Mensagens de Luz  
 
 
  Textos Espíritas  
 
 
  Guia de Centros Espíritas  
 
 
  Fale Conosco  
 
 
Página Inicial - O Espiritismo
 Home
 A Doutrina
  O que é?
  Conheça Allan Kardec
  Biografias
  Galeria de Imagens
  Fale Conosco
  Links Indicados
  Sugestão de Livros
  Obras Básicas
 O Espiritismo e Você
  Mensagens de Luz
  Textos Espíritas
  Guia de Endereços
  de Centros Espíritas
 
 
>> MURAL DE RECADOS
 
Mural
De: wilson
Para: Os estudiosos
E-mail: wilsonmoreno67@gmail.com
Data: 08/05/18 19:27

As drogas.

Quem usa drogas fica com perturbações mentais e emocionais e pode praticar crimes, portanto, legalizar as drogas vai aumentar o consumo das drogas e com isso vai aumentar a criminalidade.
E as pessoas que usam drogas ou bebidas alcoólicas vão entrar em sintonia mental com drogados desencarnados e alcoólatras desencarnados e dessa forma se cria as Obsessões espirituais pela sintonia mental.
Existem muitos espíritos desencarnados apegados a desejos terrenos, vícios, drogas, sexo, comida, cigarros, e como eles não possuem mais corpos físicos para saciar tais vícios e desejos materiais eles vão procurar os encarnados que possuem tais vícios para usarem essas pessoas no Vampirismo psíquico.
Esses espíritos viciados vão encostar o seu perispirito no perispirito do encarnado que esta viciado em bebidas alcoólicas, cigarros, sexo, comida e drogas e vão experimentar as sensações fluídicas dessas substâncias.
Portanto todo encarnado com maus pensamentos, maus desejos, maus hábitos, com vícios vai entrar em sintonia mental com desencarnados que possuem os mesmos desejos e vícios.
Os semelhantes atraindo os semelhantes.
Para a pessoa se defender desses espíritos viciados obsessores temos que cultivar pensamentos elevados e firmes no bem, cultivar boas atitudes, praticar boas obras, se elevar moralmente, e combater as suas fraquezas e vícios.
Não se deixa dominar por fraquezas, medos, maus pensamentos e Vícios.
Seja senhor de si mesmo e senhor da sua vontade e pensamentos.
Deus não te criou para vc ser um perdedor, um fraco, um drogado ou alcoólatra, Deus te criou para vc ser forte e Virtuoso.

Deus não cria ninguém para ser fraco e viciado.

Wilson Moreno


De: wilson
Para: Os estudiosos
E-mail: wilsonmoreno67@gmail.com
Data: 06/05/18 10:44

O GRANDE CRITÉRIO DO ENSINAMENTO DADO PELOS ESPÍRITOS É A LÓGICA. DEUS DEU-NOS O JUÍZO E A RAZÃO PARA DELES NOS SERVIRMOS; OS BONS ESPÍRITOS NO-LO RECOMENDAM, E NISSO DÃO UMA PROVA DE SUA SUPERIORIDADE; OS OUTROS DISSO SE GUARDAM MUITO BEM: QUEREM SER ACREDITADOS SOB PALAVRA, POIS BEM SABEM QUE TÊM TUDO A PERDER COM O EXAME.

Kardec

Vejamos outras observações de Kardec sobre as Obsessões e as Mistificações.
Revista Espírita ANO 3 - ABRIL 1860 - Nº. 4

Há, pois, Espíritos avançados, e outros mais ou menos atrasados que devem percorrer mais de uma etapa, passar por numerosos e severos exames, antes de estarem despojados de todas as suas imperfeições. ISSO RESULTA QUE SE ENCONTRAM, NO MUNDO DOS ESPÍRITOS, TODAS AS VARIEDADES MORAIS E INTELECTUAIS QUE SE ENCONTRAM ENTRE OS HOMENS, E MUITAS OUTRAS AINDA; ORA, A EXPERIÊNCIA PROVA QUE OS MAUS SE COMUNICAM TÃO BEM QUANTO OS BONS.

AQUELES QUE SÃO FRANCAMENTE MAUS SÃO FACILMENTE RECONHECÍVEIS; MAS HÁ TAMBÉM, ENTRE ELES, OS MEIO SÁBIOS, OS FALSOS SÁBIOS, OS PRESUNÇOSOS, OS SISTEMÁTICOS E MESMO OS HIPÓCRITAS; AQUELES SÃO OS MAIS PERIGOSOS PORQUE AFETAM UMA APARÊNCIA DE SERIEDADE, DE SABEDORIA E DE CIÊNCIA, A FAVOR DA QUAL DEBITAM, FREQÜENTEMENTE, NO MEIO DE ALGUMAS VERDADES, DE ALGUMAS BOAS MÁXIMAS, AS COISAS MAIS ABSURDAS; E PARA MELHOR ENGANAREM, NÃO TEMEM EM SE ORNAREM COM OS NOMES MAIS RESPEITÁVEIS.

DISTINGUIR O VERDADEIRO DO FALSO, DESCOBRIR A FRAUDE ESCONDIDA SOB UMA PARADA DE GRANDES PALAVRAS, DESMASCARAR OS IMPOSTORES, EIS AÍ, SEM CONTRADITA, UMA DAS MAIORES DIFICULDADES DA CIÊNCIA ESPÍRITA. Para superá-la é preciso uma longa experiência, conhecer todas as astúcias das quais são capazes os Espíritos de baixo estágio, ter muita prudência, ver as coisas com o mais imperturbável sangue frio, e se guardar, sobretudo, contra o entusiasmo que cega.

Com habilidade e um pouco de tato chega-se facilmente a ver a ponta da orelha, mesmo sob a ênfase da mais pretensiosa linguagem. Mas infeliz o médium que se crê infalível, que se ilude sobre as comunicações que recebe: o Espírito que o domina pode fasciná-lo ao ponto de fazê-lo achar sublime o que, freqüentemente, é simples absurdo e salta aos olhos de todos quanto dele mesmo.


EXAMINANDO-SE ESSAS COMUNICAÇÕES COM SANGUE FRIO, SOBRETUDO SEM PREVENÇÃO, PESANDO-SE MADURAMENTE TODAS AS PALAVRAS, DESCOBREM-SE FACILMENTE OS TRAÇOS DE UMA ORIGEM SUSPEITA, INCOMPATÍVEL COM O CARÁTER DO ESPÍRITO QUE SUPOSTAMENTE FALA.

Algumas vezes, são heresias científicas de tal modo patentes que seria preciso ser cego, ou bem ignorante, para não percebê-las, ora, como supor que um Espírito superior cometa semelhantes absurdos? Outras vezes são expressões triviais, de formas ridículas, pueris, e mil outros sinais que traem a inferioridade para quem não esteja vacinado.

Que homem de bom senso poderia crer que uma doutrina que contradissesse os dados mais positivos da ciência pudesse emanar de um Espírito sábio, e ainda mesmo que ele trouxesse o nome de Arago? Como crer na bondade de um Espírito que desse conselhos contrários à caridade e à benevolência, ainda que fossem assinados com o nome de um apóstolo da beneficência? Dizemos mais, que há profanação em misturar nomes veneráveis às comunicações que trazem traços evidentes de inferioridade. Quanto mais os nomes sejam elevados, mais é necessário acolhê-los com circunspeção, e temer ser o joguete de uma mistificação.

Em resumo, O GRANDE CRITÉRIO DO ENSINAMENTO DADO PELOS ESPÍRITOS É A LÓGICA. DEUS DEU-NOS O JUÍZO E A RAZÃO PARA DELES NOS SERVIRMOS; OS BONS ESPÍRITOS NO-LO RECOMENDAM, E NISSO DÃO UMA PROVA DE SUA SUPERIORIDADE; OS OUTROS DISSO SE GUARDAM MUITO BEM: QUEREM SER ACREDITADOS SOB PALAVRA, POIS BEM SABEM QUE TÊM TUDO A PERDER COM O EXAME.

Allan Kardec
Revista Espírita ANO 3 - ABRIL 1860 - Nº. 4

Wilson Moreno


De: wilson
Para: Os estudiosos
E-mail: wilsonmoreno67@gmail.com
Data: 03/05/18 10:42

Como se defender dos Maus Espíritos???
Vejamos as Orientações de Kardec.

475. Pode uma pessoa, por si mesma, afastar os maus Espíritos e se libertar do seu domínio?

— SEMPRE SE PODE SACUDIR UM JUGO, QUANDO SE TEM UMA VONTADE FIRME.

477. As fórmulas de exorcismo têm qualquer eficácia contra os maus Espíritos?

— NÃO; QUANDO ESSES ESPÍRITOS VÊEM ALGUÉM TOMÁ-LAS A SÉRIO, RIEM E SE OBSTINAM.

549. Há alguma coisa de verdadeiro nos pactos com os maus Espíritos?

— Não, não há pactos, mas uma natureza má simpatiza com Espíritos maus. Por exemplo: queres atormentar o teu vizinho e não sabes como fazê-lo; chamas então os Espíritos inferiores que, como tu, só querem o mal, e para te ajudar querem que também os sirvas nos seus maus desígnios. Mas disto não se segue que o teu vizinho não possa se livrar deles por uma conjuração contrária ou pela sua própria vontade. AQUELE QUE DESEJA COMETER UMA AÇÃO MÁ, PELO SIMPLES FATO DE O QUERER CHAMA EM SEU AUXÍLIO OS MAUS ESPÍRITOS, FICANDO OBRIGADO A SERVI-LOS COMO ELES O AUXILIAM, POIS ELES TAMBÉM NECESSITAM DELE PARA O MAL QUE DESEJAM FAZER. É SOMENTE NISSO QUE CONSISTE O PACTO.

A DEPENDÊNCIA EM QUE O HOMEM SE ENCONTRA, ALGUMAS VEZES, DOS ESPÍRITOS INFERIORES, PROVÉM DA SUA ENTREGA AOS MAUS PENSAMENTOS QUE ELES LHE SUGEREM E NÃO DE QUALQUER ESPÉCIE DE ESTIPULAÇÕES FEITAS ENTRE ELES. O pacto, no sentido comum atribuído a essa palavra, é uma alegoria que figura uma natureza má simpatizando com Espíritos malfazejos.

467. Pode o homem se afastar da influência dos Espíritos que o incitam ao mal?

— SIM, PORQUE ELES SÓ SE LIGAM AOS QUE OS SOLICITAM POR SEUS DESEJOS OU OS ATRAEM POR SEUS PENSAMENTOS.

468. Os Espíritos cuja influência é repelida pela vontade do homem renunciam às suas tentativas?

— QUE QUERES QUE ELES FAÇAM? QUANDO NADA TÊM A FAZER, ABANDONAM O CAMPO. NÃO OBSTANTE, ESPREITAM O MOMENTO FAVORÁVEL, COMO O GATO ESPREITA O RATO.

470. Os Espíritos que procuram induzir-nos ao mal, e que assim põem à prova a nossa firmeza no bem, receberam a missão de o fazer, e se é uma missão que eles cumprem, terão responsabilidade nisso?

— NENHUM ESPÍRITO RECEBE A MISSÃO DE FAZER O MAL; QUANDO ELE O FAZ, É PELA SUA PRÓPRIA VONTADE, E CONSEQÜENTEMENTE TERÁ DE SOFRER AS CONSEQÜÊNCIAS. DEUS PODE DEIXÁ-LO FAZER PARA VOS PROVAR, MAS JAMAIS O ORDENA E CABE A VÓS REPELI-LO.

Allan Kardec
O Livro dos Espíritos.

Wilson Moreno



De: wilson
Para: Os estudiosos
E-mail: wilsonmoreno67@gmail.com
Data: 29/04/18 11:15

Somos Espíritos encarnados.

O homem é composto do corpo e do Espírito. O Espírito é o ser principal, o ser de razão, o ser inteligente; o corpo é o envoltório material, que reveste temporariamente o Espírito, para a execução de sua missão na terra e ao trabalho necessário ao seu adiantamento. Uma vez gasto, o corpo se destrói e o Espírito sobrevive à sua destruição. SEM O ESPÍRITO, O CORPO É APENAS MATÉRIA INERTE, COMO UM INSTRUMENTO PRIVADO DO BRAÇO QUE O MANEJA; SEM O CORPO, O ESPÍRITO É TUDO: VIDA E INTELIGÊNCIA. DEIXANDO O CORPO, ENTRA NO MUNDO ESPIRITUAL, DE ONDE HAVIA SAÍDO PARA ENCARNAR-SE.

HÁ, POIS, O MUNDO CORPORAL, COMPOSTO DE ESPÍRITOS ENCARNADOS, E O MUNDO ESPIRITUAL, FORMADO DOS ESPÍRITOS DESENCARNADOS. Os seres do mundo corporal, pelo mesmo fato de seu envoltório material, estão presos à terra, ou a um globo qualquer; o mundo espiritual está por toda a parte, em redor de nós e no espaço; nenhum limite lhe é marcado. Em razão da natureza fluídica de seu envoltório, os seres que o compõem, em vez de se arrastarem penosamente no solo, transpõem as distâncias com a rapidez do pensamento. A morte do corpo é a ruptura dos laços que os retêm cativos.

OS ESPÍRITOS SÃO CRIADOS SIMPLES E IGNORANTES, MAS COM APTIDÃO PARA TUDO ADQUIRIR E PARA PROGREDIR, EM VISTA DE SEU LIVRE ARBÍTRIO. Pelo progresso, adquirem novos conhecimentos, novas faculdades, novas percepções e, em conseqüência, novos prazeres desconhecidos aos Espíritos inferiores; eles vêem, ouvem, sentem e compreendem o que os Espíritos atrasados não podem ver, nem ouvir, nem sentir, nem compreender.

A FELICIDADE ESTÁ NA RAZÃO DO PROGRESSO REALIZADO; DE SORTE QUE, DE DOIS ESPÍRITOS, UM PODE NÃO SER TÃO FELIZ QUANTO O OUTRO, UNICAMENTE PORQUE É TÃO ADIANTADO INTELECTUAL E MORALMENTE, SEM QUE HAJA NECESSIDADE DE SE ACHAREM EM LUGARES DIFERENTES. Posto estejam um ao lado do outro, um pode estar nas trevas, enquanto tudo é resplendente em redor do outro, absolutamente como para um cego e um vidente que se dessem as mãos: um percebe a luz, que não faz qualquer impressão sobre seu vizinho. A felicidade dos Espíritos é inerente às qualidades que possuem: assim, a desfrutam onde quer que se encontrem, na superfície da terra, entre encarnados ou no espaço.

Allan Kardec
Revista Espirita ANO 8 - MARÇO 1865 - Nº. 3


De: wilson
Para: Os estudiosos
E-mail: wilsonmoreno67@gmail.com
Data: 23/04/18 10:57

As explicações de Kardec sobre as Obsessões.

Revista Espírita ANO 5 – DEZEMBRO 1862 – Nº. 12 de Kardec

Trata-se de lutar contra um adversário. Ora, quando dois homens lutam corpo a corpo, é o de músculos mais fortes que vencerá o outro. COM UM ESPÍRITO NÃO SE LUTA CORPO A CORPO, MAS DE ESPÍRITO A ESPÍRITO; E AINDA O MAIS FORTE SERÁ O VENCEDOR. AQUI A FORÇA ESTÁ NA AUTORIDADE QUE SE PODE EXERCER SOBRE O ESPÍRITO E TAL AUTORIDADE ESTÁ SUBORDINADA À SUPERIORIDADE MORAL. Esta, como o sol, dissipa o nevoeiro pela força de seu raios. É BOM ESFORÇAR-SE, TORNAR-SE MELHOR SE JÁ SE É BOM, PURIFICAR-SE DE SUAS IMPERFEIÇÕES, NUMA PALAVRA, ELEVAR-SE MORALMENTE O MAIS POSSÍVEL. Tal o meio de adquirir o poder de comandar os Espíritos inferiores, para os afastar. Do contrário zombarão de vossas injunções (Livro dos Médiuns, nº 252 e 279).

Sem dúvida certas pessoas prefeririam outra receita mais fácil para expulsar os maus Espíritos: algumas palavras a pronunciar, ou sinais a fazer, por exemplo, o que seria mais cômodo do que corrigir os próprios defeitos. LAMENTAMOS, MAS NÃO CONHECEMOS PROCESSO MAIS EFICAZ PARA VENCER UM INIMIGO DO QUE SER MAIS FORTE QUE ELE. Quando estamos doentes, temos que nos resignar a tomar remédios, por mais amargos que sejam. Mas, também, quando se teve a coragem de os tomar, como a gente se sente bem e como se fica forte! TEMOS QUE NOS PERSUADIR DE QUE, PARA ALCANÇAR TAL OBJETIVO, NÃO HÁ PALAVRAS SACRAMENTAIS, NEM FORMULAS, NEM TALISMÃS, NEM SINAIS MATERIAIS QUAISQUER. OS MAUS ESPÍRITOS SE RIEM E, ÀS VEZES, GOSTAM DE INDICAR ALGUNS, QUE DIZEM INFALÍVEIS, PARA MELHOR CAPTAR A CONFIANÇA DAQUELES DE QUEM ABUSAM, PORQUE, ENTÃO, ESTES, CONFIANTES NA VIRTUDE DO PROCESSO, ENTREGAM-SE SEM MEDO.

Antes de esperar dominar o mau Espírito, é preciso dominar-se a si mesmo. De todos os meios para adquirir a força de o conseguir, o mais eficaz é a vontade, secundada pela prece, entendida a prece de coração e não aquelas nas quais a boca participa mais que o pensamento. É necessário pedir a seu anjo de guarda e aos bons Espíritos que nos assistam na luta. Mas não basta lhes pedir que expulsem o mau Espírito: é necessário lembrar-se da máxima: “Ajuda-te, e o céu te ajudará;” e lhes pedir, sobretudo, A FORÇA QUE NOS FALTA PARA VENCER NOSSAS MÁS INCLINAÇÕES, QUE PARA NÓS SÃO PIORES QUE OS MAUS ESPÍRITOS, POIS SÃO ESSAS INCLINAÇÕES QUE OS ATRAEM, COMO A PODRIDÃO ATRAI AS AVES DE RAPINA. Orando também pelo Espírito obsessor, pagamos com o bem pelo mal, mostramo-nos melhor que ele, o que já é uma superioridade. Com a perseverança a gente acaba, na maioria dos casos, por conduzi-lo a melhores sentimentos, transformando o obsessor em reconhecido.

Em resumo, a prece fervorosa e os esforços sérios por se melhorar são os únicos meios de afastar os maus Espíritos, que reconhecem como senhores aqueles que praticam o bem, ao passo que as fórmulas lhes provocam o riso. A cólera e a impaciência os excitam. É preciso cansá-los, mostrando-se mais pacientes.

Allan Kardec

Revista Espírita ANO 5 – DEZEMBRO 1862 – Nº. 12 de Kardec

Wilson Moreno

De: wilson
Para: Os estudiosos
E-mail: wilsonmoreno67@gmail.com
Data: 20/04/18 07:55

O mal nunca é uma necessidade, por que, se fosse a pedofilia seria uma necessidade, as drogas seriam uma necessidade, roubar e matar seria uma necessidade, mentir e explorar seria uma necessidade, os crimes seriam uma necessidade.
O mal nunca é uma necessidade, por que, o mal é criado pelo mau uso do Livre arbítrio e não por fatalidades cegas do destino.
O ser humano tem sempre Livre arbítrio para pensar, raciocinar e agir na vida terrena, seguir a Luz ou a escuridão depende somente de nós mesmos.
O Destino é obra nossa.
Ninguém se reencarna no mundo terra para ser bandido, para roubar, matar, estuprar e usar drogas quando uma pessoa segue o caminho do mal e dos crimes isso é o mau uso do Livre arbítrio na encarnação presente.
O espírito se reencarna para evoluir moralmente e intelectualmente pela pratica do bem e das Virtudes, se melhorando moralmente.
Portanto, necessidade é praticar sempre boas obras.
Nós temos sempre Livre arbítrio para pensar, raciocinar e agir na vida terrena, nós construímos nosso destino e nossa evolução espiritual.

Vc tem Livre arbítrio não se esqueça disso.

Wilson Moreno

De: wilson
Para: Os estudiosos
E-mail: wilsonmoreno67@gmail.com
Data: 16/04/18 07:38

As entidades

Os espíritos elevados e superiores não pedem coisas materiais e terrenas como cigarros, charutos, bebidas alcoólicas, despachos, velas e comidas quem pede essas coisas são espiritos inferiores e atrasados moralmente que ainda estão apegados a matéria.
Esses espiritos estão ainda apegados as sensações terrenas de baixas vibrações psíquicas.
Um espírito elevado não fala palavrões e nem pede bebidas alcoólicas, charutos e oferendas, vemos claramente que são espiritos ainda atrasados que estão apegados aos vícios e desejos terrenos.
E quem se envolve com esses espíritos corre risco de ficar perturbado e obsedado por que esses espíritos estão ainda muito materializados.
Os espíritos elevados só pregam o bem, as Virtudes, a elevação moral, a caridade, a pureza dos pensamentos, a fé racional, o desapego das coisas materiais.
Os espíritos elevados e superiores tentam sempre moralizar e espiritualizar os encarnados.
E essas praticas de dar para esses espíritos o que eles pedem como bebidas, fumo, comida e despachos vai manter esses espíritos apegados a matéria, eles vão se materializar cada vez mais com essas praticas.
Eles precisam se desapegar dessas coisas materiais e terrenas para poderem evoluir espiritualmente.
Eles precisam se desapegar da matéria.

Os maus espíritos não conseguem se aproximar das pessoas que estão com pensamentos elevados e positivos e que procuram se melhorar moralmente.
Uma pessoa de vontade forte, que é honesta e correta, tem bons pensamentos e boas atitudes e procura se melhorar espiritualmente e moralmente ela repele as vibrações negativas e densas dos espíritos inferiores, perturbadores e obsessores do plano espiritual.
Não havendo sintonia mental eles se afastam das pessoas, portanto, a proteção espiritual quem faz é a própria pessoa pelos seus pensamentos, vontade, raciocínio e elevação moral.
Agora um encarnado fraco na vontade, com maus pensamentos, maus desejos, maus hábitos, com vícios que se irrita com facilidade ele será um alvo fácil para os espíritos obsessores.
Os maus espíritos adoram pessoas que se irritam com facilidade.
Tudo depende das nossas condições morais e mentais.
Não devemos esquecer que tudo no mundo espiritual é sintonia mental e afinidade moral, estamos sempre atraindo bons ou maus espíritos pelos nossos pensamentos e conduta moral.
Evite as discussões, os palavrões, as irritações e maus pensamentos tudo isso é um IMÃ DE ATRAÇÃO PSÍQUICA para energias negativas e espíritos inferiores e perturbadores.

Wilson Moreno


De: Bete Moreira
Para: Todos
E-mail: luannina2012@hotmail.com
Data: 09/04/18 09:10

Vós sois deuses



Vós sois deuses, lembrou-nos o Mestre de Nazaré, referindo-se à nossa condição de seres imortais.

Podeis fazer tudo que faço e muito mais, acrescentou ainda.

Recordamos-lhe a vida e O vemos andando pelas estradas, atendendo o povo, sem cansaço.

O povo, a Sua paixão. Onde se manifestasse a dor, ei-lO a espalhar o consolo.

Ele adentra Naim e deparando-se com um cortejo fúnebre que levava ao sepulcro um corpo jovem, compadece-se da mãe em prantos.

Estanca o passo dos homens e ordena ao moço, que estava em sono letárgico, que se erga, devolvendo-o à mãe, agora em júbilo.

Ele convive com a má-vontade e a ignorância dos homens. Ouve as perguntas, tolas por vezes, que lhe são dirigidas e as responde, elucidando.

Vai à casa dos apontados como corruptos, serve-se do momento para ensinar o bem, sem macular-se.

Ergue a mulher equivocada de Magdala, convidando-a à reformulação íntima.

Recebe-lhe as demonstrações de carinho e ternura, mas insiste no convite à mudança de atitude.

Imparcial, sempre. Sereno, também.

Devolve a vista ao cego de nascença e lhe recomenda nada dizer a ninguém.

Como se pudesse o beneficiado deter a cascata de alegrias de que se revestiu.

Liberta o homem de Gadara de legião, os Espíritos que o atormentavam.

Aponta diretrizes renovadas à samaritana, no poço de Jacó e lhe possibilita o crescimento espiritual.

Da virtude que emana de Seu Espírito oferta a cura ao problema hemorrágico da mulher das distantes terras de Cesareia de Felipe.

Entra, triunfante, em Jerusalém, sem, no entanto, prender-se às efêmeras manifestações de júbilo com que o recebe o povo.

Podeis fazer muito mais...

* * *

Obediente à afirmação do Cristo, Albert Schweitzer embrenhou-se no coração da África equatorial francesa e se dedicou aos seus irmãos negros.

Construiu seu hospital do nada, praticamente com as próprias mãos. Tudo para atender os pacientes africanos atacados de todas as doenças, desde lepra até elefantíase.

Foi-lhes médico, pastor, professor. Suportou-lhes a ignorância que os fazia comer os unguentos receitados para enfermidades da pele.

Ou beber de uma vez o vidro de medicamento destinado a durar semanas. Ou quando tentavam envenenar outros internados.

Quando o silêncio descia sobre o resto do acampamento, ele trabalhava até meia-noite ou mais tarde ainda, escrevendo ou respondendo cartas.

Quando partiu para a África, Schweitzer pensou que estava abandonando para sempre as coisas que lhe eram mais caras: a arte e o ensino.

Mas sempre teve um piano consigo e assim pôde manter em dia sua música. Suas gravações de Bach em órgão obtiveram grande êxito.

Cada vez que voltava à civilização, fazia uma longa série de conferências, tendo sido homenageado por inúmeras universidades.

Além disso, trabalhando à noite, manteve uma produção literária constante.

Os homens lhe reconheceram a grandeza. Ele recebeu o Prêmio Nobel da Paz, em 1952.

Vós sois deuses... Podeis fazer muito mais...

Schweitzer fez. Que podemos nós realizar?

Pensemos nisso.

Redação do Momento Espírita, com transcrição
do Evangelho de João, cap. 10, versículo 34 e
cap. 14, versículo 12.
Em 9.4.2018.

De: Bete Moreira
Para: Todos
E-mail: luannina2012@hotmail.com
Data: 05/04/18 07:31

Podemos contar com nossos amores



Aquela havia sido uma semana muito difícil para ele.

Empresário dedicado e responsável, enfrentava complicações múltiplas na organização, que já contava com mais de duas décadas de existência.

Depois de mais uma noite mal dormida, dessas em que nos mantemos despertos, tentando encontrar soluções para os problemas, ele levava a filha caçula, de cinco anos, para a escola.

A alegria da menina fazia com que ele esquecesse, por alguns instantes, de todas as batalhas que o aguardavam. Um breve descanso para aquela alma guerreira.

Pararam o carro, desceram, e como sempre fazia, levou-a até à entrada da instituição de ensino.

Iam se despedir, como de costume, quando ela, subitamente, caiu em pranto e o abraçou fortemente.

Ela nunca reclama de ir à escola. – Pensou ele. O que aconteceu? Ela estava tão bem.

Depois de alguns instantes, sem conseguir falar, ela lhe disse: Papai, quero ir trabalhar com você! – E continuou abraçando-o ainda em lágrimas.

Ele entendeu a razão do pranto, e também se emocionou.

Mesmo sem ele dizer o que se passava em seu íntimo, ela havia percebido que o coração de seu amado pai estava triste.

Não sabendo como expressar sua vontade de ajudar, de fazê-lo alegre novamente, de consolá-lo, ela propõe ir trabalhar com ele.

Que bela e singela expressão de amor... Desse amor que deseja ver aqueles que estão ao nosso lado bem, felizes, em paz.

E nada mais completo e puro que a expressão de uma criança, dizendo ao seu pai: Estou aqui, quero ajudar, não fique assim.

* * *

Irradiamos, sem perceber, tudo aquilo que vai em nossa alma. Mesmo que nos escondamos por trás da mudez, do silêncio, emitimos vibrações constantemente.

Quem tem sensibilidade pode captar. Quem nos ama e se importa conosco está sempre atento, e disposto a ajudar.

E ainda, em muitas oportunidades, a Providência Divina se utiliza desses que estão ao nosso redor, para nos enviar conselhos, palavras amigas e emissões de carinho.

Sim, o Criador nos fala das mais diferentes formas possíveis. Cabe-nos saber ouvi-lO.

Na proposta da filha antes citada, talvez estivesse o abraço de Deus dizendo:

Sei que as batalhas são muitas, e que, por vezes, você se sente fraco, impotente. Mas saiba que não está só. Aqueles que o amam, em Meu nome, estão ao seu lado.

Não há vitória sem batalha. Não há conquista sem lutas. O guerreiro merecedor do descanso e do triunfo é aquele que se mantém firme, e que segue até o fim.

* * *

Ao mesmo tempo que estamos cercados de desafios e de lutas, estamos amparados pelo amor das Leis Divinas.

Nunca estamos abandonados, embora muitas vezes achemos que nossa luta é solitária.

Podemos contar com o porto seguro da família, das relações saudáveis da amizade, e com a confiança de que tudo acabará bem.

Procuremos sintonizar sempre com os planos espirituais mais elevados, através dos pensamentos positivos e da oração sincera, para que mais facilmente possamos receber o auxílio necessário.

Observemos a vida ao nosso redor, e não nos permitamos fechar nas cavernas solitárias da aflição, da ansiedade, e do autoterrorismo.

As tantas lutas valerão a pena. Tenhamos certeza plena disso.

E, se muitos acham que a vida é feita de incertezas, e se desesperam com facilidade, aqui vai mais uma certeza reconfortante:

A de que podemos contar sempre com nossos amores.

Redação do Momento Espírita.
Disponível no CD Momento Espírita,
v. 14, ed. FEP.
Em 2.4.2018.

De: wilson
Para: Os estudiosos
E-mail: wilsonmoreno67@gmail.com
Data: 03/04/18 11:13

Cautela com as Comunicações Mediúnicas.
Vejamos esse texto de Kardec.

Quem possua uma noção, por pouco profunda que seja, do Espiritismo, sabe que o mundo invisível é composto de todos aqueles que deixaram na Terra seu envoltório visível; mas, em se despojando dele, o homem carnal, nem todos, por isso, revestiram a túnica dos anjos. Portanto, os há de todos os graus de saber e de ignorância, de moralidade e de imoralidade; eis o que não é necessário perder de vista
NÃO ESQUEÇAMOS QUE, ENTRE OS ESPÍRITOS, COMO NA TERRA, HÁ SERES LEVIANOS, ESTOUVADOS E ZOMBETEIROS; PSEUDO-SÁBIOS, VÃOS E ORGULHOSOS DE UM SABER INCOMPLETO; HIPÓCRITAS, MAUS; E O QUE NOS PARECERIA INEXPLICÁVEL, SE NÃO CONHECÊSSEMOS, DE ALGUMA SORTE, A FISIOLOGIA DESSE MUNDO, É QUE HÁ SENSUAIS, VIS, CRÁPULAS, QUE SE ARRASTAM NA LAMA.

Ao lado disso, sempre como na Terra, tendes seres bons, humanos, benevolentes, esclarecidos, sublimes de virtudes; mas como o nosso mundo não está nem na primeira, nem na última classe, embora esteja mais vizinho da última do que da primeira, disso resulta que o mundo dos Espíritos encerra seres mais avançados intelectual e moralmente do que os nossos homens mais esclarecidos, e outros que estão ainda abaixo dos homens mais inferiores.

Desde que esses seres têm um meio patente de se comunicarem com os homens, de exprimirem seus pensamentos por sinais inteligíveis, suas comunicações devem ser o reflexo de seus sentimentos, de suas qualidades ou de seus vícios; elas serão levianas, triviais, grosseiras, obscenas mesmo, sábias, prudentes ou sublimes, segundo seu caráter e sua elevação. Eles mesmos se revelam pela sua linguagem; DAÍ A NECESSIDADE DE NÃO ACEITAR CEGAMENTE TUDO O QUE VEM DO MUNDO OCULTO, E DE SUBMETÊ-LO A UM CONTROLE SEVERO.

As comunicações grosseiras e inconvenientes, ou simplesmente falsas, absurdas e ridículas, não podem emanar senão de Espíritos inferiores: o simples bom senso o indica. Esses Espíritos fazem o que fazem os homens que se vêem escutados com complacência se ligam àqueles que admiram suas tolices e, freqüentemente, deles se apoderam e os dominam ao ponto de fasciná-los e subjugá-los. A importância que se dá às suas comunicações, pela publicidade, os atrai, os anima e os encoraja. O ÚNICO, O VERDADEIRO MEIO DE AFASTÁ-LOS, É PROVAR-LHES QUE NÃO SE É SUA VÍTIMA, REJEITANDO IMPLACAVELMENTE, COMO APÓCRIFO E SUSPEITO, TUDO O QUE NÃO É RACIONAL, TUDO O QUE DESMENTE A SUPERIORIDADE QUE SE ATRIBUI O ESPÍRITO QUE SE MANIFESTA, E O NOME COM O QUAL SE VESTE: ENTÃO, QUANDO ELE VÊ QUE PERDE O SEU TEMPO, RETIRA-SE.

Allan Kardec
Revista Espirita ANO 2 - NOVEMBRO 1859 - Nº. 11



De: wilson
Para: Os estudiosos
E-mail: wilsonmoreno67@gmail.com
Data: 31/03/18 09:06

Os Passes e as Obsessões.

Um médium que bebe e fuma não tem condições de aplicar passes.
Bebidas alcoólicas, cigarros, charutos prejudicam muito os trabalhos de passes, o médium deve procurar se elevar moralmente, cultivar pensamentos nobres e positivos, praticar o bem e as Virtudes, sabe se disciplinar mantendo a sua mente sempre limpa com bons pensamentos.
O médium tem que se elevar moralmente e espiritualmente.
Um médium que bebe, fuma não sabe elevar seus pensamentos não procura se melhorar moralmente ele vai entrar em sintonia mental com espiritos inferiores que possuem vícios e maus desejos.
Por que, tudo no mundo espiritual ou plano astral é sintonia mental e afinidade moral.
O Bem tem sintonia com o Bem.
O mal tem sintonia com o mal.
Os médiuns que bebem e fumam estão atraindo espiritos de alcoólatras e fumantes desencarnados, portanto, se livrar dos vícios é muito importante para nossa evolução espiritual.
Os médiuns na umbanda fumam e bebem dessa forma eles passam a atrair espiritos desencarnados que possuem esses vícios.
Bebidas alcoólicas, cachaça, cigarros, charutos, despachos só podem atrair espiritos inferiores e atrasados moralmente, esses espiritos estão ainda apegados a matéria.

Os maus espíritos não conseguem se aproximar das pessoas que estão com pensamentos elevados e positivos e que procuram se melhorar moralmente.
Uma pessoa de vontade forte, que é honesta e correta, tem bons pensamentos e boas atitudes e procura se melhorar espiritualmente e moralmente ela repele as vibrações negativas e densas dos espíritos inferiores, perturbadores e obsessores do plano espiritual.
Não havendo sintonia mental eles se afastam das pessoas, portanto, a proteção espiritual quem faz é a própria pessoa pelos seus pensamentos, vontade, raciocínio e elevação moral.
Agora um encarnado fraco na vontade, com maus pensamentos, maus desejos, maus hábitos, com vícios que se irrita com facilidade ele será um alvo fácil para os espíritos obsessores.
Os maus espíritos adoram pessoas que se irritam com facilidade.
Tudo depende das nossas condições morais e mentais.
Não devemos esquecer que tudo no mundo espiritual é sintonia mental e afinidade moral, estamos sempre atraindo bons ou maus espíritos pelos nossos pensamentos e conduta moral.
Evite as discussões, os palavrões, as irritações e maus pensamentos tudo isso é um IMÃ DE ATRAÇÃO PSÍQUICA para energias negativas e espíritos inferiores e perturbadores.

Wilson Moreno



De: wilson
Para: Os estudiosos
E-mail: wilsonmoreno67@gmail.com
Data: 28/03/18 07:40

As Observações de Erasto para os Médiuns

Os médiuns levianos, pouco sérios, chamam, pois, os Espíritos da mesma natureza. É por isso que as suas comunicações se caracterizam pela banalidade, a frivolidade, as idéias truncadas e quase sempre muito heterodoxas, falando-se espiriticamente. CERTAMENTE ELES PODEM DIZER E DIZEM ÀS VEZES BOAS COISAS, MAS É PRECISAMENTE NESSE CASO QUE É PRECISO SUBMETÊ-LAS A UM EXAME SEVERO E ESCRUPULOSO.
PORQUE, NO MEIO DAS BOAS COISAS, CERTOS ESPÍRITOS HIPÓCRITAS INSINUAM COM HABILIDADE E CALCULADA PERFÍDIA FATOS IMAGINADOS, ASSERÇÕES MENTIROSAS, COM O FIM DE ENGANAR OS OUVINTES DE BOA FÉ.

DEVE-SE ENTÃO ELIMINAR SEM PIEDADE TODA PALAVRA E TODA FRASE EQUÍVOCAS, CONSERVANDO NO DITADO SOMENTE O QUE A LÓGICA APROVA OU O QUE A DOUTRINA JÁ ENSINOU. As comunicações dessa natureza só são perigosas para os espíritas que agem isolados, os grupos recentes ou pouco esclarecidos, porque, nas reuniões de adeptos mais adiantadas e experientes, é inútil a gralha se adornar com penas de pavão, pois será sempre impiedosamente descoberta.

Na dúvida, abstém-te, diz um dos vossos antigos provérbios. Não admitais, pois, o que não for para vós de evidência inegável. AO APARECER UMA NOVA OPINIÃO, POR MENOS QUE VOS PAREÇA DUVIDOSA, PASSAI-A PELO CRIVO DA RAZÃO E DA LÓGICA.

O QUE A RAZÃO E O BOM SENSO REPROVAM, REJEITAI CORAJOSAMENTE. MAIS VALE REJEITAR DEZ VERDADES DO QUE ADMITIR UMA ÚNICA MENTIRA, UMA ÚNICA TEORIA FALSA.Com efeito, sobre essa teoria poderíeis edificar todo um sistema que desmoronaria ao primeiro sopro da verdade, como um monumento construído sobre a areia movediça. Entretanto, se rejeitais hoje certas verdades, porque não estão para vós clara e logicamente demonstradas, logo um fato chocante ou uma demonstração irrefutável virá vos afirmar a sua autenticidade.

ERASTO.
\"O Livro dos Médiuns \" Capítulo XX
Influência Moral do Médium

Como explica Erasto nessas observações que os espíritos embusteiros e mistificadores podem pregar coisas boas para enganar eles podem falar em Deus, Jesus, caridade e amor com segundas intenções.
Eles podem misturar algumas verdades com mentiras e fantasias para iludir e mistificar.
Como disse Erasto
Os médiuns levianos, pouco sérios, chamam, pois, os Espíritos da mesma natureza. É por isso que as suas comunicações se caracterizam pela banalidade, a frivolidade, as idéias truncadas e quase sempre muito heterodoxas, falando-se espiriticamente. CERTAMENTE ELES PODEM DIZER E DIZEM ÀS VEZES BOAS COISAS, MAS É PRECISAMENTE NESSE CASO QUE É PRECISO SUBMETÊ-LAS A UM EXAME SEVERO E ESCRUPULOSO.
PORQUE, NO MEIO DAS BOAS COISAS, CERTOS ESPÍRITOS HIPÓCRITAS INSINUAM COM HABILIDADE E CALCULADA PERFÍDIA FATOS IMAGINADOS, ASSERÇÕES MENTIROSAS, COM O FIM DE ENGANAR OS OUVINTES DE BOA FÉ.

DEVE-SE ENTÃO ELIMINAR SEM PIEDADE TODA PALAVRA E TODA FRASE EQUÍVOCAS, CONSERVANDO NO DITADO SOMENTE O QUE A LÓGICA APROVA OU O QUE A DOUTRINA JÁ ENSINOU.

Erasto.

Wilson Moreno


 
 
Busca
  
  
  
 
Temas Importantes
- Reencarnação
- Obsessão
- Mediunidade
 
Divulgação
- Indique o Site
- Adicione aos Favoritos
 
Mensagem do dia
“Em cada manhã na Terra, a luz do Sol assemelha-se a um cântico de esperança e de alegria”. Meimei
 
Boletim Eletrônico
Cadastre seu e-mail e receba mensagens de Luz, textos e outras informações.
E-mail

Assinar Remover
Copyright© 2004/2018 - O Espiritismo - Araraquara/SP - Todos os direitos reservados

Webmaster