Mensagens de Luz  
 
 
  Textos Espíritas  
 
 
  Mural de Recados  
 
 
  Guia de Centros Espíritas  
 
 
  Ouça Mensagens  
 
 
Página Inicial - O Espiritismo
 Home
 A Doutrina
  O que é?
  Conheça Allan Kardec
  Biografias
  Galeria de Imagens
  Fale Conosco
  Links Indicados
  Sugestão de Livros
  Obras Básicas
 O Espiritismo e Você
  Mensagens de Luz
  Textos Espíritas
  Mural de Recados
  Guia de Endereços
  de Centros Espíritas
  Ouça Mensagens
 
 
>> MURAL DE RECADOS
 
Mural
De: wilson
Para: Os estudiosos
E-mail: wilsonmoreno67@gmail.com
Data: 19/08/17 00:46

Os Médiuns passistas podem beber e fumar????

As bebidas alcoólicas, cigarros e charutos vão contaminar fluidicamente o magnetismo dos médiuns.

Os médiuns passistas não podem fumar, nem beber e nem usarem drogas, eles tem que procurar cultivar pensamentos elevados e positivos, sentimentos nobres e ter uma conduta moral reta no bem, na caridade e nas Virtudes.
Ele tem que procurar também ter uma alimentação pura vegetariana, tomar muita água pura, evitar produtos químicos e procurar sempre manter o bom humor e os pensamentos elevados e firmes no bem.
Nunca cobrar nada.
O médium passista tem que procurar sempre se elevar moralmente e ser forte nos pensamentos e na vontade, nós somos o que pensamos e atraímos pelos pensamentos bons ou maus espíritos.
Cultive sempre pensamentos fortes e elevados.
Bebidas alcoólicas e cigarros ou charutos vão contaminar o magnetismo dos médiuns, o grande erro desses centros de Umbanda e quimbanda é deixarem seus médiuns beberem e fumarem, dessa forma eles estão contaminando os fluidos magnéticos com nicotina e álcool.
E os médiuns umbandistas que bebem e fumam vão entrar em sintonia com espíritos inferiores ainda apegados a matéria e a vícios terrenos, espíritos de alcoólatras e tabagistas.
Nunca tomem passes de médiuns que bebem e fumam, esses passes vão prejudicar as pessoas.
Nunca tomem passes de médiuns umbandistas por que as entidades que eles trabalham como caboclos e pretos velhos ou exus bebem e fumam, ou seja, essas entidades pedem coisas materiais como cachaça, cigarros, charutos, velas e despachos com restos de comida.

Os espíritos elevados não possuem apegos as coisas matérias e eles não pedem bebidas alcoólicas e nem fumo.
Os espíritos elevados ou espíritos de luz só pregam o bem, as Virtudes, a elevação moral, a pureza dos pensamentos, o desapego das coisas matérias e o desapego dos vícios.
Eles tentam sempre Moralizar e espiritualizar as pessoas.
Os espiritos elevados só pregam as Virtudes e a Moral elevada e pura.
Perguntamos.
Beber e fumar vai elevar moralmente e espiritualmente as pessoas???
Claro que não, tais praticas vão atrair pela sintonia espiritos viciados do mundo invisível.

Wilson Moreno


De: wilson
Para: Os estudiosos
E-mail: wilsonmoreno67@gmail.com
Data: 17/08/17 06:25

Predestinação.

Ninguém se reencarna no mundo terra para ser vitima de bandidos e crimes, quando isso acontece isso é obra da maldade humana.
Vejamos o que a obra O Livro dos Espíritos fala sobre essa questão.

880. Qual é o primeiro de todos os direitos naturais do homem?

— O DE VIVER. É POR ISSO QUE NINGUÉM TEM O DIREITO DE ATENTAR CONTRA A VIDA DO SEMELHANTE OU FAZER QUALQUER COISA QUE POSSA COMPROMETER A SUA EXISTÊNCIA CORPÓREA.

746. O assassínio é um crime aos olhos de Deus?

— SIM, UM GRANDE CRIME, POIS AQUELE QUE TIRA A VIDA DE UM SEMELHANTE INTERROMPE UMA VIDA DE EXPIAÇÃO OU DE MISSÃO, E NISSO ESTÁ O MAL.

Vemos claramente que ninguém se reencarna predestinado a ser vitima de criminosos ou para ser assassinado, roubado, violentada, estuprada, torturada ninguém esta encarnado no mundo terra para ter esse fim.
Quando isso acontece isso é obra da maldade humana não tem nada de provação ou karma.
Como coloca Kardec QUE NINGUÉM TEM O DIREITO DE ATENTAR CONTRA A VIDA DO SEMELHANTE OU FAZER QUALQUER COISA QUE POSSA COMPROMETER A SUA EXISTÊNCIA CORPÓREA.

Por que se alguém estivesse predestinado a ser vitima de bandidos a vitima deixaria de ser vitima e passaria a merecer esse mal.
Vejamos um exemplo.
Se uma criança é vitima de pedofilos isso não é provação e nem karma por que se isso fosse provação ou karma a vitima deixa de ser vitima para merecer essa maldade.
Ou seja a criança iria mesmo merecer isso.
Um outro exemplo, se uma mulher é estuprada e morta por marginais isso não é provação e nem karma por que se isso fosse provação ou karma essa mulher iria merecer essa maldade absurda e ela não seria mais vitima.
Ninguem se reencarna para ter esse fim trágico, quando isso acontece isso é obra da maldade humana.
Por que, o ser humano tem livre arbítrio para fazer o bem ou o mal.

Da mesma forma ninguém se reencarna no plano terreno para ser um bandido, um drogado, um alcoólatra, um corrupto, um pedofilo, quando uma pessoa segue o caminho do mal, dos vícios e do crime isso é obra do mau uso do livre arbítrio na encarnação presente.
Somos nós que criamos o nosso destino no mundo terra é por isso que temos Livre arbítrio.

Wilson Moreno




De: wilson
Para: Os estudiosos
E-mail: wilsonmoreno67@gmail.com
Data: 14/08/17 15:24

As Orientações de Leon Denis sobre as Mistificações

A mediunidade intuitiva, dizíamos nós, não deve ser desdenhada, porque com o exercício se desenvolve e torna-se bem definida. Entretanto, é preciso - como a respeito de todas as produções mediúnicas - JAMAIS DEIXAR DE SUBMETER OS SEUS RESULTADOS À INSPEÇÃO DE NOSSO CRITÉRIO E RACIOCÍNIO.
Não é a credulidade menor mal que o cepticismo intransigente. O discernimento e uma certa educação cientifica são necessários para determinar a verdadeira origem e o valor das comunicações, para fazer a distinção entre as diferentes causas que intervêm no fenômeno.

A autenticidade das mensagens é, às vezes, difícil de estabelecer-se. O ABUSO DE NOMES CÉLEBRES, DE PERSONALIDADES VENERADAS ENTRE OS HOMENS É FREQÜENTEMENTE PRATICADO e torna-se um elemento de dúvida e de confusão para os observadores. Certas produções, de deplorável banalidade, num estilo incorretíssimo, subscritas por nomes ilustres, despertam a desconfiança e levam muitas pessoas a considerar o Espiritismo uma grosseira mistificação. Para o analista calmo e imparcial esses abusos demonstram simplesmente uma coisa: é que o autor do ditado nem sempre é o que diz ser. NO MUNDO INVISÍVEL, COMO ENTRE NÓS, HÁ ESPÍRITOS EMBUSTEIROS, SEMPRE PRONTOS A APROPRIAR-SE DE TÍTULOS OU MERECIMENTOS, A QUE NENHUM DIREITO POSSUEM, COM O FIM DE SE IMPOREM AO VULGO.

É, PORTANTO, NECESSÁRIO DAR MAIS ATENÇÃO AO PRÓPRIO CONTEÚDO DAS COMUNICAÇÕES QUE AO NOME QUE AS SUBSCREVE. PELA OBRA SE JULGA O OPERÁRIO. Os Espíritos superiores, para se fazerem reconhecer, em lugar dos nomes que usavam na Terra, adotam de bom grado termos alegóricos.

Em regra, os nomes e títulos não têm no outro mundo a importância que lhes damos. Os julgamentos do Espaço não são os da Terra, e muitos nomes que fulguram na história humana se eclipsam na outra vida. As obras de dedicação, amor e caridade constituem lá valiosos e duradouros títulos. Os que as edificaram nem sempre hão deixado seus nomes na memória dos homens. Passaram obscuros, quase desconhecidos neste mundo, mas a lei divina consagrou sua existência, e sua alma refulge com um brilho que muitos Espíritos, reputados grandes entre nós, estão longe de possuir.

HÁ NAS REGIÕES INFERIORES DO ESPAÇO, COMO NA TERRA, ESPÍRITOS SOFÍSTICOS QUE TRATAM DE IMPINGIR SUAS CONCEPÇÕES SOB A CAPA DE NOMES POMPOSOS. NELES, O ERRO SE DISSIMULA SOB AS FORMAS AUSTERAS OU SEDUTORAS, QUE ILUDEM, E SÃO POR ISSO AINDA MAIS PERIGOSAS. É PRINCIPALMENTE EM TAIS CASOS QUE SE DEVE EXERCER O NOSSO DISCERNIMENTO. NÃO DEVEMOS ADOTAR AS OPINIÕES DE UM ESPÍRITO, SIMPLESMENTE PORQUE SE TRATA DE UM ESPÍRITO, MAS UNICAMENTE SE NOS PARECEM JUSTAS E BOAS.

Devemos discutir e averiguar as produções do Além com a mesma liberdade de apreciação com que julgamos as dos autores terrestres. O ESPÍRITO NÃO É MAIS QUE UM HOMEM LIBERTADO DE SEU CORPO CARNAL; COM A MORTE NÃO ADQUIRE A INFALIBILIDADE. O espaço que nos envolve é povoado de uma multidão invisível pouco evoluída. Acima dela, porém, há elevadas e nobres Inteligências, cujos ensinos nos devem ser preciosos. Podemos reconhecê-las pela sabedoria que as inspira, pela clareza e amplitude de suas apreciações.

Leon Denis
No Invisível.

Wilson Moreno


De: Antônio Marcos de freitas
Para: Todos
E-mail: marfrei@usp.br
Data: 07/08/17 14:05

Peço a todos os irmãos na fé que orem por mim e minha família, necessitamos muito de paz e saúde , que essas preces me tragam luz e uma direção na solução dos nossos problemas. Amém

De: wilson
Para: Os estudiosos
E-mail: wilsonmoreno67@gmail.com
Data: 06/08/17 08:02

A mesma questão do mal.
O mal seria uma necessidade???
Muitos espíritas falam que o mal seria uma necessidade Kardec explica que isso não existe.

Vejamos essas colocações de Kardec

O mal não é, portanto, Vossa obra, Senhor, porque a fonte de todo o bem não pode engendrar nenhum mal. SOMOS NÓS MESMOS QUE O CRIAMOS, AO INFRINGIR AS VOSSAS LEIS, E PELO MAU USO QUE FAZEMOS DA LIBERDADE QUE NOS CONCEDESTES. Quando os homens observarem as Vossas leis, o mal desaparecerá da Terra, como já desapareceu dos mundos mais adiantados.

NÃO EXISTE PARA NINGUÉM A FATALIDADE DO MAL, QUE SÓ PARECE IRRESISTÍVEL PARA AQUELES QUE NELE SE COMPRAZEM. Se temos vontade de fazê-lo, também poderemos ter a de fazer o bem. E é por isso, oh! Senhor, que solicitamos a vossa assistência e a dos Bons Espíritos, para resistirmos à tentação.

Mas nós somos, nós mesmos, Espíritos imperfeitos, encarnados na Terra para expiar nossas faltas e nos melhorarmos. A CAUSA DO MAL ESTÁ EM NÓS PRÓPRIOS, e os maus Espíritos apenas se aproveitam de nossas tendências viciosas, nas quais nos entretêm, para nos tentarem.

Cada imperfeição é uma porta aberta às suas influências, enquanto eles são impotentes e renunciam a qualquer tentativa contra os seres perfeitos. Tudo o que possamos fazer para afastá-los será inútil, se não lhes opusermos uma vontade inquebrantável na prática do bem, com absoluta renúncia ao mal. É, pois, contra nós mesmos que devemos dirigir os nossos esforços, e então os maus Espíritos se afastarão naturalmente, porque o mal é o que os atrai, enquanto o bem os repele.

Evangelho seg Espiritismo
Capitulo oração dominical
Allan Kardec

O mal nunca é uma necessidade, roubar, matar, enganar, explorar, racismo, pedofilia, vícios, violentar, maltratar não são coisas necessárias isso reflete o mal uso do livre arbítrio.
Ninguém se reencarna no mundo terra com a missão de praticar o mal, crimes e vícios isso deriva dos nossos maus pensamentos e o mau uso do livre arbítrio.
Como disse Kardec NÃO EXISTE PARA NINGUÉM A FATALIDADE DO MAL, QUE SÓ PARECE IRRESISTÍVEL PARA AQUELES QUE NELE SE COMPRAZEM. Se temos vontade de fazê-lo, também poderemos ter a de fazer o bem.
A CAUSA DO MAL ESTÁ EM NÓS PRÓPRIOS, e os maus Espíritos apenas se aproveitam de nossas tendências viciosas, nas quais nos entretêm, para nos tentarem.

Wilson Moreno



De: VH
Para: Todos
E-mail: vhgdebem@gmail.com
Data: 04/08/17 17:48

Coloco em primeira instância o consolo que é preciso oferecer aos que sofrem, erguer a coragem dos caídos, arrancar um homem de suas paixões, do desespero, do suicídio, detê-lo talvez no limiar do crime! Não vale mais isso do que os lambris dourados? A verdadeira convicção só se adquire pelo estudo, pela reflexão e por uma observação contínua. Para crer, não basta ver, é necessário compreender.Fé inabalável é somente aquela que pode encarar a razão, face a face, em todas as épocas da Humanidade. Allan Kardec

De: wilson
Para: Os estudiosos
E-mail: wilsonmoreno67@gmail.com
Data: 31/07/17 22:27

Isso apavora os espíritos mistificadores, embusteiros e obsessores.
Pessoas que analisam e passam pelo crivo da razão e da lógica as mensagens mediúnicas.
Como explica Kardec nesse texto.

Dois meios há que podem servir para indicar a correta atitude nas questões duvidosas: O PRIMEIRO CONSISTE EM SUBMETER TODAS AS COMUNICAÇÕES AO EXAME SEVERO DA RAZÃO, DO BOM SENSO E DA LÓGICA: É A RECOMENDAÇÃO QUE FAZEM TODOS OS BONS ESPÍRITOS O QUE, CUIDADOSAMENTE, EVITAM OS MENTIROSOS, POIS SABEM PERFEITAMENTE QUE O EXAME ACURADO VIRIA FATALMENTE OS PREJUDICAR. POR ISSO EVITAM A DISCUSSÃO E QUEREM SER ACREDITADOS SEM OBJEÇÃO.

O segundo critério da verdade é a concordância do ensino. Quando um mesmo princípio é ensinado em lugares diferentes, por diferentes Espíritos e médiuns estranhos uns aos outros e que não estejam sob a mesma influência, pode-se concluir que é mais verdadeiro no que um outro que emana de uma só origem e é contraditado pela maioria. (O Livro dos Médiuns, cap. XXVII: Contradições e mistificações. - O Evangelho segundo o Espiritismo, introdução. Autoridade da Doutrina Espírita).

Conhece-se a qualidade dos Espíritos pelo que dizem. As palavras dos verdadeiramente bons e superiores são sempre dignas, nobres, lógicas e isentas de contradição. Respiram sabedoria, benevolência, modéstia e a moral mais pura; são concisas e não contêm redundâncias. Nos Espíritos inferiores, ignorantes e orgulhosos, o vazio das idéias é quase sempre compensado pela abundância de palavra. TODO PENSAMENTO EVIDENTEMENTE FALSO, TODA MÁXIMA CONTRÁRIA À SÃ MORAL, TODO CONSELHO RIDÍCULO, TODA EXPRESSÃO GROSSEIRA, TRIVIAL OU SIMPLESMENTE FRÍVOLA, TODO SINAL, DE MALEVOLÊNCIA, DE PRESUNÇÃO OU DE ARROGÂNCIA, SÃO INCONTESTÁVEIS ÍNDICES DA INFERIORIDADE DO ESPÍRITO.

Submetendo-se todas as comunicações a RIGOROSO EXAME, sondando e analisando suas idéias e expressões, como se faz ao julgar uma obra literária e rejeitando sem hesitação TUDO O QUE FOR CONTRÁRIO À LÓGICA E AO BOM SENSO, tudo o que desmente o caráter do Espírito que se pensa estar manifestando, consegue-se desencorajar os Espíritos mistificadores que acabam por se afastar, desde que se convençam de que não podem nos enganar. Repetimos que este é o único meio, mas é infalível PORQUE NÃO EXISTE COMUNICAÇÃO MÁ QUE RESISTA A UMA CRÍTICA RIGOROSA.
Os Espíritos bons jamais se ofendem, pois eles mesmos nos aconselham a proceder assim e nada têm a temer do exame. Somente os maus se melindram e procuram dissuadir-nos, porque têm tudo a perder. E por essa mesma atitude provam o que são.
Eis o conselho dado por São Luís a respeito:

\"Por mais legítima confiança que vos inspirem os Espíritos dirigentes de vossos trabalhos, há uma recomendação que nunca seria demais repetir e que deveis ter sempre em mente ao vos entregardes aos estudos: A DE PESAR E ANALISAR, SUBMETENDO AO MAIS RIGOROSO CONTROLE DA RAZÃO TODAS AS COMUNICAÇÕES QUE RECEBERDES; a de não negligenciar, desde que algo vos pareça suspeito, duvidoso ou obscuro, de pedir as explicações necessárias para formar a vossa opinião.\"

Allan Kardec
O Livro dos Médiuns cap 24
O que é o Espiritismo

Wilson Moreno.



De: wilson
Para: Os estudiosos
E-mail: wilsonmoreno67@gmail.com
Data: 26/07/17 19:38

Comentários de Herculano Pires sobre a Obsessão.

Compreenda que a obsessão é um estado de sintonia da sua mente com mentes desequilibradas. Corte essa sintonia ligando-se a pensamentos bons e alegres. Repila as ideias más. Compreenda que você nasceu para ser bom e normal. As más ideias e os maus pendores existem para você vencê-los, nunca para se entregar a eles.

Você é um ser humano adulto e consciente, responsável pelo seu comportamento. Controle as suas idéias, rejeite os pensamentos inferiores e perturbadores, estimule as suas tendências boas e repila as más. Tome conta de si mesmo. Deus concedeu a jurisdição de si mesmo, é você quem manda em você nos caminhos da vida. Não se faça de criança mimada. Aprenda a se controlar em todos os instantes e em todas as circunstâncias. Experimente o seu poder e verá que ele é maior do que você pensa.

A cura da obsessão é uma autocura. Ninguém pode livrar você da obsessão se você não quiser livrar-se dela. Comece a livrar-se agora, dizendo a você mesmo: sou uma criatura normal, dotada do poder e do dever de dirigir a mim mesmo. Conheço os meus deveres e posso cumpri-los. Deus me ampara.
Repita isso sempre que se sentir perturbado. Repita e faça o que disse. Tome a decisão de se portar como uma criatura normal que realmente é, confiante em Deus e no poder das forças naturais que estão no seu corpo e no seu espírito, à espera do seu comando. Dirija o seu barco.

Reformule o seu conceito de si mesmo. Você não é um pobrezinho abandonado no mundo. Os próprios vermes são protegidos pelas leis naturais. Por que motivo só você não teria proteção? Tire da mente a ideia de pecado e castigo. O que chamam de pecado é o erro, e o erro pode e deve ser corrigido. Corrija-se. Estabeleça pouco a pouco o controle de si mesmo, com paciência e confiança em si mesmo.
Você não depende dos outros, depende da sua mente. Mantenha a mente arejada, abra suas janelas ao mundo, respire com segurança e ande com firmeza. Lembre-se dos cegos, dos mudos e dos surdos, dos aleijados e deficientes que se recuperam confiando em si mesmos.

Desenvolva a sua fé. Fé é confiança. Existe a fé divina, que é a confiança em Deus e no Seu poder que controla o Universo. Você, racionalmente, pode duvidar disso? Existe a fé humana, que é a confiança da criatura em si mesma. Você não confia na sua inteligência, no seu bom senso, na sua capacidade de ação? Você se julga um incapaz e se entrega às circunstâncias, deixando-se levar por ideias degradantes a seu respeito? Mude esse modo de pensar, que é falso.

Quando vier às reuniões de desobsessão, venha confiante. Os que o esperam estão dispostos a auxiliá-lo. Seja grato a essas criaturas que se interessam por você e ajude-as com sua boa vontade. Se você fizer isso, a sua obsessão já começou a ser vencida. Não se acovarde, seja corajoso.

Herculano Pires
Da obra Obsessão o Passe e a Doutrinação.

Wilson Moreno


De: José Alberto
Para: Para todos
E-mail: josegodoy@trt15.jus.br
Data: 25/07/17 17:57

O ponto que atingimos na escala da evolução já é motivo de regozijo para nossos corações. Ainda que a perfeição nos pareça tão distante, somos consolados pelo fato de jamais ser possível retroceder. Sempre avançar: Eis a meta. Sem caridade não há salvação (evolução).

De: Joana
Para: todos
E-mail: joaninha@hotmail.com
Data: 24/07/17 14:29

Vinde a mim, disse Jesus. E Ele prossegue conosco tão perto que nos enviou o Espiritismo, o Consolador!

De: VH
Para: Todos
E-mail: vhgdebem@gmail.com
Data: 22/07/17 15:15

“Os Espíritos Superiores não dispõem de outros sinais para se fazerem reconhecer além da superioridade das suas idéias e da própria linguagem”.

ALLAN KARDEC O Livro dos Médiuns, 2ª parte, cap. XXIX, item 268.

“O verdadeiro espírita jamais deixará de fazer o bem. Há corações aflitos a aliviar, consolações a dispensar, desesperos a acalmar, reformas morais a operar. Essa é a sua missão!

ALLAN KARDEC

O Livro dos Médiuns, 1ª parte, cap. III, item 30

De: W
Para: Os estudiosos
E-mail: wilsonmoreno67@gmail.com
Data: 21/07/17 10:00

Os animais no mundo espiritual vejamos as explicações de Kardec sobre essa questão

O Livro dos Médiuns cap Capítulo XXV
283. Evocação de animais.

36. Pode-se evocar o Espírito de um animal?

— O princípio inteligente que animava o animal fica em estado latente após a morte. Os Espíritos encarregados desse trabalho imediatamente o utilizam para animar outros seres, através dos quais continuará o processo da sua elaboração. ASSIM, NO MUNDO DOS ESPÍRITOS NÃO HÁ ESPÍRITOS ERRANTES DE ANIMAIS, MAS SOMENTE ESPÍRITOS HUMANOS. ISTO RESPONDE A VOSSA PERGUNTA.

37. Como se explica então que certas pessoas tenham evocado animais e recebido respostas?

— Evoque um rochedo e ele responderá. Há sempre uma multidão de Espíritos prontos a falar sobre tudo.

O Livro dos Espirtos

600. A alma do animal, sobrevivendo ao corpo fica num estado errante como a do homem após a morte?

— Fica numa espécie de erraticidade, pois não está unida a um corpo. Mas não é um Espírito errante. O Espírito errante é um ser que pensa e age por sua livre vontade; o dos animais não tem a mesma faculdade. É a consciência de si mesmo que constitui o atributo principal do Espírito.



[01] [02] Próxima
 
 
Busca
  
  
  
 
Temas Importantes
- Reencarnação
- Obsessão
- Mediunidade
 
Divulgação
- Indique o Site
- Adicione aos Favoritos
 
Mensagem do dia
“Progredir realmente é trabalhar sempre, servindo sempre mais”. Batuíra
 
Boletim Eletrônico
Cadastre seu e-mail e receba mensagens de Luz, textos e outras informações.
E-mail

Assinar Remover
Copyright© 2004/2017 - O Espiritismo - Araraquara/SP - Todos os direitos reservados

Webmaster