Mensagens de Luz  
 
 
  Textos Espíritas  
 
 
  Mural de Recados  
 
 
  Guia de Centros Espíritas  
 
 
  Ouça Mensagens  
 
 
Página Inicial - O Espiritismo
 Home
 A Doutrina
  O que é?
  Conheça Allan Kardec
  Biografias
  Galeria de Imagens
  Fale Conosco
  Links Indicados
  Sugestão de Livros
  Obras Básicas
 O Espiritismo e Você
  Mensagens de Luz
  Textos Espíritas
  Mural de Recados
  Guia de Endereços
  de Centros Espíritas
  Ouça Mensagens
 
 
>> MURAL DE RECADOS
 
Mural
De: Victor Hugo
Para: DEYSE
E-mail: vhgdebem@gmail.com
Data: 10/04/15 08:23

Cara irmã, muita paz! Estamos orando! Mas todo o mal que queiram fazer a seu irmão somente o afetará se ele sintonizar mentalmente. Daí Vigiai e Orai. Façam o Evangelho no Lar!

Fiquem com DEUS

De: deyse
Para: amigos espiritas
E-mail: malukety66@hotmail.com
Data: 09/04/15 20:15

Boa noite amigos, venho pedir a ajuda de vcs em suas orações para afastar o mal que foi lançado na vida do meu irmão, ele está passando por grandes livramentos, já sofreu sete acidentes de carro mas graças a Deus sua perda foi só material... Sabemos que uma pessoa fez trabalhos para amarrar a vida dele e ele ficar miserável, eu peço muito a proteção de Deus todos os dias para mim e minha família, é muito triste ver quem amamos passar pelo que meu irmão está passando, só Deus pra tirar esse mal da vida dele, meus amigos orem pelo meu irmão: Antônio Ângelo de Sousa neto. Obrigada.

De: Victor Hugo
Para: todos
E-mail: vhbem@gmail.com
Data: 09/04/15 13:41

Quando as mentes aceitarem a mensagem do Cristo Libertador e se conscientizarem das responsabilidades espirituais que lhes dizem respeito, o poder da força e das paixões primitivas cederá lugar à força do amor e da fraternidade, construindo um mundo feliz, no qual a paz se tornará a realidade legítima para todas as vidas.

Vianna de Carvalho (espírito), psicografia de Divaldo Franco. Reflexões Espíritas.

De: Wilson
Para: Os Estudiosos
E-mail: wilsonmoreno67@gmail.com
Data: 08/04/15 17:53

O Espiritismo e a Magia, vejamos as observações Doutrinarias de Allan Kardec sobre essas questões.

Nenhum objeto, medalha ou talismã tem a propriedade de atrair ou de repelir os Espíritos. As coisas materiais não tem nenhum poder sobre eles. Jamais um bom Espírito aconselha essas práticas absurdas. A virtude dos talismãs nunca existiu, a não ser na imaginação das pessoas crédulas. (O Livro dos Médiuns, cap. XXV.)

Não há nenhuma fórmula sacramental para a evocação dos Espíritos. Quem pretendesse oferecer uma poderia ser justamente chamado de charlatão, porque para os Espíritos a forma nada é. Entretanto, a evocação deve ser feita sempre em nome de Deus. (O Livro dos Médiuns, cap. XVII.)

Os Espíritos que marcam encontros em lugares lúgubres e a altas horas querem divertir-se à custa dos que lhes dão ouvido. É sempre inútil e freqüentemente perigoso atender a essas sugestões. Inútil porque nada se ganha em ser mistificado, e perigoso, não pelo mal que os Espíritos possam fazer, mas pela influência que isso pode ter sobre as pessoas de cérebro fraco (O Livro dos Médiuns, cap. XXV.)

Não há dias nem horas que sejam mais propícios às evocações. Isso é completamente indiferente para os Espíritos, como tudo o que é material, e crer nessa influência seria simples surperstição. Os momentos mais favoráveis são aqueles em que o evocador pode estar menos preocupado com as suas ocupações habituais, ou em que o seu corpo e o seu Espírito se acham mais tranquilos. (O Livro dos Médiuns, cap. XXV.)
A CRÍTICA MALÉVOLA REPRESENTA AS COMUNICAÇÕES ESPÍRITAS CERCADAS DE PRÁTICAS RIDÍCULAS E SUPERSTICIOSAS DA MAGIA E A NECROMANCIA.
Se os que falam do Espiritismo sem o conhecer se dessem ao trabalho de o estudar, poupariam muito gasto de imaginação e evitariam alegações que só servem para demonstrar a sua ignorância ou a sua má fé. Para esclarecimento das pessoas estranhas a esta ciência diremos que, para se comunicar com os Espíritos, não há dias nem horas, nem lugares mais propícios do que outros, para evocá-los não há necessidade de fórmulas nem de palavras sacramentais ou cabalísticas. Nenhuma preparação e nenhuma iniciação também são necessárias. O emprego de qualquer símbolo ou objeto material, seja para os atrair, seja para os repelir, não tem nenhum efeito, bastando para isto o pensamento. Enfim, os médiuns recebem as suas comunicações sem sairem do estado normal, tão simples e naturalmente como se elas fossem ditadas por uma pessoa viva. Só o charlatanismo poderia afetar maneiras excêntricas e acrescentar acessórios ridículos a esses momentos. (O que é o Espiritismo, cap. II, nº 49).

Os Espíritos não podem levar ninguém à descoberta de tesouros. Os Espíritos superiores não se preocupam com essas coisas, mas os Espíritos brincalhões freqüentemente indicam tesouros inexistentes ou podem mostrá-los numa direção, quando se encontram na direção oposta. Isso, por sinal, tem a sua utilidade para mostrar que a verdadeira fortuna está no trabalho. Se a providência destina riquezas ocultas a alguém, este a encontrará naturalmente e não por meio dos Espíritos. (O Livro dos Médiuns, cap. XXVI.)

ESTENDEMO-NOS NESTAS CITAÇÕES PARA MOSTRAR QUE OS PRINCÍPIOS DO ESPIRITISMO NÃO TÊM NENHUMA RELAÇÃO COM A MAGIA. ASSIM, NADA DE ESPÍRITOS ÀS ORDENS DOS HOMENS, NADA DE MEIOS PARA CONSTRANGÊ-LOS, NADA DE SIGNOS OU FÓRMULAS CABALÍSTICAS, NADA DE DESCOBERTAS DE TESOUROS OU DE PROCESSOS PARA ENRIQUECIMENTO, NADA DE MILAGRES OU PRODÍGIOS, DE ADIVINHAÇÕES OU DE APARIÇÕES FANTÁSTICAS. ENFIM, NADA DO QUE CONSTITUI O FIM E OS ELEMENTOS ESSENCIAIS DA MAGIA.
O Espiritismo não somente desaprova todas essas coisas, como demonstra o absurdo da sua prática e a sua ineficácia. Não há, pois, nenhuma analogia entre o fim e os meios da magia e os do Espiritismo. Querer assimilá-los só pode ser obra de ignorância ou de má-fé. E como os princípios do Espiritismo nada têm de secreto, estando formulados em termos claros e sem possibilidades de equívocos, nenhum engano a respeito poderia prevalecer.

Reconhece-se a categoria dos Espíritos pela sua linguagem. A dos Espíritos verdadeiramente bons e superiores é sempre digna, nobre, lógica, livre de contradições. É uma linguagem que revela sabedoria, benevolência, modéstia e a mais pura moral, sendo concisa e sem palavrórios inúteis. Quanto aos Espíritos inferiores, ignorantes ou orgulhosos, a falta de idéias é quase sempre suprida pela abundância de palavras. Todo pensamento evidentemente falso, toda máxima contrária à verdadeira moral, todo conselho ridículo, toda expressão grosseira, trivial ou simplesmente frívola, enfim, todo o sinal de malevolência, de presunção ou de arrogância são provas incontestáveis da inferioridade do Espírito.

Os Espíritos superiores só se ocupam das comunicações inteligentes destinadas à nossa instrução. As manifestações físicas ou puramente materiais pertencem mais especialmente às atribuições dos Espíritos inferiores, vulgarmente designados por Espíritos batedores. Como entre nós, os trabalhos pesados cabem aos carregadores e não aos sábios. Seria absurdo que os Espíritos, mesmos os que ainda são pouco elevados, gostassem de fazer demonstrações. (O que é o Espiritismo, cap. II nos 37 a 40 e 60. — ver também: O Livro dos Espíritos, livro II, cap. I, Diferentes Ordens de Espíritos, Escala Espírita; O Livro dos Médiuns, parte II, cap. XXIV, Identidade dos Espíritos, Distinção dos bons e dos maus Espíritos.)

Um dos característicos dos maus Espíritos é a imposição. Dão ordens e desejam ser obedecidos. Os bons nunca se impõem. Aconselham, e, quando não são ouvidos, retiram-se. Disto resulta que a sensação produzida pêlos maus Espíritos é sempre penosa e fatigante, originando uma espécie de mal-estar. Amiúde provocam uma agitação febril, movimentos bruscos e desenfreados. Ao influxo dos bons Espíritos, pelo contrário, as sensações são mansas e suaves e produzem um admirável bem-estar.

TODAS AS FÓRMULAS SÃO MERA CHARLATANARIA. NÃO HÁ PALAVRA SACRAMENTAL NENHUMA, NENHUM SINAL CABALÍSTICO, NEM TALISMÃ, QUE TENHA QUALQUER AÇÃO SOBRE OS ESPÍRITOS, PORQUANTO ESTES SÓ SÃO ATRAÍDOS PELO PENSAMENTO E NÃO PELAS COISAS MATERIAIS.

Allan Kardec.
O Livro O Céu e o Inferno
O Livro dos Médiuns.

De: Vanira Rodrigues Pedro Lopes
Para: todos
E-mail: vaniralopes18@gmail.com
Data: 07/04/15 21:00

Não sei bem o que acontece comigo.... Sempre tenho sonhos que depois se transpormam em realidade, as vezes o que muda é somente as pessoas no sonho, consigo entender o que vai acontecer nos próximos dias, só não sei com quem... As vezes chego em umlugar e tenho a certeza que já estive li, sem nunca ter ido lá... Sinto a presença dos espíritos.... Uma vez um espírito se paroximou muito de perto de mim, por vários dias senti a presença dele, andava atrás de mim, bem pertinho...até que um dia depois d emuita otação minhas e de minha família acredito que o espírito se irritou e deu-me uma bofetada

De: Elcy Carvalho
Para: estudiosos
E-mail: elcycnascimento@gmail.com
Data: 07/04/15 01:24

Meu filho desde os 17 anos começou a se interessar pelo Getulio Vargas e passou a ter um amor tao grande ,q comprou a coleção dos livros dele, fez camiseta dele,comprou poster, foi no palácio do catete varias vezes e no memorial. O estranho q ele chora ao ver o documentário e o filme dele, como se fossem íntimos. Ate comprou o livro espirita sobre ele. Disse q já sonhou com ele varias vezes e ate se abraçando. Pergunto q explicação teria? Ele esta com 18 anos e não o esquece e diz ser amigo dele. Como se nem era nascido!!! Abcs

De: janaina pereira da costa
Para: espiritos luz
E-mail: florzinhadelizdajana@gmail.com
Data: 06/04/15 21:23

boa noite,peçam k me esclareçam pois sou medium ,benço e tenho senhos que me avisam de coiças que vao acontecer.tenho espirito que me auxilia,nos momentos dificeis e ajuda outras pessoas.ja fiz doutrina espirita,mas nao frequentei mas.sera que devo voltar a casa espirita.gosto muita de ervas medicinais,sinto presença de espiritos velhos perto de mim.ou continua como estou.as vzes me sinto com s baterias fraca.att

De: binho
Para: Felipe
E-mail: binhovsilva@hotmail.com
Data: 06/04/15 13:40

Pode ser um espírito sim, Felipe. Agora se ele é ruim ou se é apenas brincalhão, só analisando com calma. Daria para falar sobre esse assunto por muitas páginas. Mas resumindo, se ele se mantém perto de você, é porque alguma ligação vocês têm. Para afastá-lo, mantenha o hábito da oração, peça a Jesus com sinceridade que o afaste de você, leia livros que o instruam a respeito da sua mediunidade. O livro dos espíritos e o evangelho segundo o espiritismo lhe darão uma boa base. Procure cultivar bons pensamentos e ajudar ao próximo, agindo assim atrairá somente bons espíritos ao seu redor.

De: wilson
Para: Os Estudiosos
E-mail: wilsonmoreno67@gmail.com
Data: 05/04/15 21:36

O nome de Deus pode afastar os maus espíritos????

Só pela superioridade moral se exerce ascendência sobre os Espíritos inferiores. Os Espíritos perversos reconhecem a superioridade dos homens de bem. Entretanto alguém que lhes oponha a vontade enérgica, espécie de força bruta, reagem e muitas vezes são os mais fortes. Alguém tentava dominar assim um Espírito rebelde, aplicando a vontade ,e este lhe respondeu: Deixa-me em paz com esses ares de mata-mouros, que não vales mais do que eu. Que se diria de um ladrão pregando moral a outro ladrão?

Estranha-se que o nome de Deus, invocado contra eles, quase sempre não produza efeito. São Luís explicou a razão na resposta seguinte:

“O NOME DE DEUS SÓ TEM INFLUÊNCIA SOBRE OS ESPÍRITOS IMPERFEITOS NA BOCA DE QUEM PODE USÁ-LO COM A AUTORIDADE DAS SUAS PRÓPRIAS VIRTUDES. NA BOCA DE UM HOMEM QUE NÃO TENHA NENHUMA SUPERIORIDADE MORAL SOBRE O ESPÍRITO É UMA PALAVRA COMO QUALQUER OUTRA. DÁ-SE O MESMO COM OS OBJETOS SAGRADOS QUE LHES OPÕEM. A ARMA TERRÍVEL É INOFENSIVA EM MÃOS INÁBEIS OU INCAPAZES DE USÁ-LA”.

As imperfeições morais dão acesso aos Espíritos obsessores, e de que o meio mais seguro de livrar-se deles é atrair os bons pela prática do bem. Os Espíritos bons são naturalmente mais poderosos que os maus e basta a sua vontade para os afastar, mas assistem apenas aqueles que os ajudam, por meio dos esforços que fazem para melhorarem. Do contrário se afastam e deixam o campo livre para os maus Espíritos, que se transformam assim em instrumentos de punição, pois os bons os deixam agir com esse fim.

Os maus Espíritos só estão aonde podem satisfazer a sua perversidade. Para afastá-los, não basta pedir, nem mesmo ordenar que se retirem: é necessário eliminar em nós aquilo que os atrai. Os Espíritos maus descobrem as chagas da alma, como as moscas descobrem as do corpo. Assim, pois, como limpais o corpo para evitar as bicheiras, limpai também a alma das suas impurezas, para evitar as obsessões. Como vivemos num mundo em que os maus Espíritos pululam, as boas qualidades do coração nem sempre nos livram das suas tentativas, mas nos dão a força necessária para resistir-lhes.

Nenhum objeto, medalha ou talismã tem a propriedade de atrair ou de repelir os Espíritos. As coisas materiais não tem nenhum poder sobre eles. Jamais um bom Espírito aconselha essas práticas absurdas. A virtude dos talismãs nunca existiu, a não ser na imaginação das pessoas crédulas. (O Livro dos Médiuns, cap. XXV.)
Allan Kardec.
O Livro dos Mediuns.
O Evangelho segundo o Espiritsmo.

Nota de Herculano Pires.
Palavras, amuletos, medalhas, imagens e outros instrumentos do culto religioso ou de práticas mágicas nada influem sobre os Espíritos perversos, se aquele que os emprega não possuir virtudes morais e não agir com amor, humildade e compreensão. Agindo assim, todos os instrumentos e artifícios são dispensáveis. (N. do T.)

Wilson Moreno.

De: antonio marcos de freitas
Para: todos
E-mail: marfrei2003@yahoo.com.br
Data: 05/04/15 10:30

Maravilhosa páscoa a todos os irmãos!!!

De: Felipe
Para: Espíritas
E-mail: tonymontanaaks@gmail.com
Data: 05/04/15 01:43

Olá, eu gostaria de ajuda com um assunto. Aqui em casa sempre houve manifestações de natureza desconhecida, como por exemplo: coisas que caem no chão sozinhas, vvozes chamando meu nome, passos pela casa, e o pior foi que da última vez meu corpo travou como se algo estivesse tentando me controlar. Os sonhos que temos aqui em casa são sempre apavorantes chegando a causar desespero. Pode ser um espírito ruim? Por que eu sinto tanto medo e angústia quando sinto essa presença? E por que ele está aqui em casa a tanto tempo? Por favor, ajudaria muito se alguém rme desse uma resposta, não aguento mais

De: Victor Hugo
Para: Todos
E-mail: vhgdebem@gmail.com
Data: 03/04/15 07:17

É nos momentos críticos que se conhecem os corações sólidos, os devotamentos verdadeiros. É então que as convicções profundas se distinguem das crenças superficiais ou simuladas. Allan Kardec. Revista Espírita, novembro de 1865.


O verdadeiro Espírita não é o que crê nas manifestações, mas aquele que aproveita o ensinamento dado pelos Espíritos. De nada adianta crer, se a crença não faz com que dê um passo adiante na via do progresso, e não o torne melhor para seu próximo.


Os sofrimentos devidos a causas anteriores à existência presente, como os que se originam de culpas atuais, são a consequência da falta cometida, isto é, o homem, pela ação de uma rigorosa justiça distributiva, sofre o que fez sofrer aos outros.

Allan Kardec, O Evangelho Segundo o Espiritismo, cap. 5, vers. 7.



 
 
Busca
  
  
  
 
Temas Importantes
- Reencarnação
- Obsessão
- Mediunidade
 
Divulgação
- Indique o Site
- Adicione aos Favoritos
 
Mensagem do dia
“Quem confia na vitória do bem espera com paciência”. Maria Dolores
 
Boletim Eletrônico
Cadastre seu e-mail e receba mensagens de Luz, textos e outras informações.
E-mail

Assinar Remover
Copyright© 2004/2015 - O Espiritismo - Araraquara/SP - Todos os direitos reservados

Webmaster