sistemático e constante do contexto doutrinário, para que o medicamento com que pretendemos amenizar ou erradicar os males morais da sociedade hodierna, não venha a produzir maiores danos, como resultado da sua má dosagem e aplicação.

A princípio, o Cristianismo foi eficiente remédio aplicado sobre as feridas do Paganismo. A indiscriminada e irracional utilização da Doutrina do Cristo, deformada nos seus pontos básicos, sobre as chagas sociais da época, produziu cânceres mais virulentos do que aqueles que visava a combater e de cujos danos ainda sofrem as comunidades modernas...


Fenômeno consentâneo pode ocorrer nestes dias com o Espiritismo... Sem dúvida, a Doutrina é irreversível e sadia. Todavia, a Boa Nova também o é. . .

Dilatam-se as referências espíritas no organismo social do momento; multiplicam-se as Casas Espíritas; há adesões em massa ao Espiritismo; surgem os primeiros sintomas de cultos espíritas; aparecem fartas concessões ao Espiritismo. . . Respeitando e considerando todas as formas de divulgação, não nos podemos furtar à conclusão de que a quantidade tem recebido maior valorização do que a qualidade, que deve manter o caráter específico de pureza que não podemos subestimar.

O movimento espírita cresce e se propaga, mas a Doutrina Espírita permanece ignorada, quando não adulterada em muitos dos seus postulados, ressalvadas as excelentes e incontáveis exceções.

O que se possa lucrar pela quantidade pode redundar em prejuízo na qualidade.

No que diz respeito ao capítulo das obsessões, aventureiros inescrupulosos se intrometem, inspirados por mentes desencarnadas afeiçoadas à lavoura da perturbação, fazendo que promovam espetáculos lamentáveis, nos quais a mediunidade se transforma em chaga espiritual, por cuja purulência exsudam as misérias pretéritas...


Alardeiam perseguições, esses malfazejos diretores de trabalhos, e, em nome do esclarecimento, apavoram os neófitos, fazendo que, pelo medo e através do desconhecimento do Espiritismo, se vinculem aos seus desafetos desencarnados, mediante a fixação mental ou ao pavor que os dominam, após as incursões inconscientes em misteres de tal monta.

O Espiritismo é doutrina de otimismo, de educação integral, de higiene mental e moral. É o retorno do Cristo ao atormentado homem do século ciclópico da Tecnologia, através dos seus emissários, renovando a Terra e multiplicando a esperança e a paz nas mentes e nos corações que Lhe permaneçam fiéis.

Nos redutos em que o estudo da Doutrina Espírita é considerado desnecessário, afirma-se que êle se faz adversário da cultura e, a pretexto de auxílio aos que sofrem, atenta-se contra a ciência médica, principalmente, reduzindo-o a superstição danosa e inconseqüente.



Destinado aos infelizes, estes não são apenas os que sofrem as dificuldades econômicas e são conhecidos como constituintes das classes humildes. A dor não se limita a questões de circunstância, tempo e lugar. Dessa maneira, não prescreve a ignorância, mas proscreve-a.

lmpostergável, portanto, o compromisso que temos, todos nós, desencarnados e encarnados, de estudar e divulgar o Espiritismo nas bases nobres com que no-lo apresentou Allan Kardec, a fim de que o Consolador, de que se faz instrumento, não apenas enxugue em nós os suores e as lágrimas, mas faça estancar, nas fontes do sofrimento, as causas de todas as aflições que produzem as lágrimas e os suores.

Nesta aferição de valores, para o elevado mister da divulgação espírita, oremos e vigiemos, conforme a recomendação do Mestre, para que nos desincumbamos a contento do cometimento aceito, dando conta da nossa responsabilidade, com o espírito tranqüilo e a mente pacificada.


Autor: Vianna de Carvalho (espírito)
Psicografia de Divaldo Franco. Livro: Sementeira da Fraternidade.

De: Mary
Para: Victor Hugo
E-mail: ana.mary2016@bol.com.br
Data: 12/09/16 20:42

Boa noite! Victo Hugo, a 4 anos estudo a doutrina, por alguma razão que desconheço e me entristece, quando sou convidada para conhecer alguma casa espirita ou acompanho alguém. Recebo passe ouço palestras, mas quando chega nas vibrações, não me sinto confortável, tenho suores excessivos, chego a sentir as mãos pegando fogo, e mal estar aumenta, tenho que abrir os olhos e parar de vibrar e voltar ao controle. Tem casos que volto para casa ainda com desconfortos físico intenso que dura dias, qual o meu problema? Por essa razão não volto a estas casas que são conceituadas por muitas pessoas-Grata

De: Denise Carvalho
Para: Irmão Victor Hugo
E-mail: denise13_carvalho@hotmail.com
Data: 12/09/16 16:16

Caro Irmão Victor Hugo.

Muito obrigada pelas suas palavras!
Agradeço muito pela resposta e pelo carinho que senti nelas.

Não compreendi porque relata que as missa fazem mal aos espíritos. Tanto eu como meus pais pedidos pelos espíritos dos seres que amamos e de quem temos saudades, e pelos espíritos que mais precisarem. Pode esclarecer-me?

Além disso,não sendo o meu namorado espírita, tenho dificuldades ainda em fazê-lo compreender através destes pontoas de vista que não tenha culpa do que aconteceu,sendo que está convencido de que sim. Pode aconselhar-me? Desculpe a insistência e obrigada!

De: Victor Hugo
Para: DENISE
E-mail: vhgdebem@gmail.com
Data: 12/09/16 10:30

Prezada irmã! Boooom diaaa!

Que a Paz do Amado Mestre Jesus lhe envolva hoje e sempre.

Exoro que todos os seus segundos sejam repletos de luz, harmonia, saúde, tranquilidade e infinita alegria.

Seu namorado nada teve com o incidente envolvendo a amiga, portanto, é urgente que ele retire a consciência de culpa irracional que o assombra.

Para a moça, por favor, façam orações sinceras no recesso do lar...isso basta. Nada de missa ou algo do tipo, pois, isso só piora a situação do espírito.

Sugiro que leiam as obras básicas do Espiritismo (todas de Allan Kardec) e continuem na busca por uma Casa Espírita. Façam, também, o Evangelho no Lar (instruções abaixo).

Muita Paz

SEMPRE COM DEUS

Lembra-te de Deus para que saibas agradecer os talentos da vida.
Se te encontras cansado, pensa Nele, o eterno Pai que jamais descansa. Como nos ensinou o próprio Jesus, o Pai trabalha constantemente.
Se te encontras triste, eleva a Deus os teus sentimentos, meditando na alegria solar com que, todas as manhãs, a infinita bondade do Pai dissolve as trevas, anunciando um dia novo de oportunidades.
Se estás doente pensa em como Deus, na sua compaixão e equilíbrio, reajusta os quadros da natureza. Pensa em como após a tempestade que arranca árvores centenárias e destrói montanhas, tudo se asserena.
Se te sentes incompreendido, ainda assim volta-te para Deus. Ele, o eterno doador de todas as bênçãos, quantas vezes é incompreendido pelas criaturas que criou e sustenta. Mesmo assim, a sua paciência inesgotável não desanima, aguardando que nos decidamos por abandonar nossas imperfeições.
Se te sentes humilhado, entrega a Deus as dores da tua sensibilidade ferida ou do orgulho menosprezado, refletindo no anonimato com que ele esconde a sua imensa grandeza, servindo-nos todos os dias.
Se te sentes sozinho, busca a companhia sublime de Deus na pessoa daqueles que seguem na retaguarda, cambaleantes de sofrimento. Os mais solitários que tu mesmo, que se encontram em provações mais difíceis que as tuas. Procura aqueles que a miséria encara todas as horas e necessitam da tua ajuda para matar a fome, a sede, acalmar a dor.
Sai de ti mesmo e procura-os. Eles se encontram nas favelas, nas praças, nos hospitais, nos asilos, nas prisões. Talvez, ao teu lado, nos familiares que te esperam um gesto de carinho, uma palavra amiga, um pouco de atenção.
Se estás aflito, confia a Deus as tuas ansiedades. Fala-lhe de tudo aquilo que te vai na intimidade e Nele, que é o amor, todas as tuas tormentas haverão de se acalmar.
Enfim, seja qual for a dificuldade, recorda o todo misericordioso que não nos esquece.
Na oração haverás de encontrar a força a fim de te ergueres e superares os problemas, pequenos ou grandes que te estejam a supliciar.
Na oração, que é rota de luz, não haverá de te faltar o ânimo para enfrentar mais este dia, com coragem, bom ânimo e alegria, porque, afinal de contas, dia como este nunca houve e nem haverá igual.
***
Na vida, auxilia quanto puderes. Faze o bem sem olhar a quem.
Imagina que és o lavrador e o teu próximo é o campo. Tu plantas e o outro produz. Tu és o celeiro, o outro é o cliente.
Se desejas seguir para Deus, pensa que entre Deus e tu mesmo, o próximo é a ponte.
O Criador atende às criaturas através das criaturas.
Por isso mesmo, é preciso viver e servir.
(Equipe de Redação do Momento Espírita, baseado nos caps. 13 e 19 do livro \"O Espírito da Verdade, ed. FEB)


ESPIRITISMO

O Espiritismo estabelece com base em fatos, provas e evidências que:


. DEUS é o Pai Criador, a Inteligência Suprema e Causa Primeira de todas as coisas.

. Jesus é um espírito puro, tendo atingido o grau máximo de perfeição a que um espírito pode chegar. É o Governador Espiritual da terra, é o Incomparável Mestre, o nosso único Guia e Modelo.

. O Espírito é imortal.

. Todos reencarnamos várias vezes, seja na Terra ou em outro mundo, pois, conforme Jesus disse “Há muitas moradas na casa de Meu Pai”.

. Todos temos o livre-arbítrio (liberdade de pensar e agir) e arcamos com as conseqüências dos nossos atos, sejam boas ou não. A isso dá-se o nome de Lei de Causa e Efeito, conforme Jesus estabeleceu “A cada um será dado segundo as suas obras”.


Princípios da Doutrina Espírita (pontos fundamentais):

DEUS: O Pai Criador, a Inteligência Suprema, a Causa Primeira de Todas as Coisas.
JESUS: O Guia e Modelo, O Amado Mestre, O Espírito Mais Perfeito que já passou pela Terra, o Governador Espiritual do Planto Terrestre.
KARDEC: A Base Fundamental.

. Deus é a inteligência suprema e causa primária de todas as coisas. É eterno, imutável, imaterial, único, onipotente, soberanamente justo e bom.
. O Universo é criação de Deus. Abrange todos os seres racionais e irracionais, animados e inanimados, materiais e imateriais.
. Além do mundo corporal, habitação dos Espíritos encarnados (Homens), existe o mundo espiritual, habitação dos Espíritos desencarnados.
. No Universo há outros mundos habitados, com seres de diferentes graus de evolução: iguais, mais evoluídos e menos evoluídos que os homens.
. Todas as leis da Natureza são leis divinas, pois que Deus é o seu autor. Abrangem tanto as leis físicas como as leis morais.
. O homem é um Espírito encarnado em um corpo material. O perispírito é o corpo semi-material que une o Espírito ao corpo material.
. Os Espíritos são os seres inteligentes da criação. Constituem o mundo dos Espíritos, que preexiste e sobrevive a tudo.
. Os Espíritos são criados simples e ignorantes, evoluem intelectual e moralmente, passando de uma ordem inferior para outra mais elevada, até a perfeição, onde gozam de inalterável felicidade.
. Os Espíritos preservam sua individualidade, antes, durante e depois de cada encarnação.
. Os Espíritos reencarnam tantas vezes quantas forem necessárias ao seu próprio aprimoramento.
. Os Espíritos evoluem sempre. Em suas múltiplas existências corpóreas podem estacionar, mas nunca regridem. A rapidez do seu progresso, intelectual e moral, depende dos esforços que faça para chegar à perfeição.
. Os Espíritos pertencem a diferentes ordens, conforme o grau de perfeição a que tenham alcançado: Espíritos Puros, que atingiram a perfeição máxima; Bons Espíritos, nos quais o desejo do bem é o que predomina; Espíritos imperfeitos, caracterizados pela ignorância, pelo desejo do mal e pelas paixões inferiores.
. As relações dos Espíritos com os homens são constantes, e sempre existiram. Os bons Espíritos nos atraem para o bem, nos sustentam nas provas da vida e nos ajudam a suportá-las com coragem e resignação. Os imperfeitos nos induzem ao erro.
. Jesus é o guia e modelo para toda a Humanidade. E a Doutrina que ensinou e exemplificou é a expressão mais pura da Lei de Deus.
. A moral do Cristo, contida no Evangelho, é o roteiro para a evolução segura de todos os homens, e a sua prática é a solução para todos os problemas humanos e o objetivo a ser atingido pela Humanidade.
. O homem tem o livre-arbítrio para agir, mas responde pelas conseqüências de suas ações.
. A vida futura reserva aos homens penas e gozos compatíveis com o procedimento de respeito ou não à Lei de Deus.
. A prece é um ato de adoração a Deus. Está na lei natural, e é o resultado de um sentimento inato do homem, assim como é inata a idéia da existência do Criador.
. A prece torna melhor o homem. Aquele que ora com fervor e confiança se faz mais forte contra as tentações do mal e Deus lhe envia bons Espíritos para assisti-lo. É este um socorro que jamais se lhe recusa, quando pedido com sinceridade.


Prática Espírita

. Toda a prática espírita é gratuita, dentro do princípio do Evangelho: \"Dai de graça o que de graça recebestes\". Assim, todos os trabalhadores espíritas (oradores, passistas, dirigentes, médiuns de toda ordem, etc) trabalham sem recebimento financeiro algum.
. A prática espírita é realizada sem nenhum culto exterior, dentro do princípio cristão de que Deus deve ser adorado em espírito e verdade.
. O Espiritismo não tem sacerdotes e não adota e nem usa em suas reuniões e em suas práticas: altares, imagens, andores, velas, procissões, sacramentos, concessões de indulgência, paramentos, bebidas alcoólicas ou alucinógenas, incenso, fumo, talismãs, amuletos, horóscopos, cartomancia, pirâmides, cristais, búzios ou quaisquer outros objetos, rituais ou formas de culto exterior.
. O Espiritismo não impõe os seus princípios. Convida os interessados em conhecê-lo a submeter os seus ensinos ao crivo da razão antes de aceitá-los.
. A mediunidade, que permite a comunicação dos Espíritos com os homens, é uma faculdade que muitas pessoas trazem consigo ao nascer, independentemente da religião ou da diretriz doutrinária de vida que adote.
. Prática mediúnica espírita só é aquela que é exercida com base nos princípios da Doutrina Espírita e dentro da moral cristã.
. O Espiritismo respeita todas as religiões e doutrinas, valoriza todos os esforços para a prática do bem e trabalha pela confraternização e pela paz entre todos os povos e entre todos os homens, independentemente de sua raça, cor, nacionalidade, crença, nível cultural ou social. Reconhece, ainda, que \"o verdadeiro homem de bem é o que cumpre a lei de justiça, de amor e de caridade, na sua maior pureza\".
O estudo das obras de Allan Kardec é fundamental para o correto conhecimento da Doutrina Espírita.


O Centro Espírita

É escola de formação espiritual e moral, baseada no Espiritismo, ou seja, nos ensinamentos de Jesus. É posto de atendimento fraternal a todos os que o procuram com o propósito de obter orientação, esclarecimento, ajuda ou consolação. É núcleo de estudo, de fraternidade, de oração e de trabalho, com base no Evangelho de Jesus, à luz da Doutrina Espírita.

É casa onde as crianças, os jovens, os adultos e os idosos tenham oportunidade de conviver, estudar e trabalhar, dentro dos princípios espíritas.
É oficina de trabalho que proporciona aos seus freqüentadores oportunidade de exercitar o aprimoramento íntimo, pela vivência do Evangelho em suas atividades. É recanto de paz construtiva, propiciando a união de seus freqüentadores na vivência da recomendação de Jesus: \"Amai-vos uns aos outros\".

Caracteriza-se pela simplicidade própria das primeiras Casas do Cristianismo nascente na prática da caridade, na total ausência de imagens, paramentos, símbolos, rituais, sacramentos ou outras quaisquer manifestações exteriores.
É a unidade fundamental do Movimento Espírita.


Seus Objetivos

Promover o Estudo, a Difusão e a Prática da Doutrina Espírita atendendo e ajudando às pessoas:
- que buscam orientação e amparo para seus problemas espirituais e materiais;
- que querem conhecer e estudar a Doutrina Espírita;
- que querem exercitar e praticar a Doutrina Espírita, em todas as suas áreas de ação.

Suas Atividades Básicas

1. Divulgação da Doutrina Espírita (por todas as formas e meios compatíveis com os princípios doutrinários): palestras, aulas, grupos de estudos, livros, etc.

2. Assistência espiritual (orientação e ajuda às pessoas com necessidades espirituais): atendimento fraterno, exposição de temas espíritas, estudo do evangelho à luz da Doutrina Espírita, passes e atividade mediúnica.

4. Assistência e promoção social (orientação e ajuda às pessoas com necessidades materiais): assistência através da distribuição de alimento, roupa e remédio, e promoção através de cursos de orientação, ensino e formação profissional.


O EVANGELHO NO LAR


ROTEIRO PARA A REALIZAÇÃO \"O EVANGELHO NO LAR\": deixe o seu lar em Paz

1º) Escolher um dia e uma hora da semana em que seja possível a presença de todos os elementos da família, ou da maior parte deles. Observar, rigorosamente, esse dia e essa hora da reunião, para facilitar a assistência espiritual. Nunca mudar o horário, pois os bons espíritos estarão no horário agendado. É possível fazer individualmente se for preciso.

2º) Iniciar a reunião com uma prece, simples e espontânea, em que, mais que as palavras, tenham valor os sentimentos, não devendo, portanto, ser decoradas.

3º) Fazer a leitura, metódica e seqüente, de \"O Evangelho Segundo o Espiritismo\".

4º) Fazer comentários breves sobre o trecho lido, buscando sempre a essência dos sentimentos de Jesus, para a sua aplicação na vida diária. A reunião poderá ser dirigida pelo chefe da casa, ou pela pessoa que tiver maiores conhecimentos doutrinários, a qual deverá incentivar a participação de todos os presentes, colocando as lições ao alcance dos de menor compreensão.

5º) Fazer vibrações pelo lar onde o Evangelho está sendo estudado, para os presentes, seus parentes e amigos.

6º) Relembrar sempre que é dever de todos os que procuram viver o Evangelho, concorrer, sem esmorecimento:

para a Paz da terra;
para a implantação e a vivencia do Evangelho em todos os lares;
para o entendimento fraternal entre todas as Religiões;
para a cura ou melhoria de todos os enfermos, do corpo ou da alma, minimizando seus sofrimentos e suas vicissitudes;
para o incentivo dos trabalhadores do bem e da Verdade;
7º) Fazer a prece de encerramento.

8) Colocar copos de água e solicitar aos espíritos, quando da prece inicial, que fluidifiquem as águas.

9) Podem ser usados livros psicografados por Chico Xavier e Divaldo Franco

\"Dilate a confiança em favor de você mesmo, esperando em Jesus. A idéia é poderosa força em criação ininterrupta. Cada pensamento infeliz é como um ser à parte, destruindo sua alegria. Cada idéia deprimente é semelhante a vírus sutil aniquilando sua saúde.
Liberte-se das influências inferiores, cultivando a serenidade e desenvolvendo a esperança.
Surpreenda o mal, sem lhe dar maior importância, e aniquile-o na grura onde se acolhe. Levante as próprias energias e lute.
Toda luz que você acender no mundo, nascida em seu íntimo, transformar-se-á em lâmpada luminosa no caminho de todos, porquanto nenhum vendaval poderá, jamais, apagar uma única luz alimentada pela energia a derramar-se do Pai, que nos inspira e guia através de sua Leis naturais e imutáveis\".

Marco Prisco (espírito) / psicografia de Divaldo Franco


“A obsessão sempre nos convida a acuradas reflexões em torno da conduta interior
do ser humano, que sempre procede do campo mental, a irradiar-se em todas as
direções, produzindo sintonias compatíveis com a sua equivalência em outros
campos e áreas vibratórias que propiciam as vinculações por afinidade.


Quando as criaturas compreenderem que são as responsáveis por tudo
quanto lhes diz respeito, certamente serão alterados os comportamentos
individuais e coletivos, elegendo-se aquilo que conduz à harmonia e à
felicidade, mesmo que a esforço, ao invés do prazer desgastante de um momento
com as suas consequências perturbadoras de longo prazo. Muitos, na ilusão
orgânica, preferem a intoxicação do gozo doentio, sem qualquer responsabilidade.
Não é de estranhar-se a grande mole que recorrer ao Espiritismo, à mediunidade,
procurando solução milagrosa para os problemas que engendraram e pretendem ser
resolvidos, mesmo sem a sua contribuição sacrificial”.

Manoel Philomeno
de Miranda (espírito), psicografia de Divaldo Franco. Livro: Transição
Planetária


De: Denise Carvalho
Para: Victor Hugo
E-mail: denise13_carvalho@hotmail.com
Data: 10/09/16 03:39

Caro Irmão Victor Hugo.
Boa noite.
Vivo em Portugal. Sou católica, e desde há 2 anos para cá identifico-me com o Espiritismo, leio obras Espíritas, e dou-o a conhecer. Não encontrei um Centro perto da minha residência.
O meu namorado tem um trauma grande porque há 4 anos cruzou-se à noite de carro com uma amiga e fez-lhe sinal com as luzes dos máximos. Soube no dia seguinte que essa pessoa teve um despiste depois na mesma estrada e morreu. Ele acha que pode ter sido ele o culpado. Eu mando rezar missas por ela, e eu própria rezo, e digo para ele fazer o mesmo. O que devemos fazer? Muita luz***

De: Francisco Carlos Santos
Para: Victor Hugo
E-mail: fcarlos.santos21@gmail.com
Data: 08/09/16 22:06

Victor Hugo, boa noite!

Estou muito agradecido pelos esclarecimentos dados por você.
Quando comecei a ler a sua mensagem eu estava ouvindo a Rádio Fraternidade e uma palestrante, começou, no mesmo instante em que eu lia, a falar sobre tudo o que você me escreveu sobre O Espiritismo, Deus e Jesus. Esta palestrante estava participando da 63ª Semana Espírita de Vitória da Conquista.
Obrigado de Victor!


De: Victor Hugo
Para: FRANCISCO CARLOS SANTOS
E-mail: vhgdebem@gmail.com
Data: 08/09/16 17:23

Caro irmão Francisco, boa tarde!
Desejamos-lhe muita paz, harmonia, saúde, tranquilidade e infinita alegria.
Por certo sua vontade possui raiz ou naquilo que você já trouxe quando reencarnou (vontade e desejo de crescimento espiritual) ou na ausência de respostas que até o momento você não obteve nas demais crenças.
Sugerimos que vá a uma Casa Espírita, ouça as palestras e inicie o Estudo sistematizado da Doutrina Espírita.
Devemos ponderar que O Espiritismo é o Consolador prometido por Jesus, que veio, no devido tempo, recordar e complementar o que Ele ensinou, \"restabelecendo todas as coisas no seu verdadeiro sentido\", trazendo, assim, à Humanidade, as bases reais para sua espiritualização. É de grande relevância recordarmos que Jesus, em sua primeira e única encarnação na Terra, despediu-se dos discípulos com um discurso. Assim, o Mestre – o espírito mais perfeito que já passou pela Terra, o nosso Governador Espiritual, o nosso único Guia e Modelo – afirmou:
\"Se vós me amais, guardai meus mandamentos; e eu pedirei a meu Pai e ele vos enviará outro Consolador, a fim de que fique eternamente convosco: - O Espírito de Verdade, que o mundo não pode receber, porque não o vê e não o conhece. Mas, quanto a vós, conhecê-lo-eis porque permanecerá convosco e estará em vós. - Porém, o Consolador, que meu Pai enviará em meu nome, vos ensinará todas as coisas e vos fará recordar tudo o que vos tenho dito. Ademais, eu não posso dizer tudo agora.\" (João, cap. XIV, v. 15 a 17 e 26).


Sendo assim, é a Doutrina de Jesus, é a Doutrina Filosófica, Científica, e Religiosa Codificada pelo missionário Allan Kardec, sendo que há cinco obras básicas:
O Livro dos Espíritos, O Livro dos Médiuns, O Evangelho Segundo o Espiritismo, O Céu e o Inferno, e A Gênese.


Todas as religiões dizem que DEUS é justo: o Espiritismo prova com a reencarnação, tal como disse Jesus \"Para adentrar ao Reino dos Céus é necessário nascer de novo\". Todas as religiões dizem que a alma é imortal, o Espiritismo demonstra pela comunicação dos Espíritos. Somente a Doutrina Espírita elucida os meandros da Lei de causa e efeito, o porque da dor, do sofrimento e da aflição, como Jesus disse (Mateus, cap. 16, vers. 27): \"A cada um será dado segundo as suas obras\". Apenas a Doutrina Espírita apresenta argumentos irrefutáveis acerca da pluralidade dos mundos habitados, tal como estabeleceu Jesus (João, cap. 14, vers. 1 a 3): \"Há muitas moradas na Casa de meu Pai\". Finalmente, para não tomarmos muito o seu tempo, só o Espiritismo explica como ocorre o intercâmbio entre os dois planos da vida, o mundo espiritual e o material. E assim por diante.

Posto isso, deve-se fazer o auto-encontro, o auto-descobrimento, e trabalhar para Jesus. Na questão 919 de O Livro dos Espíritos, Allan Kardec perguntou:

\"Qual é o meio prático mais eficaz para evoluir na Terra sem se deixar levar pelas más tendências?\" É o mesmo que perguntar: como chegar à felicidade possível na Terra?

E os espíritos superiores responderam: \"Um sábio da antiguidade já disse: conhece-te a ti mesmo\".

Assim, a Terra configura-se como sendo uma escola de bençãos em que nós aprendemos bastante; mas também a Terra é uma oficina de Luz na qual, se nos empenhamos no Evangelho de Jesus, nós trabalhamos muito, pois o Evangelho é muito claro: todos temos uma tarefa na Terra.

Comece lendo, simultaneamente, O Livro dos Espíritos e O Evangelho Segundo o Espiritismo.

E você já deve saber, mas permita-nos a assertiva: muita gente se equivoca dizendo kardecismo, kardecista ou espiritismo kardecista. O próprio Kardec rejeitou a denominação kardecista, pois, só há um Espiritismo. Ocorre que, por falta de conhecimento, muitas pessoas confundem a Doutrina Espírita com outras crenças e práticas, como candomblé, umbanda, etc. O Espiritismo não tem nada a ver com essas crenças e práticas. Ademais, o Universo é constituído por círculos de afinidade; desse modo, os espíritos espíritas trabalham nas Casas Espíritas. Já espíritos umbandistas vão na umbanda, pois sintonizam com esse nível de conhecimento. Um espírito espírita usa um vocabulário espírita, baseia-se na lei de causa e efeito, na reencarnação, no livre-arbítrio, enfim, no que há de mais sofisticado em conhecimento. A Doutrina Espírita respeita todas as crenças e práticas, mas o fato é que espíritos espíritas trabalham nos Centros Espíritas. Indivíduos desencarnados de outras greis procuram auxiliar no seu ambiente peculiar.

Abraço

Fique com DEUS

\"Bem-aventurados os mansos e pacíficos, pois herdarão a Terra\". JESUS (Mateus, cap. 5, vers. 5)

\"Buscai a Verdade; a Verdade vos libertará\". JESUS (João, cap. 8, vers. 32)

\"Fora da caridade não há salvação\" ALLAN KARDEC

\"Fé inabalável é somente aquela que pode encarar a razão, face a face, em todas as épocas da Humanidade\". ALLAN KARDEC

\"Todos os Espíritos estão destinados à perfeição, e Deus lhes fornece as maneiras de alcançá-la por meio da reencarnação\". ALLAN KARDEC


\"Pensamento otimista e sadio, palavra esclarecedora, sem a pimenta da
malícia ou da censura e atitudes bem definidas no compromisso superior
aceito, ser-te-ão abençoadas forças mentais e escoras morais
impedindo-te que erres ou que caias. Abre, desse modo, os teus braços, submete- te cruz redentora e avança. Para a ouvir um pouco as vozes do passado
que ensinam experiências e não temas: sê fiel a Jesus até o fim!\"
Joanna de Ângelis (espírito) / Divaldo Franco


Nosso espírito residirá onde projetarmos nossos pensamentos, alicerces
vivos do bem e do mal. Por isto mesmo, dizia Paulo, sabiamente: -
\"Pensai na coisas que são de cima.\"
Emmanuel (espírito) / psicografia de Francisco Cândido Xavier.

Cada criatura constrói na própria mente e no próprio coração o paraíso
que a erguerá ao nível sublime da perfeita alegria, ou o inferno que a
rebaixará aos mais escuros antros de sofrimento. Emmanuel (espírito) / psicografia de Francisco Cândido Xavier.

Acalma a mente e harmoniza o mundo interior.
A paz legítima emerge do coração feliz e da mente que compreende, age
e confia. Joanna de Ângelis (espírito) / psicografia de Divaldo Franco

Não sobrecarregues os teus dias com preocupações desnecessárias, a fim
de que não percas a oportunidade de viver com alegria. André Luiz (espírito) / psicografia de Francisco Cândido Xavier.


ALEGRIA

A vida é bênção, e deve ser mantida saudável, alegre, promissora, mesmo quando sob a injunção libertadora de provas e expiações.Tornando tua vida agradável, serão frutíferos e ensolarados todos os teus dias. Sempre pense de modo saudável, por mais que sintas o coração doer ou sensações ruins. Eleva-te sempre, não dês atenção à perturbação. Seguindo esta conduta alegre você irá, com o passar do tempo, ficar bem e desfrutar de paz interior.

Vives consoante pensas e almejas, consciente ou inconscientemente.

Conforme dirijas a mente, recolherás os resultados. Possuis todos os recursos ao alcance da vontade. Canalizando-a para o bem ou para o mal, fruirás saúde ou doença. Tem em mente, no entanto, que o teu destino é programado pela tua mente e pelos teus atos, dependendo de ti a direção que lhe concedas.

Autor: Joanna de Ângelis (espírito)
Psicografia de Divaldo Franco


PERSEVERANÇA

Sempre que aflições te visitem na forma de enfermidade ou tristeza, humilhação ou penúria, perseguição ou tentação, prejuízo ou desastre, não te rendas às sugestões de rebeldia ou desalento. Trabalha e espera, entre o prazer de servir e a felicidade de confiar, recordando que, se procuras pelo socorro de Deus, o socorro de Deus também te procura. E se a tranqüilidade parece tardar, porque privações e provações se multipliquem, persevera com o trabalho e com a esperança, lembrando-te de que a lei do bem opera sempre e de que o amparo de Deus está oculto ou vem vindo.

Emmanuel (espírito) / psicografia de Chico Xavier



ELES ESTÃO VIVOS

Ainda quando não reconheças, de pronto, semelhante verdade, eles te vêem e te escutam!
Quando possível, seguem-te os passos compartilhando-te problemas e aflições.

Compadece-te dos que te precederam na Grande Renovação!
Aqueles que viste partir de mãos desfalecentes nas tuas, doando os derradeiros pensamentos terrestres através dos olhos fitos nos teus, não estão mortos. Entraram em novas dimensões de existência, mas prosseguem de coração vinculado ao teu coração.
Assinalam-te o afeto e agradecem-te a lembrança, no entanto, quase sempre se escoram em tua fé, buscando em ti a fôrça precisa para restauração espiritual que demandam.

Muitos deles, ainda inadaptados a vida diferente que são compelidos a facear, pedem serenidade em tua coragem e apoio em teu amor...
Outros, muitos, jazem mergulhados na bruma da saudade, detidos na sede de reencontro, ante as requisições continuadas dos teus pensamentos de angústia.

Outros muitos, seguem-te ainda. Aqueles que se despediram de ti, depois de longa existência, abençoando-te a vida... Os que amaste, indicando-lhes o caminho para as esferas superiores ... Os que lenantas-te para a luz da esperança e aqueles outros que socorreste um dia com o ósculo da amizade e da beneficiência. Todos te agradecem, estendendo-te os braços no sentido de te auxiliar a transpor as estradas que ainda te cabem percorrer.
Auxilia aos entes queridos na espiritualidade a fim de que te possam auxiliar!

Se lhes recorda a presença e o carinho, preenche o vazio que te impuseram à Alma, abraçando o trabalho que terão deixado de fazer. Sê a voz que lhes reconforte os seres amados ainda na Terra, a força que lhes execute o serviço de paz e amor que não terminaram, a luz para aqueles que lhes lastimam a ausência em recantos de sombra ou o amparo em favor daqueles que desejariam continuar sustentando no mundo!

Compadece-te dos entes queridos que te antecederam na Grande Libertação!

Chora, porque a dor é forte e, é fonte de energias renovadoras por dentro do coração, mas chora trabalhando e servindo, auxiliando e amando sempre!
E deixa que os corações amados, hoje no mais Além, te enxuguem as lágrimas, inspirando-te ação e renovação, porque, no futuro, tê-lo-ás a todos positivamente contigo nas alegrias do Novo despertar.


Autor: Emmanuel (espírito)
Psicografia de Chico Xavier


SEMPRE COM DEUS

Lembra-te de Deus para que saibas agradecer os talentos da vida.
Se te encontras cansado, pensa Nele, o eterno Pai que jamais descansa. Como nos ensinou o próprio Jesus, o Pai trabalha constantemente.
Se te encontras triste, eleva a Deus os teus sentimentos, meditando na alegria solar com que, todas as manhãs, a infinita bondade do Pai dissolve as trevas, anunciando um dia novo de oportunidades.
Se estás doente pensa em como Deus, na sua compaixão e equilíbrio, reajusta os quadros da natureza. Pensa em como após a tempestade que arranca árvores centenárias e destrói montanhas, tudo se asserena.
Se te sentes incompreendido, ainda assim volta-te para Deus. Ele, o eterno doador de todas as bênçãos, quantas vezes é incompreendido pelas criaturas que criou e sustenta. Mesmo assim, a sua paciência inesgotável não desanima, aguardando que nos decidamos por abandonar nossas imperfeições.
Se te sentes humilhado, entrega a Deus as dores da tua sensibilidade ferida ou do orgulho menosprezado, refletindo no anonimato com que ele esconde a sua imensa grandeza, servindo-nos todos os dias.
Se te sentes sozinho, busca a companhia sublime de Deus na pessoa daqueles que seguem na retaguarda, cambaleantes de sofrimento. Os mais solitários que tu mesmo, que se encontram em provações mais difíceis que as tuas. Procura aqueles que a miséria encara todas as horas e necessitam da tua ajuda para matar a fome, a sede, acalmar a dor.
Sai de ti mesmo e procura-os. Eles se encontram nas favelas, nas praças, nos hospitais, nos asilos, nas prisões. Talvez, ao teu lado, nos familiares que te esperam um gesto de carinho, uma palavra amiga, um pouco de atenção.
Se estás aflito, confia a Deus as tuas ansiedades. Fala-lhe de tudo aquilo que te vai na intimidade e Nele, que é o amor, todas as tuas tormentas haverão de se acalmar.
Enfim, seja qual for a dificuldade, recorda o todo misericordioso que não nos esquece.
Na oração haverás de encontrar a força a fim de te ergueres e superares os problemas, pequenos ou grandes que te estejam a supliciar.
Na oração, que é rota de luz, não haverá de te faltar o ânimo para enfrentar mais este dia, com coragem, bom ânimo e alegria, porque, afinal de contas, dia como este nunca houve e nem haverá igual.
***
Na vida, auxilia quanto puderes. Faze o bem sem olhar a quem.
Imagina que és o lavrador e o teu próximo é o campo. Tu plantas e o outro produz. Tu és o celeiro, o outro é o cliente.
Se desejas seguir para Deus, pensa que entre Deus e tu mesmo, o próximo é a ponte.
O Criador atende às criaturas através das criaturas.
Por isso mesmo, é preciso viver e servir.
(Equipe de Redação do Momento Espírita, baseado nos caps. 13 e 19 do livro \"O Espírito da Verdade, ed. FEB)


ESPIRITISMO

O Espiritismo estabelece com base em fatos, provas e evidências que:


. DEUS é o Pai Criador, a Inteligência Suprema e Causa Primeira de todas as coisas.

. Jesus é um espírito puro, tendo atingido o grau máximo de perfeição a que um espírito pode chegar. É o Governador Espiritual da terra, é o Incomparável Mestre, o nosso único Guia e Modelo.

. O Espírito é imortal.

. Todos reencarnamos várias vezes, seja na Terra ou em outro mundo, pois, conforme Jesus disse “Há muitas moradas na casa de Meu Pai”.

. Todos temos o livre-arbítrio (liberdade de pensar e agir) e arcamos com as conseqüências dos nossos atos, sejam boas ou não. A isso dá-se o nome de Lei de Causa e Efeito, conforme Jesus estabeleceu “A cada um será dado segundo as suas obras”.


Princípios da Doutrina Espírita (pontos fundamentais):

DEUS: O Pai Criador, a Inteligência Suprema, a Causa Primeira de Todas as Coisas.
JESUS: O Guia e Modelo, O Amado Mestre, O Espírito Mais Perfeito que já passou pela Terra, o Governador Espiritual do Planto Terrestre.
KARDEC: A Base Fundamental.

. Deus é a inteligência suprema e causa primária de todas as coisas. É eterno, imutável, imaterial, único, onipotente, soberanamente justo e bom.
. O Universo é criação de Deus. Abrange todos os seres racionais e irracionais, animados e inanimados, materiais e imateriais.
. Além do mundo corporal, habitação dos Espíritos encarnados (Homens), existe o mundo espiritual, habitação dos Espíritos desencarnados.
. No Universo há outros mundos habitados, com seres de diferentes graus de evolução: iguais, mais evoluídos e menos evoluídos que os homens.
. Todas as leis da Natureza são leis divinas, pois que Deus é o seu autor. Abrangem tanto as leis físicas como as leis morais.
. O homem é um Espírito encarnado em um corpo material. O perispírito é o corpo semi-material que une o Espírito ao corpo material.
. Os Espíritos são os seres inteligentes da criação. Constituem o mundo dos Espíritos, que preexiste e sobrevive a tudo.
. Os Espíritos são criados simples e ignorantes, evoluem intelectual e moralmente, passando de uma ordem inferior para outra mais elevada, até a perfeição, onde gozam de inalterável felicidade.
. Os Espíritos preservam sua individualidade, antes, durante e depois de cada encarnação.
. Os Espíritos reencarnam tantas vezes quantas forem necessárias ao seu próprio aprimoramento.
. Os Espíritos evoluem sempre. Em suas múltiplas existências corpóreas podem estacionar, mas nunca regridem. A rapidez do seu progresso, intelectual e moral, depende dos esforços que faça para chegar à perfeição.
. Os Espíritos pertencem a diferentes ordens, conforme o grau de perfeição a que tenham alcançado: Espíritos Puros, que atingiram a perfeição máxima; Bons Espíritos, nos quais o desejo do bem é o que predomina; Espíritos imperfeitos, caracterizados pela ignorância, pelo desejo do mal e pelas paixões inferiores.
. As relações dos Espíritos com os homens são constantes, e sempre existiram. Os bons Espíritos nos atraem para o bem, nos sustentam nas provas da vida e nos ajudam a suportá-las com coragem e resignação. Os imperfeitos nos induzem ao erro.
. Jesus é o guia e modelo para toda a Humanidade. E a Doutrina que ensinou e exemplificou é a expressão mais pura da Lei de Deus.
. A moral do Cristo, contida no Evangelho, é o roteiro para a evolução segura de todos os homens, e a sua prática é a solução para todos os problemas humanos e o objetivo a ser atingido pela Humanidade.
. O homem tem o livre-arbítrio para agir, mas responde pelas conseqüências de suas ações.
. A vida futura reserva aos homens penas e gozos compatíveis com o procedimento de respeito ou não à Lei de Deus.
. A prece é um ato de adoração a Deus. Está na lei natural, e é o resultado de um sentimento inato do homem, assim como é inata a idéia da existência do Criador.
. A prece torna melhor o homem. Aquele que ora com fervor e confiança se faz mais forte contra as tentações do mal e Deus lhe envia bons Espíritos para assisti-lo. É este um socorro que jamais se lhe recusa, quando pedido com sinceridade.


Prática Espírita

. Toda a prática espírita é gratuita, dentro do princípio do Evangelho: \"Dai de graça o que de graça recebestes\". Assim, todos os trabalhadores espíritas (oradores, passistas, dirigentes, médiuns de toda ordem, etc) trabalham sem recebimento financeiro algum.
. A prática espírita é realizada sem nenhum culto exterior, dentro do princípio cristão de que Deus deve ser adorado em espírito e verdade.
. O Espiritismo não tem sacerdotes e não adota e nem usa em suas reuniões e em suas práticas: altares, imagens, andores, velas, procissões, sacramentos, concessões de indulgência, paramentos, bebidas alcoólicas ou alucinógenas, incenso, fumo, talismãs, amuletos, horóscopos, cartomancia, pirâmides, cristais, búzios ou quaisquer outros objetos, rituais ou formas de culto exterior.
. O Espiritismo não impõe os seus princípios. Convida os interessados em conhecê-lo a submeter os seus ensinos ao crivo da razão antes de aceitá-los.
. A mediunidade, que permite a comunicação dos Espíritos com os homens, é uma faculdade que muitas pessoas trazem consigo ao nascer, independentemente da religião ou da diretriz doutrinária de vida que adote.
. Prática mediúnica espírita só é aquela que é exercida com base nos princípios da Doutrina Espírita e dentro da moral cristã.
. O Espiritismo respeita todas as religiões e doutrinas, valoriza todos os esforços para a prática do bem e trabalha pela confraternização e pela paz entre todos os povos e entre todos os homens, independentemente de sua raça, cor, nacionalidade, crença, nível cultural ou social. Reconhece, ainda, que \"o verdadeiro homem de bem é o que cumpre a lei de justiça, de amor e de caridade, na sua maior pureza\".
O estudo das obras de Allan Kardec é fundamental para o correto conhecimento da Doutrina Espírita.


O Centro Espírita

É escola de formação espiritual e moral, baseada no Espiritismo, ou seja, nos ensinamentos de Jesus. É posto de atendimento fraternal a todos os que o procuram com o propósito de obter orientação, esclarecimento, ajuda ou consolação. É núcleo de estudo, de fraternidade, de oração e de trabalho, com base no Evangelho de Jesus, à luz da Doutrina Espírita.

É casa onde as crianças, os jovens, os adultos e os idosos tenham oportunidade de conviver, estudar e trabalhar, dentro dos princípios espíritas.
É oficina de trabalho que proporciona aos seus freqüentadores oportunidade de exercitar o aprimoramento íntimo, pela vivência do Evangelho em suas atividades. É recanto de paz construtiva, propiciando a união de seus freqüentadores na vivência da recomendação de Jesus: \"Amai-vos uns aos outros\".

Caracteriza-se pela simplicidade própria das primeiras Casas do Cristianismo nascente na prática da caridade, na total ausência de imagens, paramentos, símbolos, rituais, sacramentos ou outras quaisquer manifestações exteriores.
É a unidade fundamental do Movimento Espírita.


Seus Objetivos

Promover o Estudo, a Difusão e a Prática da Doutrina Espírita atendendo e ajudando às pessoas:
- que buscam orientação e amparo para seus problemas espirituais e materiais;
- que querem conhecer e estudar a Doutrina Espírita;
- que querem exercitar e praticar a Doutrina Espírita, em todas as suas áreas de ação.

Suas Atividades Básicas

1. Divulgação da Doutrina Espírita (por todas as formas e meios compatíveis com os princípios doutrinários): palestras, aulas, grupos de estudos, livros, etc.

2. Assistência espiritual (orientação e ajuda às pessoas com necessidades espirituais): atendimento fraterno, exposição de temas espíritas, estudo do evangelho à luz da Doutrina Espírita, passes e atividade mediúnica.

4. Assistência e promoção social (orientação e ajuda às pessoas com necessidades materiais): assistência através da distribuição de alimento, roupa e remédio, e promoção através de cursos de orientação, ensino e formação profissional.


O EVANGELHO NO LAR


ROTEIRO PARA A REALIZAÇÃO \"O EVANGELHO NO LAR\": deixe o seu lar em Paz

1º) Escolher um dia e uma hora da semana em que seja possível a presença de todos os elementos da família, ou da maior parte deles. Observar, rigorosamente, esse dia e essa hora da reunião, para facilitar a assistência espiritual. Nunca mudar o horário, pois os bons espíritos estarão no horário agendado. É possível fazer individualmente se for preciso.

2º) Iniciar a reunião com uma prece, simples e espontânea, em que, mais que as palavras, tenham valor os sentimentos, não devendo, portanto, ser decoradas.

3º) Fazer a leitura, metódica e seqüente, de \"O Evangelho Segundo o Espiritismo\".

4º) Fazer comentários breves sobre o trecho lido, buscando sempre a essência dos sentimentos de Jesus, para a sua aplicação na vida diária. A reunião poderá ser dirigida pelo chefe da casa, ou pela pessoa que tiver maiores conhecimentos doutrinários, a qual deverá incentivar a participação de todos os presentes, colocando as lições ao alcance dos de menor compreensão.

5º) Fazer vibrações pelo lar onde o Evangelho está sendo estudado, para os presentes, seus parentes e amigos.

6º) Relembrar sempre que é dever de todos os que procuram viver o Evangelho, concorrer, sem esmorecimento:

para a Paz da terra;
para a implantação e a vivencia do Evangelho em todos os lares;
para o entendimento fraternal entre todas as Religiões;
para a cura ou melhoria de todos os enfermos, do corpo ou da alma, minimizando seus sofrimentos e suas vicissitudes;
para o incentivo dos trabalhadores do bem e da Verdade;
7º) Fazer a prece de encerramento.

8) Colocar copos de água e solicitar aos espíritos, quando da prece inicial, que fluidifiquem as águas.

9) Podem ser usados livros psicografados por Chico Xavier e Divaldo Franco

\"Dilate a confiança em favor de você mesmo, esperando em Jesus. A idéia é poderosa força em criação ininterrupta. Cada pensamento infeliz é como um ser à parte, destruindo sua alegria. Cada idéia deprimente é semelhante a vírus sutil aniquilando sua saúde.
Liberte-se das influências inferiores, cultivando a serenidade e desenvolvendo a esperança.
Surpreenda o mal, sem lhe dar maior importância, e aniquile-o na grura onde se acolhe. Levante as próprias energias e lute.
Toda luz que você acender no mundo, nascida em seu íntimo, transformar-se-á em lâmpada luminosa no caminho de todos, porquanto nenhum vendaval poderá, jamais, apagar uma única luz alimentada pela energia a derramar-se do Pai, que nos inspira e guia através de sua Leis naturais e imutáveis\".

Marco Prisco (espírito) / psicografia de Divaldo Franco


“A obsessão sempre nos convida a acuradas reflexões em torno da conduta interior
do ser humano, que sempre procede do campo mental, a irradiar-se em todas as
direções, produzindo sintonias compatíveis com a sua equivalência em outros
campos e áreas vibratórias que propiciam as vinculações por afinidade.


Quando as criaturas compreenderem que são as responsáveis por tudo
quanto lhes diz respeito, certamente serão alterados os comportamentos
individuais e coletivos, elegendo-se aquilo que conduz à harmonia e à
felicidade, mesmo que a esforço, ao invés do prazer desgastante de um momento
com as suas consequências perturbadoras de longo prazo. Muitos, na ilusão
orgânica, preferem a intoxicação do gozo doentio, sem qualquer responsabilidade.
Não é de estranhar-se a grande mole que recorrer ao Espiritismo, à mediunidade,
procurando solução milagrosa para os problemas que engendraram e pretendem ser
resolvidos, mesmo sem a sua contribuição sacrificial”.

Manoel Philomeno
de Miranda (espírito), psicografia de Divaldo Franco. Livro: Transição
Planetária

 
 
Busca
  
  
  
 
Temas Importantes
- Reencarnação
- Obsessão
- Mediunidade
 
Divulgação
- Indique o Site
- Adicione aos Favoritos
 
Mensagem do dia
“Eis a dupla singular, escora que nos descansa: servir sem desanimar, nunca perder a esperança. Se sofres, serve e confia, não te queixes, nem te irrites. Espera. A bênção de Deus é proteção sem limites”. Meimei
 
Boletim Eletrônico
Cadastre seu e-mail e receba mensagens de Luz, textos e outras informações.
E-mail

Assinar Remover
Copyright© 2004/2016 - O Espiritismo - Araraquara/SP - Todos os direitos reservados

Webmaster